INFLUÊNCIA DA CONTAGEM DE CÉLULAS SOMÁTICAS NOS CONSTITUINTES DO LEITE DA REGIÃO SUDOESTE DO PARANÁ, BRASIL.

  • Bruna Paula Martins Ferreira Bióloga. Doutoranda em Biologia Geral e Aplicada – UNESP-Botucatu.
  • Priscila Luiza Mello Bióloga. Doutoranda em Biologia Geral e Aplicada – UNESP-Botucatu.
  • Valeria Manchine Troice Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária – PIC – UNIPAR.
  • LISIANE ALMEIDA MARTINS UNIVERSIDADE PARANAENSE DOCENTE CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DOCENTE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL

Resumo

Este estudo tem como objetivo verificar a características físico-químicas do leite da região sudoeste do Paraná. Para tanto, 293 propriedades foram classificadas segundo o número de animais, posteriormente foi feito o sorteio simples de cada classe, perfazendo uma média de nove animais e diferentes características quanto à raça, tipo de ordenha e estagio de lactação. Foi realizado o CMT e colheitas de amostras (de julho a outubro de 2010) para CCS em frascos contendo conservante bromopol e enviados ao Laboratório do Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros da Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (APCBRH) em equipamento de citometria de fluxo. As frequências de todos os constituintes foram submetidas ao teste de Tukey. Os resultados demonstraram que animais com CMT positivo me pelo menos um dos quartos mamários médias e desvio padrão de gordura (%), proteína (%), lactose (%), sólidos totais (%) e CCS (CCS x 1000/mL) de 2,41 ± 1,22, 3,302 ± 0,46, 4,44 ± 0,45, 10,99 ± 1,32 e 443,80 ± 688,90, respectivamente. Destacando que as frequências de gordura e sólidos totais estão fora dos parâmetros estabelecidos pela IN 62 (referencias). Pode-se verificar que as vacas em lactação região sudoeste do estado do Paraná apresentam índices de taxas de gordura e sólidos totais abaixo do estabelecido pela IN 62, necessitando de medidas sanitárias para reduzir o índice de mastite o que pode estar interferindo diretamente na qualidade do leite produzido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valeria Manchine Troice, Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária – PIC – UNIPAR.
Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária – PIC – UNIPAR.
LISIANE ALMEIDA MARTINS, UNIVERSIDADE PARANAENSE DOCENTE CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DOCENTE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL
Médica Veterinária. Doutora. Docente Curso de Medicina Veterinária Docente Mestrado em Ciência Animal
Publicado
2015-04-01
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa