AVALIAÇÃO DO MELOXICAM PARA O TRATAMENTO DA INFLAMAÇÃO E DA DOR ASSOCIADAS À OPERAÇÕES ORTOPÉDICAS EM CÃES

  • José Ademar Villanova Junior Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Dariane Cristina Catapan Pontifícia Universidade Católica do Paraná Faculdade da Indústria - São José dos Pinhais
  • José Eduardo Basílio de Oliveira Gneiding Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Deivid Roni Ribeiro Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Luiz Guilherme Achcar Capriglione Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Cláudia Turra Pimpão Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Resumo

Meloxicam é um anti-inflamatório não esteroidal amplamente utilizado em cães para o alívio sintomático da inflamação e dorde intensidade leve a moderada. O objetivo do presente estudo foi avaliar a eficácia e segurança do meloxicam em cães adultos não politraumatizados que foram submetidos à operações ortopédicas. Foram avaliados 47 cães que foram operados na Unidade Hospitalar para Animais de Companhia da xxx, durante o período de seis meses. Estes cães receberam por via subcutânea, meloxicam na dose de 0,2 mg/kg de peso no dia do procedimento cirúrgico e, subsequente, a dose de 0,1 mg/kg por via oral a cada 24 horas, por um período que variou de sete a 14 dias. A eficácia foi avaliada por escalas visuais numéricas de dor e de deambulação e questionário especialmente elaborado para este estudo. A segurança foi avaliada com base nos sinais clínicos e eventos adversos relatados. Os cães sem raça definida representaram a maior parte dos cães (40,42%) e a operação mais frequente foi osteossíntese em diáfise de osso longo (42,55%). A média de dias de tratamento com meloxicam foi de 9,11 dias, nenhum cão precisou de analgesia de resgate, 22 dias foi o tempo médio para os cães recuperarem a funcionalidade do membro. Somente três animais apresentaram efeitos adversos decorrentes do uso do fármaco (vômito, epigastralgia e hiporexia), representando 6,38%. Conclui-se que a atividade anti-inflamatória e analgésica do meloxicam, na posologia estudada, apresentou-se eficiente em situações pós-operatórias musculoesqueléticas com baixos índices de efeitos colaterais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Ademar Villanova Junior, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Professor Doutor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Dariane Cristina Catapan, Pontifícia Universidade Católica do Paraná Faculdade da Indústria - São José dos Pinhais
Doutoranda em Saúde, Tecnologia e Produção Animal Integrada pela PUCPR. Professora da Faculdade da Indústria - São José dos Pinhais.
José Eduardo Basílio de Oliveira Gneiding, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Doutorando em Saúde, Tecnologia e Produção Animal Integrada pela PUCPR.
Deivid Roni Ribeiro, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Mestrando em Ciência Animal pela PUCPR
Luiz Guilherme Achcar Capriglione, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Professor Mestre da Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Cláudia Turra Pimpão, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Professora PhD da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Coordenadora do Curso de Medicina Veterinária da PUCPR.
Publicado
2016-01-01
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor (es)