TROCAS GASOSAS E PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE ABOBRINHA ITALIANA SOB ESTRESSE SALINO E APLICAÇÃO DE H2O2

Autores

  • Maíla Vieira Dantas Academic Unit of Agricultural Engineering, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB https://orcid.org/0000-0001-7751-0533
  • Geovani Soares de Lima Academic Unit of Agricultural Engineering, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB https://orcid.org/0000-0001-9960-1858
  • Hans Raj Gheyi Academic Unit of Agricultural Engineering, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB https://orcid.org/0000-0002-1066-0315
  • Francisco Wesley Alves Pinheiro Academic Unit of Agricultural Engineering, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB https://orcid.org/0000-0003-1747-8652
  • Petterson Costa Conceição Silva Academic Unit of Agricultural Engineering, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB https://orcid.org/0000-0003-1350-1827
  • Lauriane Almeida dos Anjos Soares Academic Unit of Agricultural Sciences, Center of Agrifood Science and Technology, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, PB https://orcid.org/0000-0002-7689-9628

Palavras-chave:

Cucurbita pepo L.. Solução salina. Peróxido de hidrogênio.

Resumo

O conhecimento do efeito de condicionadores químicos na redução dos efeitos deletérios provocados pela salinidade nas culturas é de grande importância para a expansão do cultivos tais como abobrinha na região semiárida do Nordeste. Nesse contexto, no presente estudo objetivou-se avaliar o efeito da aplicação foliar de peróxido de hidrogênio como atenuador do estresse salino sob as trocas gasosas, a produção e a qualidade pós-colheita de frutos de abobrinha italiana cultivada em sistema hidropônico. O trabalho foi desenvolvido em sistema hidropônico tipo Técnica de Fluxo de Nutrientes em casa de vegetação, em Pombal – PB. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4 × 4, sendo quatro níveis de condutividade elétrica da solução nutritiva - CEsn (2,1 (controle); 3,6; 5,1 e 6,6 dS m-1), e quatro concentrações de peróxido de hidrogênio – H2O2 (0; 20; 40 e 60 μM), com três repetições. A solução nutritiva com condutividade elétrica acima de 2,1 dS m-1 promoveu redução nas trocas gasosas e no número total de frutos de abobrinha italiana. A elevação dos níveis salinos da solução nutritiva aumentou o teor de sólidos solúveis totais dos frutos e a fluorescência inicial de abobrinha italiana. Em condições de salinidade da solução nutritiva acima de 2,1 dS m-1, o peróxido de  hidrogênio não conseguiu atenuar os efeitos do estresse salino. A aplicação de 20 μM de H2O2 quando as plantas foram cultivadas em solução nutritiva de 2,1 dS m-1 promoveu maior peso total dos frutos e diâmetro basal dos frutos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALAM, A. M. et al. Effect of salinity on biomass yield and physiological and stem-root anatomical characteristics of purslane (Portulaca oleracea L.) accessions. BioMed Research International, 2015: 1-15, 2015.

ARAÚJO, H. S. et al. Características físico-químicas de frutos de abobrinha-de-moita em função de doses de potássio em cobertura. Revista Colombiana de Ciências Hortícolas, 8: 242-249, 2014.

ASTANEH, R. K. et al. The effects of selenium on some physiological traits and K, Na concentration of garlic (Allium sativum L.) under NaCl stress. Information Processing in Agriculture, 5: 156-161, 2018.

AZEVEDO NETO, A. D. et al. Fluorescência da clorofila como uma ferramenta possível para seleção de tolerância à salinidade em girassol. Revista Ciência Agronômica, 42: 893-897, 2011.

CANUTO, G. A. B. et al. Caracterização físico-química de polpas de frutos da Amazônia e sua correlação com a atividade anti-radical livre. Revista Brasileira de Fruticultura, 32: 1196-1205, 2010.

CARVALHO, F. E. L. et al. Aclimatação ao estresse salino em plantas de arroz induzida pelo pré-tratamento com H2O2. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 15: 416-423, 2011.

CINTRA, P. H. N. et al. Análise de fluorescência da clorofila a em mudas de cafeeiro sob estresse hídrico. Brazilian Journal of Development, 6: 28006-28014, 2020.

COSTA, L. F. et al. Cauliflower growth and yield in a hydroponic system with brackish water. Revista Caatinga, 33:1060-1070, 2020.

DANTAS, M. V. et al. Summer squash morphophysiology under salt stress and exogenous application of H2O2 in hydroponic cultivation. Comunicata Scientiae, 12: e3464, 2021.

DELFIM, T. F.; MAUCH, C. R. Fenologia, qualidade e produtividade de frutos de genótipos de abobrinha cultivado em ambiente protegido. Tecnologia e Ciência Agropecuária, 11: 49-55, 2017.

DIAS, A. S. et al. Gas exchanges, quantum yield and photosynthetic pigments of West Indian cherry under salt stress and potassium fertilization. Revista Caatinga, 32: 429-439, 2019.

DIAS, A. S. et al. Trocas gasosas e eficiência fotoquímica do gergelim sob estresse salino e adubação com nitrato-amônio. Irriga, 23: 220-234, 2018.

GRANGEIRO, L. C. et al. Spacing between plants and cultivar affect the production components of Italian zucchini. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 24:332-336, 2020.

HOAGLAND, D. R.; ARNON, D. I. The water-culture method for growing plants without soil. 2.ed. Circular. Berkeley: California Agricultural Experiment Station, 1950. n. 347, 32 p.

HOSSAIN, M. A.; FUJITA, M. Hydrogen peroxide priming stimulates drought tolerance in mustard (Brassica juncea L.) seedlings. Plant Gene Trait, 4: 109-123, 2013.

JACINTO JÚNIOR, S. G. et al. Respostas fisiológicas de genótipos de fava (Phaseolus lunatus L.) submetidas ao estresse hídrico cultivadas no Estado do Ceará. Revista Brasileira de Meteorologia, 34: 413-422, 2019.

KAUSHAL, M.; WANI, S. P. Rhizobacterial-plant interactions: strategies ensuring plant growth promotion under drought and salinity stress. Agriculture, Ecosystems & Environment, 231: 68-78, 2016.

KHANDAKER, M. M.; BOYCE, A. N.; OSMAN, N. The influence of hydrogen peroxide on the growth, development and quality of wax apple (Syzygium samarangense, [Blume] Merrill & LM Perry var. jambu madu) fruits. Plant Physiology and Biochemistry, 53: 101-110, 2012.

KILIC, S.; KAHRAMAN, A. The mitigation effects of exogenous hydrogen peroxide when alleviating seed germination and seedling growth inhibition on salinity-induced stress in barley. Polish Journal of Environmental Studies, 25: 1053-1059, 2016.

KOTAGIRI, D.; KOLLURU V. C. Effect of salinity stress on the morphology and physiology of five different coleus species. Biomedical and Pharmacology Journal, 10:1639-1649, 2017.

LIMA, B. R. et al. Uso e qualidade de água subterrânea utilizada por agricultores familiares no Território Sertão Produtivo, Estado da Bahia, Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, 7: 679-689, 2020a.

LIMA, G. S. et al. Eficiência fotoquímica, partição de fotoassimilados e produção do algodoeiro sob estresse salino e adubação nitrogenada. Revista de Ciências Agrárias, 42: 214-225, 2019.

LIMA, G. S. et al. Gas exchanges and production of colored cotton under salt stress and nitrogen fertilization. Bioscience Journal, 33:1495-1505, 2017.

LIMA, G. S. et al. Irrigação com águas salinas e aplicação de prolina foliar em cultivo de pimentão ‘All Big’. Comunicata Scientiae, 7:513-522, 2016.

LIMA, G. S. et al. Physicochemical quality of fruits of West Indian cherry under saline water irrigation and phosphate fertilization. Revista Caatinga, 33: 217-225, 2020b.

