ATRIBUTOS QUÍMICOS DO SOLO EM BANANAL FERTIRRIGADO COM ÁGUA RESIDUÁRIA SANITÁRIA TRATADA

Palavras-chave: Reúso de água. Esgoto. Efluente. Sódio. Nutrição de plantas.

Resumo

Estabelecer os efeitos da aplicação de águas residuárias nos atributos químicos do solo permite o reúso agrícola seguro desses efluentes. Objetivou-se avaliar as alterações nos atributos químicos de um Latossolo no semiárido, cultivado com banana ‘Prata-Anã’ fertirrigada com diferentes doses de água residuária sanitária após tratamento terciário (ART) da Estação de Tratamento de Esgoto de Janaúba – MG. O experimento foi conduzido no delineamento em blocos completos casualizados. As doses de ART avaliadas foram equivalentes a 70, 130, 170 e 200% do limite de 150 kg ha-1 ano-1 de Na aportado ao solo, sendo também conduzido uma testemunha, sem ART. Ao final do primeiro ciclo de cultivo, foram coletadas amostras de solo nas profundidades de 0-0,2, 0,2-0,4, 0,4-0,6 e 0,6-0,8 m, determinando-se alguns atributos químicos. O uso de ART aumenta o pH do solo e reduz o teor de Al trocável, contribuindo para a substituição parcial do uso de corretivos de acidez. No entanto, com o aumento no teor de Na mais rápido que a CE do solo ao final do primeiro ciclo de produção da bananeira ‘Prata-anã’, há tendência de alterações nas propriedades físicas do solo em longo prazo, com a utilização da ART. No curto prazo, o uso de ART não influencia os teores de MOS, P, Ca, Mg, H+Al, V e os micronutrientes no solo. As modificações nos atributos químicos do solo ao final do primeiro ciclo de produção da bananeira não se apresentam restritivas para o cultivo.

Referências

ALLEN, R. G. et al. Evapotranspiracióndel cultivo: guias para ladeterminación de losrequerimientos de agua de los cultivos. Rome: FAO, 2006. 320 p. (FAO Irrigationand Drainage, 56).

ALVAREZ V, V. H. et al. Interpretação dos resultados das análises de solos. Recomendação para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais - 5a aproximação, p. 19–24, 1999.

ALVES, P. F. S. et al. Soil physical attributes in chemigated banana plantation with wastewater. Engenharia Agrícola, v. 35, n. 6, p. 998-1008, 2015.

ANAMI, M. H. et al. Deslocamento miscível de nitrato e fosfato proveniente de água residuária da suinocultura em colunas de solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 12, n. 1, p. 75–80, 2008.

AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION - APHA; AMERICAN WATER WORKS ASSOCIATION – AWWA; WATER ENVIRONMENT FEDERATION - WEF.Standard methods for the examination of water and wastewater. 22 ed. Washington: APHA/AWWA/WEF, 2012. 1360 p.

AYERS, R. S.; WESTCOT, D. W. A qualidade da água na agricultura. Traduzido por GHEYI, H. R. et al. Campina Grande: UFPB/FAO, 1991. 218p. (FAO. Estudos Irrigação e Drenagem, 29)

BEDBABIS, S. et al. Effect of irrigation with treated wastewater on soil chemical properties and infiltration rate. Journal of Environmental Management, v. 133, n. 15, p. 45–50, 2014.

BLUM, J. et al. Nitrogen and Phosphorus leaching in a tropical Brazilian soil cropped with sugarcane and irrigated with treated sewage effluent. Agricultural Water Management, v. 117, n. 31, p. 115-122, 2013.

BORGES, A. L. Recomendação de adubação para a bananeira. Cruz das Almas: EMBRAPA, 2004. 4p. (Comunicado Técnico, 106).

BRASIL. Resolução CONAMA nº 357/2005, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial da União, 18 de março de 2005, p. 58-63.

CAVALCANTE, L. F. et al. Fontes e níveis da salinidade da água na formação de mudas de mamoeiro cv. Sunrise solo. Semina: Ciências Agrárias, v. 31, n. 4, p. 1281–1290, 2010.

CORRÊA, M. M. et al. Atributos físicos, químicos e mineralógicos de solos da região das Várzeas de Sousa (PB). Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 27, n. 2, p. 311–324, 2003.

DUARTE, A. S. et al. Efeitos da aplicação de efluente tratado no solo: pH, matéria orgânica, fósforo e potássio. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 12, n. 3, p. 302–310, 2008.

DUARTE, I. N.; PEREIRA, H. S.; KORNDÖRFER, G. H. Lixiviação de potássio proveniente do termopotássio. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 43, n. 2, p. 195–200, 2013.

ELGALLAL, M.; FLETCHER, L.; EVANS, B. Assessment of potential risks associated with chemicals in wastewater used for irrigation in arid and semiarid zones: A review. Agricultural Water Management, v. 177, s/n, p. 419–431, 2016.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Embrapa-SPI, 2013. 353 p.

