Seroprevalence of Neospora caninum in dairy cattle and dogs from the Agreste region of the State of Paraíba

  • Lidio Ricardo Bezerra de Melo UFCG
  • Thais Ferreira Feitosa IFPB
  • Vinícius Longo Ribeiro Vilela IFPB
  • Ana Célia Rodrigues Athayde UFCG
  • Sérgio Santos Azevedo UFCG
  • Hilda Fátima de Jesus Pena Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP Departamento de Medicina Veterinária Preventiva

Resumo

Among the protozoa of veterinary importance, Neospora caninum is responsible for large economic and productive losses in cattle herds, with dogs being considered the definitive hosts of the parasite. The objective of this research was to study the prevalence of anti-N. caninum antibodies and the infection risk factors in dairy cattle and dogs in the Gado Bravo municipality of the Agreste region in Paraíba State, Brazil. Blood sera from 220 cows and 20 dogs were used, altogether obtained from a total of 21 farms. For detection of the anti-N. caninum IgG antibodies, the indirect immunofluorescence reaction was performed. Sera that reacted at dilutions of ≥1:200 and 1:50 for the cows and dogs, respectively, were considered positive. The analysis of risk factors was performed with the variables most associated with N. caninum infection, obtained by epidemiological questionnaire. The prevalence of anti-N. caninum antibodies was 12.27% among the cows and 57.14% on rural properties where at least one cow was positive. Among the dogs studied, a prevalence of 25% was observed. The non-vaccination of dogs against viruses, leptospirosis, or giardiasis was considered a risk factor associated with seroprevalence for N. caninum infection (odds ratio = 9.33). Therefore, it can be concluded that dairy cattle and dogs from rural properties in the Agreste region are very likely exposed to the infection caused by N. caninum.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lidio Ricardo Bezerra de Melo, UFCG
Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), sendo o aluno laureado da turma concluinte. Atualmente é mestrando em Medicina Veterinária pelo Programa de pós-graduação em Medicina veterinária (PPGMV) da UFCG, obtendo a 1ª colocação das vagas ofertadas.Tem experiência na área de Medicina Veterinária Preventiva, Saúde Pública, Parasitologia Veterinária. Atua nos seguintes temas: controles das helmintoses de caprinos e ovinos do semiárido, helmintoses gastrintestinais, plantas anti-helmínticas, protozoários de importância veterinária.
Thais Ferreira Feitosa, IFPB
É graduada em Medicina Veterinária, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Foi Bolsista do PROBEX, PIBIC, Monitora e estagiária do Laboratório de Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos/CSTR/UFCG. Tem experiência na área de Doenças Parasitárias de Animais, com ênfase em avestruzes, caprinos, ovinos e bovinos. Atua principalmente nos seguintes temas: caprinovinocultura, helmintoses gastrintestinais, fitoterapia, plantas anti-helmínticas, Método FAMACHA. Atualmente é doutoranda pelo Programa de pós-graduação em Medicina veterinária (PPGMV) da UFCG e professora efetiva do instituto Federal da Paraíba na Unidade Acadêmica de Medicína Veterinária, Campus Sousa.
Vinícius Longo Ribeiro Vilela, IFPB
Possui Graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) em 2010, Mestrado (2012) e Doutorado (2014) em Medicina Veterinária pelo Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária da UFCG. Atualmente é bolsista de Pós-Doutorado Júnior PDJ/CNPq pelo PPGMV/ UFCG. É Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Campus Sousa, lecionando as disciplinas de Parasitologia Veterinária, Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos e Doenças Infectocontagiosas dos Animais Domésticos no curso de Bacharelado em Medicina Veterinária.
Ana Célia Rodrigues Athayde, UFCG
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal da Paraíba (1984), mestrado em Ciência Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1995) e doutorado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2002). Atualmente é professora associado da Unidade Acadêmica de Ciências Biológicas/CSTR da Universidade Federal de Campina Grande. é Diretora do Centro de Saúde e Tecnologia Rural do Campus de Patos/UFCG. Tem experiência nas áreas de Ciências Agrárias (Medicina Veterinária) e Ciências Biológicas (Biologia), com ênfase em Epidemiologia Aplicada, Parasitologia e Programas de Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: caprinos, biologia parasitária, helmintoses, ectoparasitoses, fungos entomopatogênicos e etnoveterinária (plantas medicinais).
Sérgio Santos Azevedo, UFCG
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal da Paraíba (2000), mestrado em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses pela Universidade de São Paulo (2002) e doutorado em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses pela Universidade de São Paulo (2006). Atualmente é Professor Associado (Nível II) - Universidade Federal de Campina Grande. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Medicina Veterinária Preventiva, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia animal, zoonoses, fatores de risco, geoprocessamento.
Hilda Fátima de Jesus Pena, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP Departamento de Medicina Veterinária Preventiva
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade de São Paulo (1986), mestrado em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses pela Universidade de São Paulo (1997) e doutorado em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é técnica especializada de nível superior da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia/USP, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal (VPS), responsável pelo gerenciamento dos laboratórios de Doenças Parasitárias e diagnóstico de rotina desse setor. Tem experiência de pesquisa na área de Doenças Parasitárias, com ênfase em Protozoologia Parasitária Animal, atuando principalmente nos seguintes temas: Toxoplasma gondii (isolamento e caracterização molecular), Cryptosporidium, Neospora e Sarcocystis. Habilitada no quadro de orientadores do Programa de pós-graduação do VPS, podendo, segundo normas da Universidade, orientar pontualmente (um aluno por vez). Consultora ad hoc da FAPESP, CNPq e de várias revistas científicas nacionais e internacionais. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq, Nível 2 entre 2011 E 2014.
Publicado
2017-04-18
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa