[1]
P. Paciullo de Oliveira, “A eficácia subjetiva da coisa julgada na ação coletiva a partir da análise do RE 612043 do STF”, REMI, vol. 2, nº 1, p. 8-10, jul. 2021.