Revista Informação em Cultura https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric <p>A&nbsp;Revista Informação em Cultura - RIC, é um periódico semestral, produto do <strong>Grupo de Pesquisa em Cultura, Conhecimento e Inovação (CCI-UFERSA/CNPq)</strong>. Tem caráter técnico, científico e extensionista (artística/cultural). É uma fonte de informação interdisciplinar tendo como finalidade básica ser um espaço democrático para o campo da cultura nas suas mais diversas formas e manifestações.</p> <p>A RIC está <strong>indexada</strong> em:</p> <p><a href="https://search.crossref.org/?q=+2674-6549" target="_blank" rel="noopener">Crossref Metadata Search</a>&nbsp;|&nbsp;<a href="https://diadorim.ibict.br/handle/1/2019" target="_blank" rel="noopener">Diadorim</a>&nbsp;|&nbsp;<a href="https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&amp;user=hQggTSEAAAAJ" target="_blank" rel="noopener">Google Acadêmico</a>&nbsp;|<a href="http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre" target="_blank" rel="noopener">Livre/CNEN</a>&nbsp;|&nbsp;<a href="http://www.sindexs.org/JournalList.aspx?ID=6307" target="_blank" rel="noopener">Scientific Indexing Service</a>&nbsp;|&nbsp;<a href="https://www.scilit.net/journal/4261607" target="_blank" rel="noopener">Scilit</a>&nbsp;|&nbsp;<a href="https://www.sumarios.org/revista/revista-informa%C3%A7%C3%A3o-em-cultura-ric" target="_blank" rel="noopener">Sumários</a>&nbsp;|&nbsp;<a href="https://portal.issn.org/resource/ISSN/2674-6549#" target="_blank" rel="noopener">The Global Indexing for Continuing Resources</a>&nbsp;</p> pt-BR <p>Direitos patrimoniais cedidos à Revista Informação em Cultura - RIC da Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA.&nbsp; Fica facultada a utilização da obra e do periódico apenas para fins exclusivamente educacionais, podendo a mesma ser impressa, indexada, divulgada, lida, citada e referenciada, conforme especifica a Licença Creative Commons. Todo o conteúdo expresso na Revista é de responsabilidade dos autores, não refletindo, necessariamente, a opinião da RIC.</p> ric@ufersa.edu.br (Mário Gaudêncio) nichollas@ufersa.edu.br (Nichollas Rennah) Mon, 17 Jun 2019 00:00:00 +0000 OJS 3.1.2.1 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Íntegra do número de lançamento https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8744 <p>DOI do número:&nbsp;<a href="https://doi.org/10.21708/issn2674-6549.v1i1.2019" target="_blank" rel="noopener">https://doi.org/10.21708/issn2674-6549.v1i1.2019</a>&nbsp;|&nbsp;Versão PDF-A:&nbsp;<a href="https://bit.ly/2LoTxid" target="_blank" rel="noopener">https://bit.ly/2LoTxid</a></p> <p>Este número apresenta inicialmente no Editorial assinado por Elisabete Stradiotto Siqueira, uma reflexão em torno da importância da cultura para sociedade contemporânea. Na sequência, a revista é categorizada em duas dimensões, a saber: dimensão científica e dimensão artístico-cultural. Quanto à <strong>dimensão científica</strong>, se tem a comunicação de 4&nbsp; (quatro)&nbsp; pesquisas.&nbsp; A primeira foi escrita por Celeste Dias Amorim e Célio Silva Meira e trata da temática Conservação das culturas de matrizes africanas e afro-brasileiras no contexto do capitalismo verde; o segundo artigo, é escrito por Gláucio Barreto de Lima e aborda a questão da Formação e desenvolvimento de coleções: a biblioteca como dispositivo ético e estético; quanto à terceira contribuição, há o artigo escrito por Mário Gaudêncio, Izabel França de Lima e Maria Elizabeth Baltar Carneiro de Albuquerque sob o título: Indicadores informacionais em inclusão social: estudo de caso na base de dados Scielo; o quarto artigo compõe a reflexão de Jonathas Luiz Carvalho Silva sobre a Lei de universalização das bibliotecas escolares (12.244/10): concepções, aplicações e proposição de política pública. Partindo para <strong>dimensão artístico-cultural</strong>, será possível ter acesso à entrevista de Higo da Silva Lima com o poeta Mailson Furtado Viana, ganhador do Prêmio Jabuti 2018,nas categorias: Poesia e Livro do Ano.