ESTUDO COMPARATIVO DO MEL DE Apis mellifera COM MÉIS DE MELIPONÍNEOS DE DIFERENTES REGIÕES

  • Aline Figueira Lira Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Juliana Paes Leme de Mello Sousa Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Maria Cristina Affonso Lorenzon Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Carlos Alberto Fonseca Jardim Vianna Instituto Federal do Paraná, Campus Jacarezinho
  • Rosane Nora Castro Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Resumo

Composição do mel de abelha nativa é muito pouco conhecida, embora esteja associada com as abelhas africanas. Neste estudo, foram realizadas análises físico-químicas, determinação de compostos fenólicos e flavonoides totais e atividade antioxidante de 10 méis de meliponíneos (8 de Scaptotrigona sp. e 2 de Tetragonisca angustula) e 10 méis de laranja (Apis mellifera), a fim de comparar méis de diferentes espécies de abelhas e de diferentes regiões. A avaliação da atividade antioxidante foi realizada empregando DPPH e ABTS. Resultados para teor de proteína, cor, acidez livre e umidade, quando investigados através da análise multivariada (PCA e Cluster), permitiu a discriminar entre as diferentes espécies de abelhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Figueira Lira, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Departamento de Química-Química Orgânica
Juliana Paes Leme de Mello Sousa, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Departamento de Química- Química Orgânica
Maria Cristina Affonso Lorenzon, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Departamento de Produção Animal, Instituto de Zootecnia
Carlos Alberto Fonseca Jardim Vianna, Instituto Federal do Paraná, Campus Jacarezinho
Química
Rosane Nora Castro, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Departamento de Química -Química Orgânica
Publicado
2015-02-05
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa