ANÁLISE DE CRESCIMENTO E PARTIÇÃO DE FOTOASSIMILADOS EM PLANTAS DE ARARUTA EM SISTEMA DE CULTIVO ORGÂNICO

Autores

Palavras-chave:

Maranta arundinace L. Estágios de crescimento. Índice de área foliar. Cultivares.

Resumo

A araruta (Maranta arundinaceae) planta tradicional usada para extração de fécula de excelente qualidade nutricional, medicinal e isenta de glúten, é pouco estudada quanto ao seu crescimento e desenvolvimento em cultivo orgânico. Esse trabalho teve por objetivo avaliar o crescimento e a partição de fotoassimilados em plantas de duas cultivares de araruta Comum e Seta. O delineamento foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. A partir de 57 dias após o plantio (DAP), as plantas foram coletadas a intervalos regulares de 25 dias ao longo do ciclo de cultivo, sendo determinados a massa seca. A partir dos dados primários, foi aplicada a análise de crescimento. As cultivares Comum e Seta tiveram taxa de crescimento absoluto máximos de 10,51 e 12,42 g planta-1 dia-1 e IAF máximos de 18,74 e 14,62, alcançados com 216 e 205 DAP, respectivamente. A maior taxa de crescimento absoluto e o maior crescimento de plantas de araruta num tempo mais curto indicam maior precocidade da cultivar Seta em relação à Comum. A partição de fotoassimilados é equilibrada entre a parte aérea e os rizomas no final do ciclo. As duas cultivares podem ser recomendadas para o sistema de cultivo orgânico na região da Zona da Mata de Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline da Silva Bhering, Epamig Southeastern Unit, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, Viçosa, MG

 

 

 

Referências

AMANTE, P. R. et al. Benefits and possible food applications of arrowroot (Maranta Arundinaceae L.). Journal of Culinary Science and Technology, 18: 1-9, 2020.

BENINCASA, M. M. P. Análise de crescimento de plantas: noções básicas. 2. ed. Jaboticabal, SP: FUNEP, 2003. 42 p.

BRITO, V. et al. Phenological stages of arrowroot (Maranta arundinacea L.) according to the Biologische Bundesanstalt Bundessortenamt und Chemische Industrie scale. Annals of Applied Biology, 175: 119-128, 2019.

CONCEIÇÃO, M. K.; LOPES, N. F.; FORTES, G. R. L. Partição de matéria seca entre órgãos de batata-doce (Ipomoea batatas (L.) Lam), cultivares abóbora e da costa. Revista Brasileira Agrociência, 10: 313-316, 2004.

FERNANDES, A. M. et al. Crescimento, acúmulo e distribuição de matéria seca em cultivares de batata na safra de inverno. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 45: 826-835, 2010.

FERRARI, T. B.; LEONEL, M.; SARMENTO, S. B. S. Características dos rizomas e do amido de araruta (Maranta arundinacea) em diferentes estádios de desenvolvimento da planta. Brazilian Journal of Food Technology, 8: 93-98, 2005.

GUILHERME, D. O. et al. Características fenológicas da araruta (Maranta arundinaceae L.) para cultivo a campo. Congresso Online de Agronomia. Convibra, 4: 1-8, 2016.

GUILHERME, D. O. et al. Starch valorization from corm, tuber, rhizome, and root crops: The Arrowroot (Maranta arundinacea L.) case. In: CLERICI, M. T. S.; SCHMIELE, M. (Eds.). Starches for food application: Chemical, technological and Health Properties. Cambridge: Academic Press. 2019, p. 167–222.

LEONEL, M.; CEREDA, M. P. Caracterização físico-química de algumas tuberosas amiláceas. Food Science and Technology, 22: 65-69, 2002.

MARTINAZZO, E. G. et al. Análise de crescimento e partição de assimilados em plantas de tomateiro cv. Micro-Tom submetidas ao nitrogênio e piraclostrobina. Semina: Ciências Agrárias, 36: 3001-3012, 2015.

OLIVEIRA, F. L.; ARAÚJO, A. P.; GUERRA, J. G. M. Crescimento e acumulação de nutrientes em plantas de taro sob níveis de sombreamento artificial. Horticultura Brasileira, 29: 292-298, 2011.

PEREIRA, E. D. Crescimento e acúmulo de macronutrientes em araruta (Maranta arundinacea L.) ao longo do ciclo de cultivo. 2019. 43 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2019.

RASBAND, W.S. ImageJ. 2016. Disponível em: http://imagej.nih.gov/ij/. Acesso em: 01 mar. 2017.

SANTOS, J. S.; CEREDA, M. P.; GUILHERME, D. O. Crescimento e desenvolvimento de genótipos de Araruta em função de doses crescentes de fósforo. Revista Agrária Acadêmica, 2: 118-124, 2019.

SOUZA, D. C. et al. Characterization of arrowroot starch in different agronomic managements. Revista Ceres, 66: 323-332, 2019a.

SOUZA, D. C. et al. Productivity of rhizomes and starch quantification in cultures of different vegetative propagules of arrowroot. Journal of Agricultural Science, 11: 419-425, 2019b.

TAIZ, L. et al. Fisiologia e desenvolvimento vegetal. 6.ed. Porto Alegre, RS: Artmed, 2017. 858 p.

VIDIGAL, S. M.; PUIATTI, M.; SEDIYAMA, M. A. N. Análise de crescimento e partição de fotoassimilados em plantas de abóbora híbrida Tetsukabuto submetidas a doses de nitrogênio. Científica, 49: 42-50, 2021.

Downloads

Publicado

04-04-2022

Edição

Seção

Nota Técnica