</p> CEO RIC Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8744 Tue, 11 Jun 2019 00:00:00 +0000 Quem somos https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8590 CEO RIC Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8590 Wed, 12 Jun 2019 20:12:18 +0000 Nossos pesquisadores https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8587 CEO RIC Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8587 Wed, 12 Jun 2019 00:00:00 +0000 Nosso chão! https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8603 Christiane Fernandes dos Santos, Kelly Cristina de Medeiros da Silva, Mário Gaudêncio Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8603 Tue, 11 Jun 2019 00:00:00 +0000 Cultura na sociedade contemporânea https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8583 Elisabete Stradiotto Siqueira Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8583 Wed, 12 Jun 2019 00:00:00 +0000 Conservação das culturas de matrizes africanas e afro-brasileiras no contexto do capitalismo verde https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8307 <p><strong>Português</strong></p> <p>O presente artigo objetiva discutir sobre vivência das matrizes africanas e afro-brasileiras a partir da visão da hegemonia do paradigma sociocultural dominante moderno, industrializador da natureza. Como procedimento metodológico, utilizou-se a pesquisa bibliográfica sob uma abordagem qualitativa, que ocorreu por meio de base impressa e base eletrônica, utilizando a plataforma da Scientific Electronic Library Online (Scielo) e do Google Acadêmico. Para tanto, traz uma abordagem sobre o capitalismo pós-Revolução Industrial e as tensões modernas do “capitalismo verde” sobre o signo da sustentabilidade desenvolvimentista, também nos “espaços” dos terreiros. Conclui-se, então, que as matrizes afro-brasileiras, ao se relacionarem diretamente pelos seus rituais, preceitos e segredos com o meio ambiente, sofrem a pressão provocada pelo pensar mercantilista e globalizado do homem moderno. Isso que dificulta a sua sobrevivência em meio a tantas destruições do meio natural, pois afirmam que é da natureza que emanam as forças inspiradoras à manutenção dessas matrizes pelo desenvolvimento de estratégias de enfrentamento e sobrevivência.</p> <p><strong>English</strong></p> <p>This article aims to discuss about the experience of African and African-Brazilian cultures from the perspective of the hegemony of the modern dominant sociocultural paradigm, which industrializes nature. As a methodological procedure, the bibliographic research was used under a qualitative approach, in which the bibliographic survey was carried out by means of a printed database and electronic base using Scientific Electronic Library Online (SciELO) and Academic Google platform. To this end, it brings an approach about capitalism post-industrial revolution and the modern strains of "green capitalism" on the sign of developmental sustainability, also in the "spaces" of the terreiros. It is concluded that the African-Brazilian to relate directly, by their rituals, precepts and secrets, with the environment, are under pressure caused by mercantilist and globalized thinking of the modern man. This makes it difficult to survive amid such destruction of the natural environment, because they say that from the nature emanate inspiring forces maintaining these headquarters for the development of coping strategies and survival.</p> Célio Silva Meira, Celeste Dias Amorim Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8307 Tue, 11 Jun 2019 00:00:00 +0000 Formação e desenvolvimento de coleções https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8475 <p><strong>Português</strong></p> <p>Problematiza a Formação e Desenvolvimento de Coleções (FDC) como atividade bibliotecária que transforma a biblioteca em dispositivo não apenas estético, mas principalmente ético, para incorporar questões de gênero e diversidade sexual. Com aporte nos Estudos Culturais e de Gênero e fazendo a relação com o paradigma da Biblioteconomia Crítica, utiliza-se da pesquisa bibliográfica como metodologia de caráter exploratório e descritivo. Como resultado, a literatura sobre FDC explicita que um dos maiores entraves para a inclusão dessa temática nos acervos advém dos diversos tipos de censura e que o trabalho de bibliotecárias e bibliotecários não podem estar alheios a essas questões. Sinaliza que a biblioteca pode vir a ser um espaço de discussão tanto das injustiças de gênero quanto mediadora da informação sobre a diversidade sexual humana.