AUTISMO E O TRABALHO DOCENTE: REFLEXÕES SOBRE OS DESAFIOS ENCONTRADOS PARA A INCLUSÃO DE UMA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

  • Maria Andreza do Nascimento
  • Antonio Anderson Brito do Nascimento
  • Mariluze Riani Diniz dos Santos
Palavras-chave: Autismo. Dificuldades docentes. Educação Infantil.

Resumo

Este trabalho objetiva refletir os desafios encontrados por uma professora da Educação Infantil, tendo em vista o desenvolvimento e a inclusão escolar de uma aluna com Transtorno Espectro Autista (TEA). A pesquisa se configura de caráter qualitativo e nos detivemos às ideias apontadas pelos seguintes documentos e autores: Brasil (2003); Mello (2007) e Silva (2012). Realizamos também entrevista semiestruturada com uma docente que acompanha uma aluna autista, a fim de compreender seus desafios e as estratégias pedagógicas utilizadas para lidar com o TEA em sala de aula. Compreende- se que os estudos sobre o autismo vêm sendo realizados desde 1934 e, até os dias atuais, ainda há o que ser estudado devido à existência de características diferentes entre os autistas. Nesse cenário, o professor tem o papel fundamental no propósito de identificar o autismo, promover a interação da criança com os demais alunos, estimular sua comunicação/linguagem e garantir a progressão de sua aprendizagem.

Referências

COMPORTE-SE. Autismo – Breve Histórico. Disponível em:
Acesso em 10 de Abril. 2017.
BRASIL. Saberes e práticas da inclusão: dificuldades acentuadas de aprendizagem autismo - 2. ed. rev. - Brasília : MEC,SEESP. 2003. p.64. (Educação infantil; 3).
MELLO, Ana Maria S. Ros. Autismo: guia prático. 6.ed boração : Marialice de Castro Vatavuk. . 6.ed. São Paulo : AMA ; Brasília : CORDE, 2007 p.104: il. 21cm.
SILVA, Ana Beatriz Barbosa; GAIATO, Mayra Bonifacio; REVELES, LeandroThadeu. Mundo singular: entenda o autismo. Editora Fontana, 2012.
TAMANAHA, Ana Carina. Uma breve revisão histórica sobre a construção dos conceitos do Autismo Infantil e da síndrome Asperger. Departamento de Fonoaudiologia da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP – São Paulo (SP), Brasil. 2008.
Publicado
11-10-2017