DINÂMICA ESPAÇO-TEMPORAL DE CIANOBACTÉRIAS TÓXICAS EM LAGO ARTIFICIAL NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

Autores

Palavras-chave:

Fitoplâncton. Qualidade de água. Sazonalidade. Análise multivariada.

Resumo

A intensificação do processo de eutrofização nas águas superficiais leva a um aumento da intensidade e frequência de florações de cianobactérias comprometendo a disponibilidade hídrica para o uso consuntivo. Deste modo, objetivou-se estudar a dinâmica espaço-temporal das cianobactérias e a identificação dos nutrientes de maior peso nessa dinâmica em lago artificial semiárido, reservatório Orós (Nordeste do Brasil). Foram analisadas 77 amostras de água em 11 campanhas (seis no período seco e seis no chuvoso) em sete pontos. Os atributos investigados foram: Transparência de Secchi, Turbidez, pH, Cor Aparente, Condutividade Elétrica, sólidos totais, fósforo total, ortofosfato solúvel, NTK, Amônia, Nitrato e Cianobactérias, totalizando 924 (número de campanhas × número de pontos × número de atributos). Para investigar a significância e os atributos determinantes da dinâmica espaço-temporal das cianobactérias empregou-se análise da componente principal e análise de agrupamento. Das 17 espécies de cianobactérias identificadas, 10 espécies explicaram 72,47% da variância total acumulada. Durante a estação chuvosa foram formados 4 grupos homogêneos de cianobactérias enquanto no período seco formaram-se apenas três grupos. As maiores concentrações ocorreram no período seco com destaque para as espécies Aphanocapsa spp, Cylindrospermopsis sp e Geitlerinema sp, que são potencialmente tóxicas, e mostraram uma maior afinidade aos atributos físicos. A sazonalidade climática foi determinante na dinâmica espaço-temporal das cianobactérias, e que os altos valores de transparência limitaram a proliferação excessiva das espécies dominantes.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AFFE, H. M. J.; BARBONI, S. A. V. Cianobactérias potencialmente tóxicas de importância em saúde pública. RevInter Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, 5: 42-59, 2012.

ANA – Agência Nacional de Águas. A questão da água no Nordeste. Brasília, DF. Disponível em: <https://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/669/4/A%20quest%C3%A3o%20da%20%C3%A1gua%20no%20Nordeste.pdf >. Acesso em: 15 Feb. 2016.

ANDRADE, E. M. et al. Ecohydrology in a Brazilian tropical dry forest: thinned vegetation impact on hydrological functions and ecosystem services. Journal of Hydrology: Regional Studies, 27: 1-13, 2020.

APHA - American Public Health Association, AWWA - American Water Works Association and WEF - Water Environment Federation. Standard methods for the examination of water and wastewater. 21. ed. Washington: American Public Health Association. 2005. 874p.

BICUDO, C. E.; MENEZES, M. Gêneros de algas de águas continentais do Brasil: chave Para identificação e descrições. 2. ed. São Carlos, SP: Rima, 2006. 498 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Cianobactérias/cianotoxinas: procedimentos de coleta, preservação e análise. Brasília, DF. 2015. Disponível em <https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2015/janeiro/16/cianobacterias-cianotoxinas--1-.pdf >. Acesso em: 10 jan. 2020.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Resolução CONAMA Nº 357 de 17 de março de 2005. 2005. Disponível em: < http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=459 >. Acceso em: 10 Jan. 2016.

CARNEIRO, R. L. et al. Growth and Saxitoxin Production by Cylindrospermopsis raciborskii (Cyanobacteria) Correlate with Water Hardness. Marine Drugs, 11: 2949-2963, 2013.

CHA, Y. et al. Probabilistic prediction of cyanobacteria abundance in a Korean reservoir using a Bayesian Poisson model. Water Resources Research, 50: 2518-2532, 2014.

CHAVES, L. C. G. et al. Water quality and anthropogenic impact in the watersheds of service reservoirs in the Brazilian semi-arid region1. Revista Ciência Agronômica, 50: 223-233, 2019.

COGERH - Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos. Portal Hidrológico do Ceará. Disponível em: <http://www.hidro.ce.gov.br>. Acesso em: 3 ago. 2021.

FERREIRA, K. C. D. et al. Adapting the National Sanitation Foundation water quality index to the Brazilian semiarid. Revista Ciência Agronômica, 46: 277-286, 2015.

IPECE – Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceára. Anuário Estatístico do Ceará 2014. Disponível em: <http://www2.ipece.ce.gov.br/publicacoes/anuario/anuario2014/index.htm>. Acesso em: 12 out. 2015.

LOPES, F. B. et al. Assessment of the water quality in a large reservoir in semiarid region of Brazil. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18: 437-445, 2014.

MEDEIROS, L. C. et al. Is the future blue-green or brown? The effects of extreme events on phytoplankton dynamics in a semi-arid man-made lake. Aquatic Ecology, 49: 293-307, 2015.

MOLISANI, M. M. et al. The influence of Castanhão reservoir on nutrient and suspended matter transport during rainy season in the ephemeral Jaguaribe river (CE, Brazil). Brazilian Journal of Biology, 73:115-123, 2013.

OLIVEIRA, F. H. P. C. et al. Cyanobacteria community in two tropical eutrophic reservoirs in northeastern Brazil. ActaScientiarum, 37: 169-176, 2015.

PADISÁK, J.; CROSSETTI, L. O.; NASELLI-FLORES, L. Use and misuse in the application of the phytoplankton functional classification: a critical review with updates. Hydrobiologia, 621: 1-19, 2009.

RANGEL, L. M. et al. Morphology-based functional groups as effective indicators of phytoplankton dynamics in a tropical cyanobacteria-dominated transitional river–reservoir system. Ecological Indicators, 64: 217-227, 2016.

REYNOLDS, C. S. et al. Towards a functional classification of the freshwater phytoplankton. Journal of Plankton Research, 24: 417-428, 2002.

ROCHA JUNIOR, C. A. N. et al. Water volume reduction increases eutrophication risk in tropical semi-arid reservoirs. Acta Limnologica Brasiliensia, 30: 1-10 2018.

ROCHA, F. C.; ANDRADE, E. M.; LOPES, F. B. Water quality index calculated from biological, physical and chemical attributes. Environmental monitoring and assessment, 187: 1-15, 2015.

SALES, M. M. et al. Variação espacial e modelagem da salinidade das águas superficiais de reservatórios da bacia metropolitana do Ceará. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, 8: 354-365, 2014.

SILVA, M. D. Diagnóstico da comunidade fitoplanctônica de um reservatório no semiárido nordestino. 2013. 113 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais: Área de Concentração em Manejo e Conservação dos Recursos Naturais) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.

SILVA, T. F. G. et al. Modelagem da Lagoa da Pampulha: uma ferramenta para avaliar o impacto da bacia hidrográfica na dinâmica do fitoplâncton. Engenharia Sanitária e Ambiental, 21: 95-108, 2016.

VENANCIO, D. F. V. et al. A crise hídrica e sua contextualização mundial. Enciclopédia Biosfera, 11: 1-13, 2015.

WIEGAND, M. C. et al. Trophic state changes of semi-arid reservoirs as a function of the hydro-climatic variability. Journal of Arid Environments, 184: 1-9, 2021.

ZHANG, Z. et al. Alteration of dominant cyanobacteria in different bloom periods caused by abiotic factors and species interactions. Journal of Environmental Sciences, 99: 1-9, 2021.

Downloads

Publicado

04-04-2022

Edição

Seção

Engenharia Agrícola