</p> <p><strong>English</strong></p> <p>This paper aims to problematize the Formation and Development of Collections (FDC) as a librarian activity that transforms the library into a not only aesthetic device, but mainly ethical, to incorporate gender issues and sexual diversity. With theoretical foundation in the Cultural and Gender Studies and making the relation with the paradigm of the Critical Librarianship, the bibliographical research is used as a methodology of exploratory and descriptive kind. As a result, the literature about FDC states that one of the major obstacles to the inclusion of this subject in the collections comes from the different types of censorship and that the work of librarians cannot be oblivious to these issues. Therefore, it points out that the library can be a space for discussing both gender injustices and it can also mediate the information about human sexual diversity.</p> Gláucio Barreto de Lima Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8475 Wed, 12 Jun 2019 00:00:00 +0000 Indicadores informacionais em inclusão social https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8416 <p><strong>Português</strong></p> <p>Apresenta uma investigação em torno dos indicadores informacionais em “Inclusão Social” a partir da Base de Dados da Biblioteca Eletrônica Científica Online (Scielo). A pesquisa objetiva analisar estes indicadores considerando a produção científica indexada nos últimos dez anos, no período de 2007 a 2017. Observa-se que existem poucos estudos na Ciência da Informação sobre a temática “Inclusão Social”. Por esse motivo, torna-se limitado o poder de atuação e intervenção científica no sentido de viabilizar ações contra-hegemônicas de empoderamento popular para reduzir as desigualdades consolidadas por meio dos modelos vigentes de contratos sociais. Assim, chega-se à conclusão que se fazem necessárias ampliar pesquisas voltadas para o viés social no âmbito da Ciência da Informação, e ao fazê-las, têm-se os periódicos científicos que produzem relevantes fatores de impacto, com indicativos informacionais que agregam valor estratégico e que contribuem na redução de incertezas e na pressão das forças sociais e políticas a fim de que os dados e as informações geradas sejam elementos diferenciais a favor das populações que estão à margem da sociedade e consequentemente desprovidas de qualquer apoio ou iniciativas para redução das desigualdades sociais.</p> <p><strong>English</strong></p> <p>It presents an investigation about the informational indicators in "Social Inclusion" from the Database of the Scientific Electronic Library Online (Scielo). The research aims to analyze these indicators considering the indexed scientific production in the last ten years, in the period from 2007 to 2017. It is observed that there are few studies in Information Science on the theme "Social Inclusion" and for this reason, the power of action and scientific intervention becomes limited in the sense of enabling counter-hegemonic actions of popular empowerment to reduce the inequalities consolidated through the current models of social contracts. Thus, it is concluded that it is necessary to expand research aimed at the social bias in the field of Information Science and by doing so, we have scientific journals that produce relevant impact factors, with informational indicatives that add strategic value and which contribute to the reduction of uncertainties and the pressure of social and political forces so that the data and information generated become differential elements in favor of those populations that are marginalized and consequently deprived of any support or initiatives to reduce social inequalities.