Reforma trabalhista e facultatividade da contribuição sindical: uma análise do setor comerciário da cidade de Salvador-BA

Autores

  • Bianca Silva Matos Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia

Palavras-chave:

Precarização Social do Trabalho. Reforma Trabalhista. Facultatividade da contribuição sindical. Setor comerciário de Salvador-BA.

Resumo

o presente artigo objetiva analisar os impactos da Reforma Trabalhista no mercado de trabalho de Salvador-BA, bem como avaliar, a partir do cenário local, de que forma os sujeitos que atuam na regulação social do trabalho tem se portado em relação ao novo panorama. O texto é resultado de uma pesquisa empírica de base qualitativa, a qual foi desenvolvida a partir de entrevistas semidirigidas por intermédio de roteiros semiestruturados e os dados colhidos interpretados pela análise de conteúdo (BARDIN, 2011). A compreensão de neoliberalismo (DARDOT; LAVAL, 2016), precarização social do trabalho (DRUCK, 2011), regulação social do trabalho (DUTRA, 2017) e crise do direito do trabalho (DELGADO; DELGADO, 2017) orientaram e permitiram compreender o objeto de estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-05

Como Citar

Silva Matos, B. (2021). Reforma trabalhista e facultatividade da contribuição sindical: uma análise do setor comerciário da cidade de Salvador-BA. Revista Estudantil Manus Iuris, 2(1), 116–130. Recuperado de https://periodicos.ufersa.edu.br/rmi/article/view/10502

Edição

Seção

Artigos