PROPRIEDADES FÍSICO-HÍDRICAS DE UM ARGISSOLO SOB PLANTIO DIRETO E INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA NO CERRADO

Autores

Palavras-chave:

Água no solo. Resistência do solo. Sistemas integrados.

Resumo

Os solos leves possuem maior suscetibilidade ao processo de degradação e necessitam ser explorados de forma conservacionista, evitando assim sua rápida degradação. Objetivou-se com o estudo avaliar as propriedades físico-hídricas de um Argissolo sob plantio direto e integração lavoura-pecuária no Cerrado da região leste do estado do Maranhão. Os manejos avaliados foram uma área sob sistema de plantio direto há quatorze anos (soja/milheto) e três áreas com diferentes históricos de adoção do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP) sob plantio direto (soja/milheto), sendo a diferença os tempos de entrada com ILP (2, 4 e 8 anos), além de uma área de cerrado nativo, considerado testemunha. A coleta do solo foi realizada em junho de 2018 nas profundidades de 0,00-0,10; 0,10-0,20; 0,20-0,30; 0,30-0,50 m. Foram coletadas amostras deformadas e indeformadas, para determinação das variáveis: densidade do solo, porosidade, resistência à penetração, curva de retenção e capacidade de água disponível. Os dados foram submetidos ao cálculo das médias e de intervalo de confiança (95 %). A área com histórico recente de integração lavoura-pecuária apresentou melhor densidade, porosidade, resistência a penetração e capacidade de armazenamento e água disponível. O plantio direto há quatorze anos apresenta alta resistência a penetração, menor porosidade e baixa capacidade de armazenamento de água. O sistema integrado (ILP) melhora a qualidade das propriedades físico-hídricas, sendo o sistema com maior capacidade de água disponível para as plantas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, J. G. et al. O MAPITOBA nas Chapadas Maranhenses: Impactos da expansão do agronegócio na microrregião de Chapadinha. Revista Nera, 22: 248-271, 2019.

BENGOUGH, A. G. et al. Root elongation, water stress, and mechanical impedance: A review of limiting stresses and beneûcial root tip traits. Journal of Experimental Botany, 62: 59-68, 2011.

BLANCO-CANQUI, H.; RUIS, S. J. No-tillage and soil physical environment. Geoderma, 326: 164–200, 2018.

BONETTI, A. J. et al. Impact of a long-term crop-livestock system on the physical and hydraulic properties of an Oxisol. Soil and Tillage Research, 186: 280–291, 2019.

BONETTI, J. A. et al. Influência do sistema integrado de produção agropecuária no solo e na produtividade de soja e braquiária. Pesquisa Agropecuaria Tropical, 45: 104–112, 2015.

CORTEZ, J. W. et al. Variabilidade espacial da resistência do solo à penetração em um sistema de semeadura direta. Revista Científica, 47: 175–182, 2019.

COSER, T. R. et al. Short-term buildup of carbon from a low-productivity pastureland to an agrisilviculture system in the Brazilian savannah. Agricultural Systems, 166: 184–195, 2018.

CUNHA NETO, F. V. et al. Atributos químicos e físicos do solo em áreas sob diferentes coberturas florestais e pastagem em além Paraíba – MG. Ciência Florestal, 28: 13-24, 2018.

DANTAS, J. S. et al. Gênese de solos coesos do leste maranhense: relação solo-paisagem. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 38: 1039-1050, 2014.

DEXTER, A. R. Soil physical quality. Part I. Theory, effects of soil texture, density, and organic matter, and effects on root growth. Geoderma, 120: 201-214, 2004.

DIONIZIO, E.; COSTA, M. Influence of Land Use and Land Cover on Hydraulic and Physical Soil Properties at the Cerrado Agricultural Frontier. Agriculture, 9: 1-14, 2019.

DONAGEMMA, G. K. et al. Caracterização, potencial agrícola e perspectivas de manejo de solos leves no Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 51: 1003-1020, 2016.

FLÁVIO NETO, J. et al. Biological soil loosening by grasses from genus Brachiaria in crop-livestock integration. Acta Scientiarum Agronomy, 37: 375-383, 2015.

HE, J. et al. Strip rotary tillage with a two-year subsoiling interval enhances root growth and yield in wheat. Scientific Reports, 9: 1-13, 2019.

KLEIN, V. A.; LIBARDI, P. L. Densidade e distribuição do diâmetro dos poros de um Latossolo Vermelho, sob diferentes sistemas de uso e manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 26: 857-867, 2002.

LIRA, R. A. et al. Uso agrícola e atributo fisico-hidricos de solo coeso. Revista Brasileira de Geografia Física, 9: 2277-2289, 2016.

LUMBRERAS, J. F. et al. Aptidão agrícola das terras do MATOPIBA. Rio de Janeiro, RJ: Embrapa Solos, 2015. 48 p.

OLIVEIRA, J. T. et al. Inter-relationships of Resistance to Penetration, Moisture and Soil Organic Matter with Irrigated Bean Yield in Mato Grosso do Sul, Brazil. Journal of Experimental Agriculture International, 31: 1-12, 2019.

PAYTON, M. E.; MILLER, A. E.; RAUN, W. R. Testing statistical hypotheses using standard error bars and confidence intervals. Communications in Soil Science and Plant Analysis, 31: 547-551, 2000.

PARIHAR, C. M. et al. Long term effect of conservation agriculture in maize rotations on total organic carbon, physical and biological properties of a sandy loam soil in north-western Indo Gangetic Plains. Soil & Tillage Research, 16: 116-128, 2016.

PIMENTEL-GOMES, F.; GARCIA, C. R. Estatística aplicada a experimentos agronômicos e florestais: exposição com exemplos e orientações para uso de aplicativos. Piracicaba, SP: FEALQ. 2002. 309 p.

REICHERT, J. M. et al. Conceptual framework for capacity and intensity physical soil properties affected by short and long-term (14 years) continuous no-tillage and controlled traffic. Soil and Tillage Research, 158: 123–136, 2016.

REINERT, D. J. et al. Limites críticos de densidade do solo para o crescimento de raízes de plantas de cobertura em argissolo vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 32: 1805-1816, 2008.

RESENDE, J. M. et al. Variabilidade espacial de atributos de solos coesos do leste maranhense. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 38: 1077-1090, 2014.

RIBEIRO, L. S. et al. Variabilidade espacial de atributos físicos de solo coeso sob sistemas de manejo convencional e de plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 51: 1699-1702, 2016.

SILVA, J. F. G. et al. Crop-livestock integration and the physical resilience of a degraded Latosol. Semina: Ciências Agrárias, 40: 2973-2990, 2019a.

SILVA, P. L. F. D. et al. Water availability in a Planosol under integrated crop-livestock-forestry system in the agreste region of Paraiba, Brazil. Revista Caatinga, 32: 449–457, 2019b.

STOLF, R. Teoria e teste experimental de fórmulas de transformação dos dados de penetrômetro de impacto em resistência do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 15: 229-235, 1991.

TEIXEIRA, P. C. et al. Manual de métodos de análise de solo 3. ed. Rev. e Ampl. Brasília, DF: Embrapa, 2017. 574 p.

VAN GENUCHTEN, M. T. A Closed-form Equation for Predicting the Hydraulic Conductivity of Unsaturated Soils1. Soil Science Society of America Journal, 44: 892-897, 1980.

Downloads

Publicado

04-04-2022

Edição

Seção

Engenharia Agrícola