PERFIL HEMATOLÓGICO DE CÃES NATURALMENTE INFECTADOS POR Leishmania spp

  • Paulo Henrique Braz Docente no Centro Universitário da Grande Dourados
  • Marcel Capelini Sartoretto Discente no Centro Universitário da Grande Dourados
  • Adrian Santos Souza Discente na Universidade Católica Dom Bosco
  • Fernanda Mayara Gauto Melo Médica Veterinária do Centro Universitário da Grande Dourados

Resumo

A Leishmaniose visceral é uma doença parasitária de caráter zoonótico de distribuição cosmopolita, situada entre as seis endemias consideradas prioritárias no mundo. Este trabalho teve como objetivo avaliar o perfil hematológico de cães com leishmaniose visceral canina (LVC) atendidos em no Hospital Veterinário Unigran em Dourados, MS. Foram avaliados 153 prontuários de animais diagnosticados como positivos pela observação de formas amastigotas no exame parasitológico de punção de linfonodo. As alterações hematológicas encontradas foram anemia (69,9%) hiperproteinemia (64,93%), trombocitopenia (50%), linfopenia (46,10%), monocitose (29,22%), leucopenia (27,27%) e neutrofilia (11,68%). A presença de anemia associada à hiperproteinemia foram os achado mais frequente em animais com LVC e pode ser uma evidência desta doença em áreas endêmicas

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-04-01
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor (es)