EFEITOS DE DIFERENTES CONDIÇÕES DE ÁGUA SOBRE O CRESCIMENTO DE ARROZ NA FASE DE MUDAS

Autores

  • Jun Zhang Key Lab of Oasis Ecology Agriculture of Xinjiang Production and Construction Group, Universidade de box de Shi, Shihezi, Xinjiang http://orcid.org/0000-0003-4929-6474
  • Yanyan Li Key Lab of Oasis Ecology Agriculture of Xinjiang Production and Construction Group, Universidade de box de Shi, Shihezi, Xinjiang http://orcid.org/0000-0003-4414-2847
  • Haoyu Zahng Key Lab of Oasis Ecology Agriculture of Xinjiang Production and Construction Group, Universidade de box de Shi, Shihezi, Xinjiang http://orcid.org/0000-0001-9052-3806
  • Peng Dong Key Lab of Oasis Ecology Agriculture of Xinjiang Production and Construction Group, Universidade de box de Shi, Shihezi, Xinjiang http://orcid.org/0000-0002-4505-5713
  • Changzhou Wen Key Lab of Oasis Ecology Agriculture of Xinjiang Production and Construction Group, Universidade de box de Shi, Shihezi, Xinjiang http://orcid.org/0000-0003-1677-0678

Palavras-chave:

Condição aeróbica. Atividade enzimática. Capacidade fotossintética.

Resumo

A escassez de água levou à adoção de tecnologia de irrigação que economiza água em todo o mundo. A irrigação por gotejamento tem sido usada para o cultivo de arroz em Xinjiang, China. Pesquisadores relataram 12,0 t/ha de rendimento; no entanto, o arroz irrigado por gotejamento produz cerca de 6-8 t/ha na prática, e está claro que a deficiência de água explica essa lacuna. Portanto, o objetivo deste experimento foi comparar o crescimento, as características fotossintéticas e a atividade antioxidante do arroz cultivado em solução nutritiva com potencial hídrico de 0,00, -0,02, -0,05 e -0,09 MPa [0, 2,5, 5,0 e 7,5 % polietilenoglicol (PEG), respectivamente], para determinar as condições ótimas da água para o arroz irrigado por gotejamento. Não houve diferença significativa entre os tratamentos 0, 2,5 e 5,0% de PEG para a taxa de crescimento relativo e o conteúdo relativo de água após 10 e 20 dias. No entanto, os tratamentos de 2,5 e 5,0% de PEG afetaram substancialmente a capacidade fotossintética e a atividade das enzimas antioxidantes após 10 e 20 dias. O tratamento com 7,5% de PEG inibiu o crescimento das brotações. Houve uma redução significativa na atividade das enzimas antioxidantes. O cultivo de arroz que economiza água, como o arroz irrigado por gotejamento, sofreu um leve estresse hídrico de -0,02 a -0,05 Mpa, mas isso não inibiu o crescimento. A quantidade de irrigação deve ser aumentada para obter maiores rendimentos de arroz sob condições de irrigação por gotejamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21-05-2019

Edição

Seção

Engenharia Agrícola