COMPORTAMENTO HIGIÊNICO EM COLÔNIAS DE ABELHAS AFRICANIZADAS SUBMETIDAS À INGESTÃO DE PÓLENS DE MILHO TRANSGÊNICO E CONVENCIONAL

  • LUCILENE DE ABREU Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó
  • James Arruda Salomé SEBRAE
  • Afonso Inácio Orth Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Resumo

Em Apis mellifera as próprias abelhas realizam um controle biológico da colônia contra agentes infecciosos causadores de doenças de crias, evitando assim a necessidade do uso de produtos químicos, e que a doença seja transmitida para toda a colônia. Fatores externos, como a qualidade do alimento podem influenciar a frequência do comportamento higiênico (CH). O pólen é um alimento importante para as larvas e abelhas jovens após a emergência. Enquanto são alimentados com pólen, ocorre o desenvolvimento de estruturas fisiológicas envolvidas no olfato e performances de aprendizagem, portanto, os efeitos do pólen contendo proteínas transgênicas (PTs) merecem atenção. Objetivou-se avaliar o CH em colmeias submetidas à ingestão de pólens de milho transgênico e convencional. As dietas fornecidas as abelhas constituíram-se dos tratamentos: pólen de milho convencional; pólen de milho transgênico expressando as PTs Cry1A.105 e Cry2Ab2; pólen de milho transgênico expressando as PTs Cry1A.105, Cry2Ab2 e CP4-EPSPS; dieta sem pólen de milho e dieta controle. Perfurou-se uma área com 100 células, e uma área vizinha foi delimitada para constituir o controle. Após após 24 h foi realizada a contagem de células vazias. Os resultados demonstraram diferenças significativas entre os tratamentos. Todos os tratamentos apresentaram média superior a 80% de CH. Porém, ao longo das avaliações ocorreu uma diminuição gradativa da taxa de CH para os tratamentos que continham PTs. Ainda que os dois tratamentos tenham confirmado CH, esta diminuição pode ser indicativo de efeitos sub-letais do pólen de milho transgênico sobre o CH das colmeias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

LUCILENE DE ABREU, Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó
Professora titular, Curso de Agronomia, Área de Ciências Exatas e Ambientais
James Arruda Salomé, SEBRAE
Biólogo, Dr.
Afonso Inácio Orth, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Prof. Dr. Titular UFSC
Publicado
2016-01-01
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa