COMPORTAMENTO DE NOVILHAS PANTANEIRA E GIROLANDO CRIADAS EM PASTAGENS NAS QUATRO ESTAÇÕES DO ANO

Palavras-chave: Gado naturalizado. Conforto animal. Etologia. Sombra.

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a dinâmica alimentar e fisiológica de novilhas Pantaneira e Girolando criadas em pastagem e a preferência por três tipos de sombras naturais. Foram utilizados 14 animais, sete de cada raça, com peso médio de 328 kg (Pantaneira) e 430 kg (Girolando). O pasto consistia em Panicum maximum. Foi avaliado o comportamento dos animais em áreas abertas e sob as copas das árvores (Anadenanthera colubrina; Terminalia argentea e Mangifera indica). Duas observações de 24 horas foram realizadas por estação, totalizando 192 horas de coleta de dados. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, utilizando arranjos fatorial 4 × 2 × 3 (estação × raça × copa) e 4 × 2 (estação e raça), com 7 repetições. M. indica foi a espécie arbórea preferida pelas duas raças em todas as estações. Os animais Girolando permaneceram mais tempo sob o dossel das árvores durante o inverno e a primavera. A dinâmica alimentar das duas raças foi semelhante, com efeito sazonal nas variáveis de ruminação em pé (RP) e interação social, com Girolando gastando mais tempo de RP na primavera (230,0 min) e menor interação no verão (53,57 min). Animais Girolando procuraram por água com mais frequência durante o verão. Não foram encontradas diferenças estatísticas ou interações entre fatores para micção e defecação dos animais, exceto para a defecação no período de verão, que foi maior que nas demais estações.

Referências

BALISCEI, M. A. et al. Microclimate without shade and silvopastoral system during summer and winter. Acta Scientiarum. Animal Sciences, v. 35, n. 1, p. 49-56, 2013.

BARBOSA, B. R. P. et al. Tolerância ao calor em bovinos das raças Nelore branco, Nelore vermelho e Pantaneira. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 15, n. 4, p. 854–865, 2014.

BIANCHINI, E. et al. Características corporais associadas com a adaptação ao calor em bovinos naturalizados brasileiros. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 41, n. 9, p. 1443–1448, 2006.

BIAVATTI, H. A. Z.; BERBER, G. C. M.; BERBER, R. C. A. Produção de Leite em Sistemas Integrados. Scientific Electronic Archives, v. 7, s/n., p. 1–16, 2014.

CARVALHO, G. A. et al. Relationship between thermal comfort indices and internal temperature of grazing lactating Holstein × Gyr cows in western Amazonia. Acta Amazonica, v. 48, n. 3, p. 191-196, 2018.

DAMASCENO, J. C.; BACCARI JÚNIOR, F.; TARGA, L. A. Respostas comportamentais de vacas holandesas, com acesso à sombra constante ou limitada. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 34, n. 4, p. 709–715, 1999.

DANI, S. U.; OLIVEIRA, M. V. M. Patents: Universities are right to partner. Nature, v. 502, n. 7472, p. 448, 2013.

DE MORAES, A. L. Suplementação de bovinos de corte em sistema de pastejo. Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde, v. 16, n. 5, p. 97–112, 2012.

DE OLIVEIRA, C. C. et al. Thermal comfort indices assessed in integrated production systems in the Brazilian savannah. Agroforestry systems, v. 92, n. 6, p. 1659-1672, 2018.

FACURI, L. M. et al. Ingestive behavior of heifers supplemented with glycerin in substitution of corn on Brachiaria brizantha pasture. Asian-Australasian Journal of Animal Sciences, v. 27, n. 11, p. 1584–1592, 2014.

FERRO, D. A. C. et al. Physiological and behavioral responses of Nellore steers to artificial shading in an intensive production system. Semina: Ciências Agrárias, v. 37, n. 1, p. 2785-2792, 2016.

GARRY, L. A., SHERRITT, G. W., HALE, E. B. Behavior of Charolais cattle on pasture. Journal of Animal Science, v. 30, n. 2, p. 303-306, 1970.

GREGORINI, P. et al. Effect of herbage depletion on short-term foraging dynamics and diet quality of steers grazing wheat pastures. Journal of Animal Science, v. 89, n. 11, p. 3824–3830, 2011.

