A EDUCAÇÃO INCLUSIVA COMO OBJETO DE INTERVENÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL

  • Miriam Torres Lima
  • Anny Kaliny Soares Gomes
Palavras-chave: Educação Inclusiva, pessoas com deficiência, Serviço Social

Resumo

O presente artigo se insere na temática geral das políticas sociais públicas ao abordar a Política Nacional de Educação Especial adotada no Brasil após os anos 1990, período no qual as políticas sociais foram desmontadas em virtude da influência do ideário neoliberal, mas no qual a Política Nacional de Educação Especial pareceu desabrochar sob concepções e orientações político-pedagógicas ancoradas sob o debate dos direitos sociais. O objetivo é evidenciar os direitos garantidos pela legislação vigente as pessoas com deficiência, fazendo um resgate histórico dos pontos relevantes no processo de implementação da Educação Inclusiva no Brasil, e evidenciando esta enquanto direito social. Evidencia também como o Serviço Social se insere nesse processo histórico e como pode contribuir no processo de inclusão de pessoas com deficiência na Escola a partir do alinhamento entre o projeto ético político profissional e as premissas da Educação Inclusiva. De cunho qualitativo, o artigo foi desenvolvido através do método crítico-dialético por este permitir ao sujeito aproximar-se e apropriar-se das características do objeto, não que o conhecimento seja absoluto, mas por ele é possível apreender as múltiplas determinações dos processos sociais historicamente situados, possibilitando a apreensão do real como algo dinâmico e sujeito a transformações. Por fim, metodologia utilizada consistiu em pesquisa bibliográfica tendo em vista a necessidade de um maior aprofundamento acerca do objeto de estudo em questão.

Referências

ALMEIDA, Ney Luiz Teixeira. O Serviço Social na educação. Revista Inscrita
Conselho Federal de Serviço Social. Brasília, n.6, ano 3, jul. 2000.
BRASIL. Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993. Dispõe sobre a Organização da Assistência Social e dá outras providências. Brasília, DF: Senado Federal, 1993. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8742.htm. Acesso em: 26/08/2013.
DINIZ, D. O que é deficiência. (Coleção Primeiros Passos). São Paulo: Brasiliense, 2007.
GOMES, Anny Kaliny S. e LIMA, Miriam Torres. Cenário Institucional – Centro Estadual de Educação Especial (CEESP). / Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), 2012.
IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Censos/Censo_Demografico_2010/Caracteristicas_Gerais_Religiao_Deficiencia/caracteristicas_religiao_deficiencia.pdf. Acesso em: 29/08/2013.
LOPES, Eleni de Melo Silva. Serviço Social e educação: as perspectivas de avanços do profissional de Serviço social no sistema escolar público. In: Serviço Social em revista. Edição jan/jun. Cortez. São Paulo, 2006.
SASSAKI, R.K. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. 5º ed. Rio de Janeiro: 200
Publicado
11-10-2017