A “REINSERÇÃO” SOCIAL DOS USUÁRIOS (AS) DOS CAPS II DO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ-RN SOB A ÓTICA DAS ASSISTENTES SOCIAIS.

  • Gleyson Henrique Lima Ferreira
  • Beatriz Dantas Gomes Bezerra
Palavras-chave: Saúde Mental, CAPS, Reinserção Social.

Resumo

Com a reforma psiquiátrica passa a se acreditar que vale a pena investir em um cuidado especializado que substitua o modelo hospitalocêntrico. Diante disso começam a surgir algumas propostas de inovação, como os serviços de atenção diária. Esses emergem com o objetivo de eliminar as violências vivenciadas pelas pessoas com transtorno mental nos espaços dos hospitais psiquiátricos. Com a emergência desses serviços extra hospitalares o termo “ reinserção” social passa a ser estudado, porém ainda é um termo novo que necessita ser discutido e problematizado. Esse artigo tem o objetivo de analisar o processo de “reinserção” social dos/as usuários/as dos CAPS II do município de Mossoró na visão das assistentes sociais, procurando compreender como se dá esse processo de “reinserção” social dos/as usuários/as do CAPS, identificando os desafios e os limites para reinserir esses sujeitos na sociedade.

Referências

BRASIL. Lei 10.216 de 06 de abril de 2001: Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redirecionam o modelo assistencial em saúde mental. Brasília. Disponível em www.planalto.gov.br. Acesso em 07 de maio de 2017.

JUNIOR, Benilton Bezerra. Desafios da Reforma Psiquiátrica no Brasil. Rev. Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, 17(2):243-250, 2007. Disponível em www.scielo.br. Acesso em 03 de maio de 2017.

OBID. Observatório Brasileiro de informações Sobre Drogas. Reinserção Social: Definição. Brasilia. 2007. Disponível em http://www.odib.senad.gov.br/portais/OBID/index.php

PASSOS, Fernanda Paranhos; AIRES, Suely. Reinserção social de portadores de sofrimento psíquico: o olhar de usuários de um centro de atenção psicossocial. Physis, Rio de Janeiro. Vol. 23, n° I, 2010. Disponível em www.scielo.br. Acesso em 09 de maio de 2017.

ROSA, Lúcia Cristina dos Santos. Transtorno Mental e o cuidado na família. 2 ed. São Paulo: Editora Cortez, 2008

TENÓRIO, F.: A reforma psiquiátrica brasileira, da década de 1980 aos dias atuais: história e conceito. História, Ciências, Saúde. Rio de Janeiro, vol. 9(1): 25-59, jan.-abr. 2002.
Publicado
10-10-2017