ERTHAL, V. J. T. et al. Alterações físicas e químicas de um Argissolo pela aplicação de água residuária de bovinocultura. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 14, n. 5, p. 467–477, 2010.

FERREIRA, D. C. et al. Nutrient inputs in soilcultivatedwithcoffeecropfertigatedwithdomesticsewage. Ambiente&Água-An Interdisciplinary Journal of Applied Science, v. 6, n. 3, p. 77–85, 2011.

FERREIRA, P. A.; DILVA, J. B. L. da; RUIZ, H. A. Aspectos físicos e químicos de solos em regiões áridas e semi-áridas. In: GHEYI, H. R.; DIAS, N. S.; LACERDA, C. F. (Eds.). Manejo da salinidade na agricultura. 2 ed. Fortaleza, INCT Sal, 2016. cap. 3, p. 17-34.

GOMES, E. R. S. et al. Movimento de nitrato proveniente de água residuária em colunas de solos. Engenharia Agrícola, v. 24, n. 3, p. 557-568, 2004.

KHAN, M. A.; ABDULLAH, Z. Salinity–sodicity induced changes in reproductive physiology of rice (Oryza sativa) under dense soil conditions. Environmental and Experimental Botany, v. 49, n. 2, p. 145–157, 2003.

LARCHER, W. Ecofisiologia Vegetal. 5 ed. São Carlos, SP: RIMA Artes e Textos, 2005. 550 p.

MEDEIROS, S. de S. et al. Características químicas do solo sob algodoeiro em área que recebeu água residuária da suinocultura. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 35, n. 3, p. 1047–1055, 2011.

MEDEIROS, S. de S. et al. Utilização de água residuária de origem doméstica na agricultura: estudo das alterações químicas do solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 9, n. 4, p. 603–612, 2005.

MOTA, S.; VON S. M. Nutrientes de esgoto sanitário: utilização e remoção. Rio de Janeiro, RJ: ABES, 2009. 428 p.

OLIVEIRA, M. V. A. M. de; VILLAS BÔAS, R. L. Uniformidade de distribuição do potássio e do nitrogênio em sistema de irrigação por gotejamento. Engenharia Agrícola, v. 28, n. 1, p. 95–103, 2008.

OLIVEIRA, S. L. et al. Uso da irrigação e da fertirrigação na produção integrada da banana no Norte de Minas Gerais. Cruz das Almas, BA. Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2005. 7p. (Circular Técnica, 77).

OLIVEIRA, P. C. P. et al. Soil chemistry after irrigation with treated wastewater in semiarid climate. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 40, n. 1, p. 1-13, 2016.

PIZARRO CABELLO, F. Riegos localizados de alta frecuencia (RLAF): goteo, microaspersión, exudación. 3 ed. Madrid: Ediciones Mundi-Prensa, 1996. 511 p.

QUEIROZ, F. M. et al. Características químicas de solo submetido ao tratamento com esterco líquido de suínos e cultivado com gramíneas forrageiras. Ciência Rural, v. 34, n. 5, p. 1487-1492, 2004.

RAHEB, A.; HEIDARI, A.; MAHMOODI, S. Organic and inorganic carbon storage in soils along an arid to dry sub-humid climosequence in northwest of Iran. Catena, v. 153, s/n, p. 66–74, 2017.

SANDRI, D.; ROSA, R. de R. B. Atributos químicos do solo irrigado com efluente de esgoto tratado, fertirrigação convencional e água de poço. Irriga, v. 22, n. 1, p. 18–33, 2017.

SANTOS, S. R.; et al. Changes in soil chemical properties promoted by fertigation with treated sanitary wastewater. Engenharia Agrícola, v. 37, n. 2, p. 343-352, 2017.

SANTOS, S. R. et al. Short-term changes in soil properties due to sanitary wastewater irrigation used as a potassium source. Australian Journal of Crop Science, v. 9, n. 8, p. 713-720, 2015.

SILVA, J. T. A.; CARVALHO, J. G..Propriedades do solo, estado nutricional e produtividade de bananeiras “prata anã” (aab) irrigadas com águas calcárias. Ciência e Agrotecnologia, v. 28, n. 2, p. 332–338, 2004.

SMANHOTTO, A. et al. Cobre e zinco no material percolado e no solo com a aplicação de água residuária de suinocultura em solo cultivado com soja. Engenharia Agrícola, v. 30, n. 2, p. 347–357, 2010.

SOUZA, J. A. R.; MOREIRA, D. A. Efeitos do uso da água residuária da suinocultura na condutividade elétrica e hidráulica do solo. Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia, v. 7, n. 3, p. 134–143, 2010.

XU, J. et al. Impact of long-term reclaimed wastewater irrigation on agricultural soils: a preliminary assessment. Journal of Hazardous Materials, v. 183, n. 1-3, p. 780-786, 2010.

Publicado
2019-04-01
Seção
Engenharia Agrícola