CONHECIMENTO DE TUTORES DE CÃES SOBRE TUMOR DE MAMA EM CADELAS

  • Cláudia da Silva Magalhães
  • Wagner Costa Lima
  • Dayanne Anunciação Silva Dantas Lima
  • Ana Maria Quessada
  • Daniel Enrico Müller Dornelles
  • João Moreira da Costa Neto

Resumo

Os tumores mamários (TM) são frequentes na espécie canina, sendo que a etiologia pode estar relacionada a diversos fatores, sendo o mais importante o fator hormonal. Devido a isso, a castração precoce é a principal forma de se prevenir a doença em cadelas. Este trabalho teve o objetivo de entrevistar tutores de cães na cidade de Teresina, a respeito do tumor de mama em cadelas. Foram abordadas 420 pessoas na cidade e observou-se que a maioria das pessoas não leva seu animal regularmente ao veterinário. Tal conduta diminui a possibilidade de diagnóstico precoce, fundamental em TM de cadelas. A maioria das pessoas respondeu que não castraria seu animal, demonstrando que não estão dispostos a adotar condutas importantes na guarda responsável. Dentre os que concordam com a castração, a anticoncepção foi apontada como principal motivo para muitos entrevistados. A maioria dos entrevistados (71,19%) não sabia que cadelas podem ter TM e dentre as pessoas que afirmaram saber, a maioria não sabia como prevenir a doença. Apenas 8,24% das pessoas citaram a castração antes do primeiro cio como conduta profilática para TM em cadelas. Diante dos resultados obtidos, constata-se que os habitantes de Teresina não possuem informações adequadas e suficientes a respeito de tumores mamários em cães. Sugere-se a instituição de campanhas educativas para diminuir a morbidade e mortalidade da enfermidade em cadelas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-03-21
Seção
Short Communications / Comunicações curtas

Artigos mais lidos pelo(s) mesmo(s) autor(es)