CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS E PRODUTIVAS DE GIRASSOL CONSORCIADO COM FORRAGEIRAS NO SISTEMA INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA

Autores

  • Jamile Maria da Silva dos Santos Center for Agricultural, Environmental and Biological Sciences, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, BA http://orcid.org/0000-0002-7509-3147
  • Clovis Pereira Peixoto Center for Agricultural, Environmental and Biological Sciences, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, BA http://orcid.org/0000-0002-6618-1700
  • Marcos Roberto da Silva Center for Agricultural, Environmental and Biological Sciences, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, BA http://orcid.org/0000-0001-5808-9130
  • Ademir Trindade Almeida Center for Agricultural, Environmental and Biological Sciences, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, BA http://orcid.org/0000-0001-5233-7607
  • Ana Maria Pereira Bispo dos Santos Center for Agricultural, Environmental and Biological Sciences, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, BA http://orcid.org/0000-0001-8898-2624

Palavras-chave:

Helianthus annuus L. Consorciação. Forrageiras. Gramíneas.

Resumo

Objetivou-se avaliar as características agronômicas e a produtividade do girassol cultivado em consórcio com forrageiras no sistema integração lavoura-pecuária. O delineamento utilizado foi blocos casualizados, em esquema fatorial 3 × 3 + 1. Assim, foram estudados, três consórcios do girassol com plantas forrageiras (girassol + Urochloa ruziziensis (GB), girassol + Panicum maximum cv. Tanzânia (GP), girassol + Urochloa ruziziensis + Cajanus cajan (GBGu)), semeados de três formas diferentes (semeadura simultânea (SS), semeadura defasada (SD) e semeadura simultânea com aplicação de herbicida/graminicida (SSH)), tendo o girassol solteiro como testemunha, com quatro repetições, em três anos de cultivo (2013, 2014 e 2015). Foram avaliadas as características: altura de planta, diâmetro da haste, diâmetro do capítulo, número de aquênios por capítulo, massa de mil aquênios, índice de colheita e a produtividade de aquênios. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelos testes Tukey e Dunnett, a 5% de probabilidade. Os consórcios GB e GBGu promovem maior produtividade do girassol. A forrageira Panicum maximum cv. Tanzânia em consórcio com o girassol reduz os componentes de produção da planta e a produtividade. A semeadura defasada e a simultânea com aplicação de herbicida/graminicida promovem maior produtividade do girassol.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

22-05-2019

Edição

Seção

Zootecnia