METODOLOGIAS PARA CRIOPRESERVAÇÃO E MECANISMOS DE AVALIAÇÃO DO SÊMEN DE PEIXES CHARACIFORMES

  • VII CONERA UFERSA

Resumo

A criopreservação de sêmen é uma técnica que permite o armazenamento dos gametas a longo prazo. Existem várias metodologias para obter sucesso na criopreservação de sêmen de peixes, e podem ser variáveis dependendo da espécie. O objetivo deste trabalho foi fazer um levantamento das metodologias mais utilizadas na criopreservação e os mecanismos de avaliação de sêmen de peixes Characiformes. Um dos pontos mais importantes é a utilização do diluidor, composto por diluente e crioprotetor intra e/ou extracelular, com intuito de proteger os espermatozoides contra crioinjúrias. Os principais componentes de um diluidor utilizado para Characiformes são: diluente glicose 5%; crioprotetor interno o dimetilsulfoxido ou metilglicol; e crioprotetor externo a gema de ovo. Em relação aos equipamentos utilizados para redução da temperatura, o mais utilizado é o Dry shipper. As formas de avalição do sêmen mais importantes após a descongelação são: taxa de motilidade e morfologia espermática.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-06-02

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor (es)

1 2 3 > >>