Cinco lições de Bourdieu para a criminologia

  • Felipe Araújo Castro UFERSA/UFMG
  • Antônio Miguel Dantas de Almeida Ufersa
  • Victor Lund Shammas

Resumo

Utilizando-se de uma leitura atenta dos trabalhos de Pierre Bourdieu, eu ofereço cinco lições para a ciência do crime e da punição: (1) sempre historicizar; (2) dissecar categorias simbólicas; (3) levar em consideração os processos de incorporação;(4) evitar o pensamento estatal; e (5) estabelecer altos padrões de compromisso com a pesquisa. Eu ofereço exemplos ilustrativos, demonstro as implicações práticas das ideias de Bourdieu e aplico suas lições para uma crítica da criminologia ortodoxa.

Biografia do Autor

Felipe Araújo Castro, UFERSA/UFMG

Doutor em Direito pela UFMG e Professor Adjunto na Ufersa.

Antônio Miguel Dantas de Almeida, Ufersa

Graduando em Direito da Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Victor Lund Shammas

Doutor, Mestre e Bacharel em Sociologia pela University of Oslo (Noruega). Pesquisador Senior do Work Research Institute (AFI) da Oslo Metropolitan University.

Publicado
2020-03-24