EFICIÊNCIA DOS CRIOPROTETORES GLICEROL E LEITE DESNATADO PARA O CONGELAMENTO DE MICRO-ORGANISMOS

  • Erika Kushikawa Saeki Saeki Instituto Adolfo Lutz

Resumo

A preservação das características originais e viabilidade das cepas-padrão são requisitos essenciais para a sua reprodução em rotinas laboratoriais e centros de pesquisas. Este estudo objetivou analisar o método de preservação de bactérias e leveduras por congelamento comum com adição de glicerol 20% ou leite desnatado 15%. A criopreservação foi realizada em freezer a temperatura de -10 a -20 °C entre os meses de Dezembro de 2013 a Março de 2015. Foram analisadas a viabilidade de 10 micro-organismos: Staphylococcus aureus ATCC 25923, Enterococcus faecalis ATCC 19433, Salmonella Typhimurium ATCC 14028, Escherichia coli ATCC 25922, Salmonella Choleraesuis ATCC 7001, Klebsiella pneumoniae ATCC 13883, Staphylococcus epidermidis ATCC 12228, Pseudomonas aeroginosa ATCC 27853, Saccharomyces cerevisiae ATCC 9763 e Enterobacter aerogenes ATCC 13048. Após 1 ano e 3 meses, a recuperação em ambos crioprotetores foi de 100%. Os métodos avaliados foram eficientes para a preservação e é uma técnica prática para ser utilizada na rotina laboratorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Kushikawa Saeki Saeki, Instituto Adolfo Lutz
Pesquisador Científico da área de Bacteriologia do Instituto Adolfo Lutz - CLR IAL Presidente Prudente -V
Publicado
2015-07-01
Seção
Short Communications / Comunicações curtas