A figura do Estado e o papel do direito na ficção e na realidade: um diálogo entre jogos vorazes e o município de Jaguaribara, Ceará

  • Francisco Cavalcante de Sousa UERN
Palavras-chave: Análise sociojurídica, Autoritarismo, Estado, Jogos Vorazes, Literatura

Resumo

Este trabalho analisa a figura do Estado e o papel desempenhado pelo Direito no contexto sociojurídico da trilogia Jogos Vorazes, de Suzanne Collins, dialogando com o percurso jurídico e social vivenciado pelo município de Jaguaribara, localizado no interior do Estado do Ceará. De maneira geral, busca-se responder quais são as semelhanças encontradas no contexto fictício da obra distópica com a realidade do município cearense. Para tanto, utilizou-se a vertente metodológica jurídica sociológica e realizou-se pesquisa bibliográfica básica baseando-se nas obras da saga e em pesquisa exploratória sobre Jaguaribara. O trabalho apresenta a maneira de como o Estado interveio em Panem e em Jaguaribara e as violações de direitos encontradas em ambos os contextos, destacando a importância da literatura para compreender a realidade sociojurídica. Considera-se que analisar as obras de Jogos Vorazes e seus paralelos com o contexto em Jaguaribara nos oportuniza um novo olhar sobre a figura do Estado e do Direito enquanto instrumentos de controle social na literatura e na realidade que se assemelham a eventos acontecidos ao longo da história humana.

Publicado
2021-01-31
Como Citar
Cavalcante de Sousa, F. (2021). A figura do Estado e o papel do direito na ficção e na realidade: um diálogo entre jogos vorazes e o município de Jaguaribara, Ceará. Revista Estudantil Manus Iuris, 1(2), 86 - 97. Recuperado de https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/rmi/article/view/9971
Seção
Artigos