DESEMPENHO AGRONÔMICO DE SUCESSÕES DE CULTURAS IRRIGADAS SOB PLANTIO DIRETO E CONVENCIONAL NO SEMIÁRIDO MINEIRO

Palavras-chave: Produtividade. Eficiência no uso da água. Semeadura direta. Norte de Minas Gerais.

Resumo

Objetivou-se com esse trabalho avaliar o desempenho agronômico e a eficiência do uso da água de sistemas de sucessão de culturas em preparo convencional (PC) e plantio direto (PD), em dois experimentos instalados na região norte de Minas Gerais. O experimento 1 foi constituído pelo plantio em sucessão de milho-grão / feijão-comum, e o experimento 2 constituído pelo plantio em sucessão de sorgo / milho-verde. Em ambos os experimentos, os tratamentos foram constituídos por dois sistemas de manejo (PC e PD), dispostos no esquema de faixas, em dois anos de cultivo, com dez repetições. Foram avaliadas a produtividade e os componentes de produção de cada cultura, além da eficiência no uso de água (EUA) pelas culturas instaladas nas safras de outono-inverno, dentro de cada sistema de sucessão. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, e, no caso de significância, as médias foram estudadas pelo próprio teste F a 5% de significância. Os resultados obtidos permitiram concluir que na sucessão milho-grão / feijão-comum, o PD aumenta a produtividade do milho em 21.45%, contudo, não há diferença entre os manejos para a produtividade feijão-comum. Na sucessão sorgo / milho-verde, o PD proporciona aumento da produtividade da matéria verde e matéria seca de sorgo em 39.65 e 84.26%, respectivamente, enquanto que no cultivo do milho-verde, o PD aumenta em 11.99 e 21.80%, respectivamente, a produtividade de espigas totais e comerciais. Nos dois sistemas de sucessão, o PD proporciona aumento na EUA pelas culturas, nas safras de outono-inverno.

Referências

AGUIAR, C. B. N. et al. Desempenho agronômico de híbridos de milho verde em função da adubação nitrogenada de cobertura. Revista de Ciências Agrárias, 55: 11-16, 2012.

ALBUQUERQUE, C. J. B. et al. Características agronômicas e bromatológicas dos componentes vegetativos de genótipos de sorgo forrageiro em Minas Gerais. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, 12: 164-182, 2013.

ALMEIDA, D. O. Fauna epiedáfica e atributos microbiologicos de solos sob sistemas de manejo no subtrópico brasileiro. 2012. 95 f. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

ALMEIDA, J. B. et al. O sensoriamento remoto aplicado ao estudo da desertificação na região semiárida do Norte de Minas Gerais. Revista Brasileira de Geomática, 2: 41-49, 2014.

ALMEIDA, V. et al. Comparação da viabilidade econômica da agricultura irrigada por pivô central em sistemas de plantios convencional e direto com soja, milho e tomate industrial. Global Science And Technology, 11: 256-273, 2018.

BIZARI, D. R. et al. Consumo de água e produção de grãos do feijoeiro irrigado em sistemas plantio direto e convencional. Ciência Rural, 39: 2073-2079, 2009.

CARMEIS FILHO, A. C. A. et al. Adubação nitrogenada no feijoeiro após a palhada de milho e braquiária no plantio direto. Revista Caatinga, 27: 66-75, 2014.

CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento. Observatório Agrícola: acompanhamento da safra brasileira de grãos. Safra 2020/21. Sexto levantamento, v. 8, n. 6. Brasília, 2020/21. Disponível em: <https://www.conab.gov.br/info-agro/safras/graos>. Acesso em: 01 abr. 2021.

CUNHA, P. C. R. da et al. Manejo da irrigação no feijoeiro cultivado em plantio direto. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 17: 735-742, 2013.

DALMAGO, G. A. et al. Retenção e disponibilidade de água às plantas, em solo sob plantio direto e preparo convencional. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 13: 855-864, 2009.

DUDA, G. P. et al. Perennial herbaceous legumes as live soil mulches and their effects on C, N and P of the microbial biomass. Scientia Agricola, 60: 139-147, 2003.

FARINELLI, R. et al. Adubação nitrogenada de cobertura no feijoeiro, em plantio direto e convencional. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 41: 307-312, 2006.

FARINELLI, R.; LEMOS, L. B. Nitrogênio em cobertura na cultura do milho em preparo convencional e plantio direto consolidados. Pesquisa Agropecuária Tropical, 42: 63-70, 2012.

FAVARATO, L. F. et al. Crescimento e produtividade do milho-verde sobre diferentes coberturas de solo no sistema plantio direto orgânico. Bragantia, 75: 497-506, 2016.

FIGUEIREDO, C. C.; RAMOS, M. L. G.; TOSTES, R. Propriedades físicas e matéria orgânica de um Latossolo Vermelho sob sistemas de manejo e cerrado nativo. Bioscience Journal, 24: 24-30, 2008.

GILLES, L. et al. Perdas de água, solo, matéria orgânica e nutriente por erosão hídrica na cultura do milho implantada em área de campo nativo, influenciadas por métodos de preparo do solo e tipos de adubação. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 33: 1427-1440, 2009.

GUAN, D. et al. Tillage practices affect biomass and grain yield through regulating root growth, root-bleeding sap and nutrients uptake in summer maize. Field Crops Research, 157: 89-97, 2014.

GUARESCHI, R. F.; PEREIRA, M. G.; PERIN, A. Carbono, nitrogênio e abundância natural de δ13C E δ15N em uma cronossequência de agricultura sob plantio direto no cerrado goiano. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 38: 1135-1142, 2014.

GÜEREÑA, D. T. et al. Maize productivity dynamics in response to mineral nutrient additions and legacy organic soil inputs of contrasting quality. Field Crops Research, 188: 113-120, 2016.

INMET - Instituto Nacional de Meteorologia. Banco de Dados Meteorológicos para Ensino e Pesquisa. Disponível em: <https://bdmep.inmet.gov.br/>. Acesso em: 17 nov. 2016.

LANDAU, E. C.; MAGALHÃES, P. C.; GUIMARÃES, D. P. Árvore do Conhecimento (Milho): Relações com o clima. Disponível em: < https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/milho/arvore/CONTAG01_17_168200511157.html>. Acesso em: 26 jun. 2020.

LEITE, D. M. et al. Desempenho da cultura do feijão em função de diferentes sistemas de cultivo. Engenharia na Agricultura, 21: 539-546, 2013.

MARASCA, I. et al. Propriedades físicas de um Nitossolo Vermelho em função dos sistemas de uso e manejo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 17: 1160-1166, 2013.

MELO, G. B. et al. Estoques e frações da matéria orgânica do solo sob os sistemas plantio direto e convencional de repolho. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 51: 1511-1519, 2016.

MENDONÇA, V. Z. et al. Liberação de nutrientes da palhada de forrageiras consorciadas com milho e sucessão com soja. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 39: 183-193, 2015.

MINGOTTE, F. L. C. et al. Sistemas de cultivo antecessores e doses de nitrogênio em cobertura no feijoeiro em plantio direto. Bioscience Journal, 30: 696-706, 2014.

MOREIRA, J. A. A. et al. Eficiência de uso de água pela cultura do milho (Zea mays) em função da cobertura do solo pela palhada no sistema plantio direto. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 2011, Fortaleza, CE. Anais... Fortaleza: Cadernos de Agroecologia, 2011, v. 6, p. 1-4.

MURGA-ORRILLO, H. et al. Influência da cobertura morta na evapotranspiração, coeficiente de cultivo e eficiência de uso de água do milho cultivado em cerrado. Irriga, 21: 352-364, 2016.

NASCIMENTO, F. N. et al. Parâmetros fisiológicos e produtividade de espigas verdes de milho sob diferentes lâminas de irrigação. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, 14: 167-181, 2015.

OLIVEIRA F. C. C. et al. Características químicas de um Argissolo e a produção de milho verde nos Tabuleiros Costeiros sergipanos. Agrária, 12: 354-360, 2017.

PANACHUKI, E. et al. Perdas de solo e de água e infiltração de água em Latossolo Vermelho sob sistemas de manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 35: 1777-1785, 2011.

PEREIRA, F. F. S. et al. Retenção de água em níveis de cobertura morta no feijoeiro irrigado em sistema plantio direto. Irriga, 20: 557-569, 2015.

PUGLIESI, A. C. V. et al. Valoração econômica do efeito da erosão em sistemas de manejo do solo empregando o método custo de reposição. Bragantia, 70: 113-121, 2011.

ROCHA, P. R. R. et al. Adubação molíbdica na cultura do feijão nos sistemas de plantio direto e convencional. Revista Caatinga, 24: 9-17, 2011.

SALES, R. P. et al. Organic matter fractions of an irrigated oxisol under no-till and conventional tillage in the brazilian semi-arid region. Revista Caatinga, 30: 303-312, 2017.

SALES, R. P. et al. Qualidade física de um Latossolo sob plantio direto e preparo convencional no semiárido. Revista Ciência Agronômica, 47: 429-438, 2016.

SANTOS, H. G. et al. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. rev. e ampl. Brasília, DF: Embrapa, 2013. 353 p.

SILVA, F. A. Produção de milho para ensilagem e espigas verdes em função de períodos de veranico nos sistemas de plantio direto e convencional. 2013. 86 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia: Área de Concentração em Agricultura Tropical) – Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, 2013.

SILVA, F. A. et al. Milho para ensilagem cultivado nos sistemas de plantio direto e convencional sob efeito de veranico. Semina: Ciências Agrárias, 36: 327-340, 2015.

TEÓFILO, T. M. S. et al. Eficiência no uso da água e interferência de plantas daninhas no meloeiro cultivado nos sistemas de plantio direto e convencional. Planta Daninha, 30: 547-556, 2012.

TIECHER, T. et al. Contribuição das fontes de sedimentos em uma bacia hidrográfica agrícola sob plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 38: 639-649, 2014.

YU, C. -L. et al. Responses of corn physiology and yield to six agricultural practices over three years in middle Tennessee. Scientific Reports, 6: 1-9, 2016.

Publicado
2021-12-22
Seção
Agronomia