VALOR NUTRITIVO DO RESÍDUO DE CAJU DESIDRATADO ASSOCIADO A DIFERENTES CONCENTRADOS

  • Dyêgo Felipe de Lima Leite
  • Emerson Moreira de Aguiar
  • José Simplício de Holanda
  • Adriano Henrique do Nascimento Rangel
  • Igor de Paula Lopes Aureliano
  • Valdemir Barbosa de Medeiros
  • Dorgival Morais de Lima Júnior UFRPE

Resumo

Objetivou-se avaliar o consumo e a digestibilidade de rações a base de resíduo de caju com diferentes concentrados na dieta de ovinos. Foram utilizados 24 ovinos da raça Morada Nova, fêmeas, com 8 meses de idade e peso vivo de 20kg, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e seis repetições. Avaliamos os consumos em g/animal/dia, %PV e g/kg0, 75 e as digestibilidades da matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE) e fibra em detergente neutro (FDN) de rações contendo resíduo de caju desidratado associado a concentrado contendo trigo (ração trigo), soja (ração soja), coco (ração coco) e película de castanha (ração castanha). Houve efeitos significativos (P<0,05) para os consumos de MS, MO, PB e EE em todas as unidades de expressão avaliadas. Não ocorreu efeito significativo para o consumo de FDN em g/dia, %PV e g/UTM (P>0,05). Não ocorreram diferenças (P>0,05) para as digestibilidades da MS, EE, PB e FDN. A ração coco foi a que apresentou os menores valores para os consumos e digestibilidade de nutrientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-05-05
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor (es)

1 2 3 > >>