LEISHMANIOSE VISCERAL NO MUNICÍPIO DE BOM JESUS, PIAUÍ, BRASIL

  • Jamile Prado dos Santos Universidade Federal de Sergipe, Aracajú, Sergipe, Brasil
  • Tairon Pannunzio Dias e Silva Energia Nuclear na Agricultura e no Ambiente (CENA), Universidade de São Paulo, Piracicaba, São Paulo, Brasil
  • Denys Willians Gomes Lima Universidade Federal do Piauí, Teresina, Piauí, Brasil
  • Ivete Lopes Mendonça Universidade Federal do Piauí, Teresina, Piauí, Brasil

Resumo

A Leishmaniose Visceral é uma importante zoonose que é causada pela Leishmania chagasi nas Américas, sendo transmitida ao homem e aos animais através da picada das fêmeas hematófagas do gênero Lutzomyia. Os cães domésticos representam o principal reservatório para a infecção por Leishmania (Leishmania) chagasi. O objetivo desta pesquisa foi estudar os aspectos epidemiológicos da leishmaniose visceral humana além dos aspectos clínicos e epidemiológicos da leishmaniose visceral canina. Realizou-se um levantamento dos casos humanos confirmados de Leishmaniose Visceral no município de Bom Jesus, entre os anos de 2004 e 2010, e a cada caso foi aplicado um questionário sócio-econômico e higiênico-sanitário, além de traçar um raio de 200 metros de distância da residência de cada caso humano para coleta de sangue de todos os cães provenientes desta delimitação. Neste período foram notificados nove casos de leishmaniose visceral humana, onde todos viviam sob condições precárias de higiene e econômica. Analisou-se 53 cães sorologicamente, dos quais 7,55% apresentaram soropositividade no teste RIFI para LVC. Pode-se concluir que a ocorrência da LVH está intimamente ligada a condições precárias de vida, havendo nessas áreas animais assintomáticos, sintomáticos e oligossintomáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-07-16
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa