AGREGADOS BIOGÊNICOS E FISIOGÊNICOS SOB DIFERENTES CULTIVOS COM AVEIA PRETA NO MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO, RJ

Palavras-chave: Plantas de cobertura. Biogênese de agregados. Desastre ambiental.

Resumo

Avaliou-se a eficiência da aveia preta na recuperação da agregação do solo e quantificou-se os teores dos nutrientes nos agregados biogênicos e fisiogênicos em áreas de cultivo de Nova Friburgo, RJ. A paisagem foi estratificada nas secções: superior - com o emprego de aveia preta, adubada e outra não adubada; e inferior: com aveia preta adubada, outra com consórcio de aveia preta, nabo forrageiro e ervilhaca com adubação. Ambas as secções tinham área adjacente de floresta. Os agregados foram separados quanto às vias de formação quantificando-se a porcentagem de massa em cada via de formação. Foram analisados: estabilidade dos agregados, teores de nutrientes e conteúdo de carbono orgânico. Na parte superior, na área adubada verificou-se a maior porcentagem de agregados biogênicos associada a maiores valores de carbono orgânico total, e fertilidade. Nessa área também foram observados maiores valores de diâmetro médio ponderado e o diâmetro médio geométrico dos agregados. Na parte inferior, na área de consórcio foi quantificada a maior porcentagem de agregados biogênicos e quantificados os menores teores de P, Ca+2, Mg+2 e K+. Os sistemas de manejo influenciaram nas vias de formação dos agregados. A classificação morfológica representa uma importante ferramenta para o monitoramento do manejo do solo. A aveia preta promoveu o aumento da formação dos agregados biogênicos, os quais se comportaram como compartimentos de reservas de nutrientes.

 

Referências

AL-KAISI, M. M.; DOUELLE, A.; KWAW-MENSAH, D. Soil microaggregate and macroaggregate decay over time and soil carbon change as influenced by different tillage systems. Journal of Soil and Water Conservation, 69: 574-580, 2014.

BARRADAS, C. A. A. et al. Comportamento de adubos verdes de inverno na região serrana fluminense Pesquisa Agropecuária Brasileira, 36: 1461-1468, 2001.

BARROS, D. L.; GOMIDE, P. H. O.; CARVALHO, G. J. Plantas de cobertura e seus efeitos na cultura em sucessão. Bioscience Journal, 29: 308-318, 2013.

BATISTA, I. et al. Caracterização dos agregados em solos sob cultivo no Cerrado, MS. Semina: Ciências Agrárias, 34: 1535-1548, 2013.

BOCHNER, J. K. et al. Matéria orgânica e agregação de um Planossolo sob diferentes, coberturas florestais. Cerne, 14: 46-53, 2008.

BRANDÃO, E. D.; SILVA, I. F. Formação e estabilização de agregados pelo sistema radicular de braquiária em um Nitossolo Vermelho. Ciência Rural, 42: 1193-1199, 2012.

BRONICK, C. J.; LAL, R. Soil structure and management: a review. Geoderma, 124: 3-22, 2005.

BRUSSAARD, L. et al. Soil fauna and soil function in the fabric of the food web, Pedobiologia, 50: 447-462, 2007.

BULLOCK, P. et al. Handbook for soil thin section description. Albrighton, England: Waine Research Publications, 1985. 152 p.

COQ, S. et al. Earthworm activity affects soil aggregation and organic matter dynamics according to the quality and localization of crop residues - An experimental study (Madagascar). Soil Biology & Biochemistry, 39: 2119-2128. 2007.

CRUSCIOL, C. A. C. et al. Taxas de decomposição e de liberação de macronutrientes da palhada de aveia preta em plantio direto. Bragantia, 67: 481-489, 2008.

CUNHA, E. Q. et al. Sistemas de preparo do solo e culturas de cobertura na produção orgânica de feijão e milho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 35: 589-602, 2011.

DEMARCHI, J. C.; PERUSI, M. C.; PIROLI, E. L. Análise da estabilidade de agregados de solos da microbacia do Ribeirão São Domingos, Santa Cruz do Rio Pardo, SP, sob diferentes tipos de uso e ocupação. Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia, 4: 7-29, 2011.

DONAGEMA, G. K. et al. Manual de métodos de análises de solos. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Embrapa Solos, 2011. 230 p. (Documentos Embrapa Solos, 132).

FERNANDES, J. C. F. et al. Characterization of biogenic, intermediate and physicogenic soil aggregates of areas in the brazilian Atlantic Forest. Revista Caatinga, 30: 59-67, 2017.