</p> Mário Gaudêncio, Izabel França de Lima, Maria Elizabeth Baltar Carneiro de Albuquerque Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8416 Wed, 12 Jun 2019 00:00:00 +0000 Lei de universalização das bibliotecas escolares (12.244/10) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8521 <p><strong>Português</strong></p> <p>Trata dos rumos da Lei 12.244/10 sobre a universalização das bibliotecas escolares em face da proposição de elementos para composição de uma política pública. A presenta como síntese do problema a seguinte pergunta: como é possível pensar a constr ução de uma política pública para as bibliotecas escolares? Como objetivo elenca: abordar a Lei 12.244/10 constituindo uma discussão sobre os seus pressupostos, estabelecendo uma comparação com o Projeto de Lei 9 484/2018, visando a proposição de estratég ias que componham uma política pública para as bibliotecas escolares. A metodologia consta de&nbsp;uma revisão de bibliografia, em especial com autores da área de Biblioteconomia e documentos que amparam a legislação alusiva à biblioteca escolar. Conclui que a Lei 12.244/10 não determinou avanços pela escassez de políticas públicas e que é fundamentalmente necessário a construção de uma política que tome como base fundamentos (norteadores e aplicacionais) que concebem e viabilizam condições para existência das b ibliotecas e eixos (temáticos e pragmáticos) que delimitem os múltiplos escopos de execução de práticas nas bibliotecas escolares, conduzindo para a criação de sistemas estaduais e municipais de bibliotecas escolares, visando uma aplicação plena de&nbsp;um conj unto de práticas especializadas que contemplam a atuação do bibliotecário como gestor.</p> <p><strong>English</strong></p> <p>It deals with the directions of Law 12.244/ 10 on the universalization of school libr aries in&nbsp;the face of the proposition of elements for the c omposition of a public policy. It p resents&nbsp;as a synthesis of the problem the following question: how is it possible to think of the&nbsp;con struction of a public policy fo r school libraries? As an objective , it lists : to approach&nbsp;Law 12244/10 constituting a discussion about its assumptions, establishing a comparison&nbsp;with Bill 9 484/2018, aiming at proposing strategies that compose a public pol icy for school libraries. The methodology consists of a bibliographic review , especially with&nbsp;authors of the area of Library Science and documents that support the legislation&nbsp;alluding to the school librar y. It concludes that Law 12.244/ 10 did not determin e&nbsp;advances due to the scarcity of public policies and that it is fundamentally necessary to construct a policy based on foundations (guiding and applying) that conceive and enable&nbsp;conditions for the existence of libraries and axes (thematic and pragmati c ) that delimit&nbsp;the multiple scopes of practice execution in school libraries, leading to the creation of&nbsp;state and municipal systems of school libraries, aiming at a full application of a set of&nbsp;specialized practices that contemplate the performance of the l ibrarian as a manager.</p> Jonathas Luiz Carvalho Silva Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8521 Wed, 12 Jun 2019 00:00:00 +0000 Mailson Furtado Viana: um ser tão cidade! https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8595 <p>Quando em outubro de 2018 a Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou a relação dos finalistas da sexagenária edição do Prêmio Jabuti, o noticiário, sobretudo as editorias especializadas em arte, cultura e literatura, dedicou-se em destacar os nomes de prata da literatura nacional que estrelavam a lista. Em maior parte, são autores publicados e distribuídos por grandes empresas do mercado editorial; são personalidades consagradas em feiras e em eventos literários; já ocupam espaços e capas na grande mídia. Aquele também fora um ano de mudanças na organização das categorias, que a partir de então passam a se dividir em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação. Revelados os finalistas, o nome do cearense Mailson Furtado Viana aparece na relação dos dez concorrentes pela categoria “Poesia”, um dos gêneros com possibilidades de arrematar a grande categoria de “Livro do Ano”, disputada entre as publicações dos eixos Ensaios e Literatura. Até então, ascender ao seleto grupo parecia motivar muito mais apenas ao próprio autor, que diz ter recebido a informação com muita surpresa, e, evidentemente, também aos moradores da pequena cidade de Varjota, que passam a ver um filho da terra em uma disputa de renome nacional.</p> Higo da Silva Lima Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8595 Mon, 17 Jun 2019 00:00:00 +0000 Em Reconhecimento https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8604 CEO RIC Copyright (c) https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8604 Tue, 11 Jun 2019 00:00:00 +0000