LOUREIRO, J. P. B. et al. Comparação sobre a viabilidade econômica de sistemas de produção de hortaliças hidropônicas com diferentes níveis de tecnologia, nos municípios de Concórdia do Pará e Tomé-Açu-PA. Brazilian Journal of Development, 5: 24607-24621, 2019.

MEDEIROS, J. F. Qualidade da água de irrigação e evolução da salinidade nas propriedades assistidas pelo "GAT" nos Estados do RN, PB e CE. 1992. 173 f. Dissertação (Mestrado Engenharia Agrícola: Área de Concentração em Irrigação e Drenagem) - Universidade Federal da Paraíba, Campina Grande, 1992.

MELO, H. F. et al. Gas exchange and photosynthetic pigments in bell pepper irrigated with saline water. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 21: 38-43, 2017.

MONTEIRO, C. S. et al. Qualidade nutricional e antioxidante do tomate “tipo italiano”. Alimentos e Nutrição, 19: 25-31, 2008.

NASSER, M. D.; ZONTA, A. Caracterização de frutos de genótipos de aceroleira em função de estádios de maturação. Revista Tecnologia & Ciência Agropecuária, 8: 76-78, 2014.

OLIVEIRA, N. L.C. et al. Crescimento e produção da abobrinha em função de concentração e via de aplicação da urina de vaca. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, 3: 129-136, 2013.

PUTTI, F. F. et al. Crescimento e produção da abobrinha sob irrigação com água salobra. Irriga, 23: 713-726, 2018.

RIBEIRO, J. S. et al. Citrullus lanatus morphophysiological responses to the combination of salicylic acid and salinity stress. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, 15: e6638, 2020.

ROSSATTO, T. et al. Gene expression and activity of antioxidant enzymes in rice plants, cv. BRS AG, under saline stress. Physiology and Molecular Biology of Plants, 23: 865-875, 2017.

SÁ, F. V. S. et al. Ecophysiology of West Indian cherry irrigated with saline water under phosphorus and nitrogen doses. Bioscience Journal, 35: 211-221, 2019.

SANTOS, R. H. S. et al. Desempenho da rúcula sob condições de sombreamento e níveis de salinidade da água de irrigação. Colloquium Agrariae, 16: 38-45, 2020.

SILVA, A. A. R. et al. Gas exchanges and growth of passion fruit seedlings under salt stress and hydrogen peroxide. Pesquisa Agropecuária Tropical, 49: e55671, 2019a.

SILVA, A. A. R. et al. Induction of tolerance to salt stress in soursop seedlings using hydrogen peroxide. Comunicata Scientiae, 10: 484-490, 2019b.

SILVA, P. C. C. et al. Salt-tolerance induced by leaf spraying with H2O2 in sunflower is related to the ion homeostasis balance and reduction of oxidative damage. Heliyon, 6: e05008, 2020.

SIMÕES, W. L. et al. Physiologcal and biochemical responses of sugarcane varieties to salt stress. Revista Caatinga, 32: 1069-1076, 2019.

SOHAG, A. A. M. et al. Exogenus salicylic acid and hydrogen peroxide attenuate drought stress in rice. Plant, Soil and Environment, 66: 7-13, 2020.

SOUZA, L. P. et al. Morfofisiologia e qualidade de porta-enxerto de cajueiro sob peróxido de hidrogênio e estresse salino. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, 13: 3477-3486, 2019.

SOUZA, M. W. L. et al. Saline-water irrigation and plant growth regulator application on zucchini fruit yield and quality. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 24: 679-684, 2020.

SYCHTA, K.; SŁOMKA, A.; KUTA, E. Insights into plant programmed cell death induced by heavy metals discovering a terra incognita. Cells, 10: 1-65, 2021.

VELOSO, L. L. S. A. et al. Physiological changes and growth of soursop plants under irrigation with saline water and H2O2 in post-grafting phase. Semina: Ciências Agrárias, 41: 3023-3038, 2020.

Downloads

Publicado

04-04-2022

Edição

Seção

Engenharia Agrícola