REPRODUÇÃO DE Pratylenchus zeae E P. brachyurus EM PLANTAS DE COBERTURA

Autores

Palavras-chave:

Adubos verdes, feijão-de-porco, leguminosas, mucuna-anã

Resumo

O trabalho teve como objetivo avaliar a reprodução de Pratylenchus zeae e P. brachyurus em plantas leguminosas usadas como adubos verdes. Plântulas de crotalária (Crotalaria juncea e C. spectabilis), guandu cv. IPR 43 (Cajanus cajan), mucuna-anã (Mucuna deeringiana), mucuna-preta (Stizolobium aterrimum) e feijão-de-porco (Canavalia ensiformis) foram inoculadas com ambos nematoides separadamente. O milho cv. IPR 114 e a soja cv. Pintado foram utilizadas como testemunhas da viabilidade do inóculo de P. zeae e P. brachyurus. Após 90 dias da inoculação, as plantas foram coletadas avaliando-se nematoide g-1 de raiz, população final e fator de reprodução (FR). O experimento foi conduzido em duas épocas distintas. Os FRs dos nematoides nas duas espécies de crotalárias, no guandu e na mucuna-preta foram menores que um em ambos os experimentos para P. zeae, comportando como más hospedeiras. Para P. brachyurus, os menores valores de FRs foram obtidos em C. juncea, C. spectabilis e guandu, enquanto nas demais leguminosas, os valores de FR foram próximos ou superiores a um em pelo menos um dos experimentos. Portanto, C. spectabilis, C. juncea e C. cajan cv. IPR 43 são opções de plantas antagonistas para sistemas de rotação ou sucessão que visem o controle de P. zeae e P. brachyurus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

13-05-2019

Edição

Seção

Agronomia