Psicologia das cores como ferramenta para o desenvolvimento de tecnologias assistivas voltadas para a educação inclusiva

  • Juliana de Castro Souza
  • Ernano Arrais Junior

Resumo

O conceito formal acerca dos estudos das cores iniciou-se nas pesquisas de Newton. De lá pra cá, o estudo acerca das cores passou a tratalas não mais como algo físico, derivado da luz e que possui um conceito fixo, mas sim, como algo subjetivo e que serve de instrumento em nossas vidas, seja ele de percepção, seja ele de aprendizado. As tecnologias assistivas, em especial, são entendidas como o “recurso do usuário” que serve à pessoa com deficiência que necessita desempenhar funções do cotidiano de forma independente [BERSHC 2017]. O presente trabalho propõe utilizar a psicologia das cores como ferramenta de auxílio no desenvolvimento de atividades com base nessas tecnologias, com os alunos da Associação de Pais, Amigos e Excepcionais de Pau dos Ferros – APAE/PDF.

Publicado
2019-08-21
Edição
Seção
Artigos - Comunicação Oral