MODELO PARA ESTIMAR LIMITAÇÕES NUTRICIONAIS E NÃO NUTRICIONAIS EM BANANEIRAS ‘PRATA-ANÃ’ CULTIVADAS EM DIFERENTES AMBIENTES

Palavras-chave: Musa spp. AAB. Métodos de diagnóstico. Grau de balanço. Grau de equilíbrio.

Resumo

A obtenção de um alto rendimento de banana requer que os nutrientes estejam em quantidades e proporções adequadas na planta. Portanto, a utilização de métodos que englobem o balanço e equilíbrio nutricional é necessária para uma boa avaliação nutricional. O objetivo deste trabalho foi modelar e determinar as limitações nutricionais e não nutricionais de bananeiras 'Prata-Anã' cultivadas nos estados do Ceará (CE) e Bahia (BA), Brasil, com base no balanço e equilíbrio nutricional. O estudo foi desenvolvido utilizando o banco de dados de teores de nutrientes nas folhas e produção de banana de duas fazendas da empresa Sítio Barreiras, em Missão Velha (CE) e Ponto Novo (BA), Brasil. As parcelas com produtividade de banana acima da média mais 0,5 desvio padrão foram definidas como população de referência; e parcelas com produtividade de banana abaixo desse limite foram definidas como áreas de baixa produtividade e utilizadas para diagnóstico nutricional. O banco de dados foi dividido em quatro: o primeiro com 253 amostras da população com produtividade de banana acima de 39,81 Mg ha-1 ano-1; a segunda com 553 amostras e população de baixo rendimento (Ceará); a terceira com 147 amostras da população com produtividade de banana acima de 41,69 Mg ha-1 ano-1; e a quarta com 334 amostras e população de baixo rendimento (Bahia). A limitação de produtividade da banana 'Prata-Anã' por causas nutricionais atingiu 13,37% no Ceará, e 12,17% na Bahia. Fatores não nutricionais, como clima e fatores bióticos, limitaram a produtividade da banana em até 28,23% no Ceará, e 50,49% na Bahia.

Referências

ALMEIDA, E. I. B. et al. Linha de fronteira e chance matemática na determinação do estado nutricional de pitaia. Revista Ciência Agronômica, 47: 744-754, 2016.

ARANTES, A. M. et al. Gas exchange in ‘Pome’ banana plants grown under different irrigation systems. Engenharia Agrícola, 38: 197-207, 2018.

ARANTES, A. M. et al. Gas exchange in different varieties of banana prata in semi-arid environment. Revista Brasileira de Fruticultura, 38: 1-12, 2016.

BEAUFILS, E. R. Diagnosis and recommendation integrated system (DRIS). Soil Science. Bulletin nº 1. Pietermaritizburg, South Africa: University of Natal, 1973. 11 p.

BLANCO‐MACÍAS, F. et al. Murillo‐Amador, B. Nutritional reference values for Opuntia ficus‐indica determined by means of the boundary‐line approach. Journal of Plant Nutrition and Soil Science, 173: p. 927-934, 2010.

COSTA, L. G. D. A. F. et al. Seasonality in nutrient content of banana diagnostic leaf. Revista Brasileira de Fruticultura, 41, p. 1-8, 2019.

DONATO, S. L. R. et al. Considerações ecológicas, fisiológicas e de manejo. In: FERREIRA, C. F. et al. (Eds.). O agronegócio da banana. Brasília, DF: EMBRAPA, 2016. v. 1, cap. 03, p. 45-110.

DONATO, S. L. R. et al. Diagnóstico nutricional e recomendação de adubação para a palma forrageira ‘Gigante’. Informe Agropecuário, 38: 46-58, 2017.

FOOD AND AGRICULTURAL ORGANIZATION - FAO. Faostat. Disponível em: <http://www.faostat.fao.org/site/567/default.aspx.>. Acesso em: 28 set. 2019.

KENWORTHY, A. L. Interpreting the balance of nutrient-elements in leaves of fruit trees. In: REUTHER, W. (Ed.), Plant analysis and fertilizers problems. Washington, DC: American Institute of Biological Science, 1961, v. 1, p. 28-43.

RAMOS, A. G. O. et al. Evaluation of gas exchanges and production of genotypes of maçã banana type cultivated in the semi-arid region of Bahia. Revista Brasileira de Fruticultura, 40: 1-11, 2018.

RESENDE, M.; CURI, N.; LANI, J. L. Reflexões sobre o uso dos solos brasileiros. In: ÁLVAREZ V., V. H. et al. (Eds.). Tópicos em ciência do solo. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2002. v. 2, p. 593-643.

RODRIGUES, M. G. V. et al. Amostragem foliar da bananeira ‘Prata-Anã’. Revista Brasileira de Fruticultura, 32: 321-325, 2010.

RODRIGUES FILHO, V. A. Curvas de resposta potencial e faixas de suficiência nutricional para plantios irrigados de bananeiras Prata e Cavendish. 2018. 164 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia: Área de concentração em Nutrição Mineral, Adubação e Produção de culturas), Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2018.

SOFI, J. A. et al. Diagnosis and recommendation integrated system approach for major and micronutrient diagnostic norms for apple (Malus Domestica Borkh) under varying ages and management practices of apple orchards. Journal of Plant Nutrition, 40: 1784-1796, 2017.

Publicado
2021-03-03
Seção
Agronomia