REAÇÃO DE ACESSOS DE Psidium spp. A DIFERENTES NÍVEIS DE INÓCULO DE Meloidogyne enterolobii

Autores

Palavras-chave:

Goiaba. Nematoide-das-galhas. Variabilidade genética.

Resumo

Meloidogyne enterolobii, juntamente com Fusarium solani, causam o declínio da goiabeira que é a principal causa de perdas na produção de goiaba, limitando o cultivo em todo o Brasil. Portanto, a busca por genótipos dentro do gênero Psidium com resistência a M. enterolobii é muito importante para o controle deste nematoide. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a reação de acessos de Psidium spp., pertencentes ao Banco de Germoplasma da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), a diferentes níveis de inóculo de M. enterolobii. Mudas de goiabeira foram inoculadas com 600, 1.600 e 2.000 ovos + J2 (juvenis de segundo estádio)de M. enterolobii/planta e avaliados a massa fresca de raízes, o número total de ovos (NTO) e o fator de reprodução (FR). A análise de variância foi feita e o agrupamento de médias foi realizado pelo teste Scott-Knott a 5% de probabilidade. A diversidade dos acessos foi estimada pelo agrupamento de Tocher e UPGMA. O FR do nematoide apresentou redução em alguns acessos à medida que os níveis de inóculo aumentaram, contudo, em alguns acessos, nos maiores níveis, o FR aumentou. O acesso Y50 teve plantas imunes e resistentes a M. enterolobii, demostrando que ocorre variabilidade na reação ao nematoide dentro do gênero Psidium. A resistência de acessos de Psidium a M. enterolobii deve ser mensurada em diferentes níveis de inóculo de modo a permitir avaliar a existência de falsos-positivos nesses acessos uma vez que há reação distinta dos acessos avaliados quanto à reprodução do nematoide nos três níveis de inóculo usados, inclusive na cv. Paluma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

20-05-2019

Edição

Seção

Agronomia