RECUPERAÇÃO DE ESPERMATOZÓIDES EPIDIDIMÁRIOS DE GATOS DOMÉSTICOS (Felis catus) UTILIZANDO SOLUÇÕES À BASE DE TRIS OU ÁGUA DE COCO EM PÓ

  • Alexandre Rodrigues Silva

Resumo

Objetivou-se comparar a eficiência de soluções a base de Tris e água de coco (ACP- 117®) utilizadas para a recuperação de espermatozoides epididimários de gatos domésticos (Felis catus) pelo método da flutuação. Treze gatos foram orquiectomizados e seus complexos testículos-epidídimos foram transportados ao laboratório, onde foram dissecados e lavados com solução fisiológica (37°C). A cauda do epidídimo foi fatiada, sendo os espermatozoides obtidos pelo método de flutuação, comparando-se duas soluções: Tris e ACP®. Após a recuperação dos espermatozoides foi realizada a avaliação da motilidade, vigor, concentração, morfologia e viabilidade espermática, e integridade de membrana. A técnica de flutuação permitiu a obtenção de espermatozoides em todos os gatos. As soluções foram equivalentes quanto a qualidade dos espermatozoides recuperados, com exceção da motilidade espermática, a qual foi significativamente superior no uso da solução a base de Tris (P < 0,05) que apresentou valores de 73,1 ± 4,8%, enquanto apenas 44,7 ± 8,9% de espermatozoides móveis foram obtidos com o ACP®. Conclui-se que a recuperação de espermatozoides epididimários de gatos domésticos pelo método de flutuação permite obter espermatozoides de boa qualidade, sendo recomendado o uso do diluente Tris.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-08-23
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor (es)