FERREIRA, E. B.; CAVALCANTI, P. P.; NOGUEIRA, D. A. ExpDes.pt: Experimental Designs pacakge (Portuguese). R package version 1.1.2. 2013.

FERREIRA C. R. et al. Dynamics of soil aggregation and organic carbon fractions over 23 years of no-till management. Soil & Tillage Research, 198: 1-9, 2020.

LOSS, A. et al. Carbon, nitrogen and natural abundance of 13C and 15N in biogenic and physicogenic aggregates in a soil with 10 years of pig manure application. Soil & Tillage Research, 166: 52-58, 2017.

LOSS, A. et al. Agregação, matéria orgânica leve e carbono mineralizável em agregados do solo. Revista de la Facultad de Agronomía, 113: 1-8, 2014.

LOSS, A. et al. Carbono orgânico total e agregação do solo em sistema de plantio direto agroecológico e convencional de cebola. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 39: 1212-1224, 2015.

MELO, A. V. et al. Extração de nutrientes e produção de biomassa de aveia-preta cultivada em solo submetido a dezoito anos de adubação orgânica e mineral. Semina: Ciências Agrárias, 32: 411-420, 2011.

MELO, T. R. et al. Biogenic aggregation intensifies soil improvement caused by manures. Soil & Tillage Research, 190: 186-193, 2019.

NOVAIS, R. F.; SMYTH, T. J. Fósforo em solo e planta em condições tropicais. 1 ed. Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, 1999. 399 p.

PAVINATO, P. S.; ROSOLEM, C. A. Disponibilidade de nutrientes no solo: decomposição e liberação de compostos orgânicos de resíduos vegetais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 33: 911-920, 2008.

PULLEMAN, M. M.; MARINISSEN, J. C. Y. Physical protection of mineralizable C in aggregates from long-term pasture and arable soil. Geoderma, 120: 273-282, 2004.

PULLEMAN, M. M. et al. Earthworms and management affect organic matter incorporation and microaggregate formation in agricultural soils. Applied Soil Ecology, 29: 1-15, 2005.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, 2015.

ROSSI, C. Q. et al. Atributos químicos e físicos de solo cultivado com oleráceas em microbacia hidrográfica, após desastre ambiental. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 39: 1764-1775, 2015.

SALTON, J. C. et al. Agregação e estabilidade de agregados do solo em sistemas agropecuários em mato grosso do sul. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 32: 11-21, 2008.

SANTOS, D. R. D. et al. Factors affecting the phosphorus availability and the fertilization management in no-tillage system. Ciência Rural, 38: 576-586, 2008.

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA E PECUÁRIA - SEAPEC-RJ. 2011. Agricultura Emergência - Diagnóstico do impacto das chuvas nas áreas agrícolas da região serrana do estado do Rio de Janeiro. Disponível em: < http://www.rj.gov.br>. Acesso em: 15 jun. 2012.

SILVA, T. R. et al. Cultivo do milho e disponibilidade de P sob adubação com cama-de-frango. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 15: 903-910, 2011.

SILVA, R. F. et al. Fauna edáfica influenciada pelo uso de culturas e consórcios de cobertura do solo. Pesquisa Agropecuária Tropical, 2: 130–137, 2013.

SILVA NETO, et. al. Aggregate formation and soil organic matter under different vegetation types in Atlantic Forest from Southeastern Brazil. Semina: Ciências Agrárias, 37: 3927-3939, 2016.

SIX, J. et al. Soil organic matter, biota and aggregation in temperate and tropical soils: effects of tillage. Agronomie, 22: 755–775, 2002.

STEINER, F. et al. Estoque de carbono orgânico no solo afetado por adubação orgânica e sistemas de culturas no Sul do Brasil. Semina: Ciências Agrárias, 33: 2775-2788, 2012.

TAVARES FILHO, J. et al. Atributos de solo determinantes para a estimativa do índice de estabilidade de agregados. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 47: 436-441, 2012.

VEZZANI, F. M.; MIELNICZUK, J. Agregação e estoque de carbono em Argissolo submetido a diferentes práticas de manejo agrícola. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 35: 213-223, 2011.

YEOMANS, J. C.; BREMNER, J. M. A. rapid and precise method for routine determination of organic carbon in soil. Communications in Soil Science and Plant Analisis, 19: 1467-1476, 1988.

Publicado
2020-05-22
Seção
Agronomia