KARVETTE, J. N. et al. Shading effect on microclimate and thermal comfort indexes in integrated crop-livestock-forest systems in the Brazilian Midwest. International Journal of Biometeorology, v. 60, n. 12, p. 1933-1941, 2016.

LEME, T. M. S. P. et al. Comportamento de vacas mesticas holandes x zebu, em pastagem de Brachiaria decumbens em sistema silvipastoril. Ciência Agrotecnologia, v. 29, n. 3, p. 668–675, 2005.

LESS, A. M. et al. Effect of heat stress on rumen temperature of three breeds of cattle. International Journal of Biometeorology, v. 62, n. 2, p. 207-215, 2018.

LOUREIRO, V. R.; BARBOSA, E. J. S. Cidade de Belém e natureza: uma relação problemática?. Novos Cadernos NAEA, v. 13, n. 1, p. 105–134, 2010.

NEPOMUCENO, C. F. et al. Controle de absição foliar e morfogênese in vitro em culturas de Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan var. cebil (Griseb) Altschul. Revista Árvore, v. 31, n. 5, p. 967–975, 2007.

OLIVEIRA, M. V. M. et al. Comportamento ingestivo de novilhas Pantaneiras mantidas em regime de confinamento. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 16, n. 3, p. 688–698, 2015.

OTSUBO, H. C. B. et al. Variação genética para caracteres silviculturais em três espécies arbóreas da região do bolsão Sul-mato-grossense. Cerne, v. 21 n. 4, p. 535-544. 2015.

PAULA, E. J. H. et al. Simulação dos impactos da seleção para crescimento e habilidade materna sobre a eficiência reprodutiva de um rebanho Nelore. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 11, n. 3, p. 641–650, 2010.

PROHMANN, P. E. F. et al. Método de amostragem e caracterização química da forragem consumida por bovinos em pasto consorciado de aveia e azevém. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 64, n. 4, p. 953-958, 2012.

R Development Core Team. A language and environment for statistical computing. R Found. Stat. Comput. 2016.

RASHAMOL, V. P. et al. Physiological adaptability of livestock to heat stress: an updated review. Journal of Animal Behaviour and Biometeorology, v. 6, n. 3, p. 62-71, 2018.

RODRIGUES, A. L.; SOUZA, B. B.; PEREIRA FILHO, J. M. Influência do sombreamento e dos sistemas de resfriamento no conforto térmico de vacas leiteiras. Agropecuária Científica no Semi-Árido, v. 6, n. 2, p. 14–22, 2010.

SAIZI, T.; MPAYIPHELI, M.; IDOWU, P. A. Heat tolerance level in dairy herds: a review on coping strategies to heat stress and ways of measuring heat tolerance. Journal of Animal Behaviour and Biometeorology, v. 7, n. 2, p. 39-51, 2019.

SCHÜTZ, K. E. et al. Dairy cows prefer shade that offers greater protection against solar radiation in summer: Shade use, behaviour, and body temperature. Applied Animal Behaviour Science, v. 116, n. 1, p. 28–34, 2009.

SHIOTA, Á. M. et al. Parâmetros fisiológicos, características de pelame e gradientes térmicos em novilhas nelore no verão e inverno em ambiente tropical. Bioscience Journal, v. 29, n. 1, p. 1687–1695, 2013.

SILVA, T. P. D. E et al. Efeito da exposição à radiação solar sobre parâmetros fisiológicos e estimativa do declínio na produção de leite de vacas mestiças (Holandês X Gir ) no sul do estado do Piauí. Comunicata Scientiae, v. 3, n. 4, p. 299–305, 2012.

TRIPON, I. et al. Effects of seasonal and climate variations on calves’ thermal comfort and behaviour. International Journal of Biometeorology, v. 58, n. 7, p. 1471-1478, 2014.

VAN SOEST, P. J. Nutritional ecology of the ruminant. 2.ed. Ithaca: Cornell University Press, 1994. 476 p.

VILELA, L. et al. Sistemas de integração lavoura - pecuária na região do Cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 10, p. 1127–1138, 2011.

Publicado
2019-08-27
Seção
Zootecnia