[1]
A. L. de Carvalho Lisboa, “Gig Economy e as (re)configurações de trabalho”, REMI, vol. 2, nº 1, p. 57-70, jul. 2021.