Características físico-químicas do leite caprino na época seca e chuvosa na microrregião de Mossoró-RN

  • Janeto Gurgel Pinheiro UFERSA
  • Jussara Paula de Figueredo UFERSA
  • Maria Rociene Abrantes UFERSA
  • Vilson Alves de Góis UFERSA
  • Jean Berg Alves da Silva UFERSA
  • Edna Maria Mendes Aroucha UFERSA

Resumo

Tendo em vista a importância da qualidade do leite de cabra para a sua comercialização, o presente trabalho teve por objetivo avaliar as características físico-químicas do leite caprino na época seca e chuvosa na microrregião de Mossoró-RN. Para isto, foram coletadas amostras de 17 produtores durante 30 semanas sendo 15 semanas no período seco e 15 no chuvoso. As amostras após coletadas foram transportadas, em caixas isotérmicas, para o Laboratório de Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), onde foram analisadas em duplicatas quanto aos seguintes parâmetros físico-químicos: acidez titulável (D), sólidos totais (%), proteína (%), sólidos não gordurosos (%), gordura (%), densidade (g/cm3) e índice crioscópico (H), totalizando 8.640 análises. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste Tukey a 1 e 5% de probabilidade. Verificou-se que as características físico-químicas do leite caprino avaliado na microrregião de Mossoró-RN sofreram alteração conforme a época chuvosa e seca do ano. O período chuvoso ou seco dependendo da semana de análise influenciou acidez titulável, proteína, gordura, sólidos totais e sólidos não gordurosos. A densidade e índice crioscópico não sofreu alteração com período de chuva e seco do ano. No período chuvoso a acidez titulável, proteína, sólidos totais, SNG, gordura foram superiores ao do período seco. O teor de proteína, densidade e SNG ficaram abaixo do mínimo estabelecido pela legislação brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janeto Gurgel Pinheiro, UFERSA
Departamento de Ciências Animais
Publicado
2015-02-05
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa