AMBIENTE RUMINAL DE OVINOS ALIMENTADOS COM BAGAÇO DE CAJU DESIDRATADO EM SUBSTITUIÇÃO A SILAGEM DE SORGO

  • Katia Tatiana de Lima Lopes
  • Hilton Felipe Marinho Barreto
  • Cicília Maria Silva de Souza
  • Lucas Santos da Silva Brito
  • José Heitor Jeronimo Almeida
  • Paloma Priscila Costa de Jesus
  • Renata Nayhara de Lima UFERSA
  • Patricia de Oliveira Lima

Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos da inclusão do bagaço de caju desidratado na silagem de sorgo sobre as características físico-químicas do ambiente ruminal de ovinos. Utilizaram-se quatro ovinos mestiços de Santa Inês x Morada Nova fistulados no rúmen, alocados em delineamento quadrado latino 4x4, com quatro níveis de substituição do bagaço de caju desidratado (BCD) na silagem do sorgo, constituído pelos níveis de 0%, 8%, 16% e 24%, com base na matéria natural. Foram avaliadas as características físico-químicas do líquido ruminal (pH, temperatura, nitrogênio amoniacal, tempo de redução do azul de metileno e tempo de sedimentação e flotação). O pH não apresentou diferença entre os níveis de substituição (P>0,05). A temperatura não houve diferença significativa (P>0,05) em função dos níveis de substituição do BCD avaliados, no entanto, diferiu em função dos tempos de coleta. Já o nitrogênio amoniacal apresentou diferença significativa (P<0,05); (P<0,01) em função dos níveis de substituição do BCD e dos tempos de coletas do líquido ruminal. O tempo de redução do azul de metileno e o tempo de sedimentação e flotação apresentaram diferenças significativas (P<0,05); (P<0,01). Os resultados demonstraram que a substituição do bagaço de caju desidratado em até 24% na silagem de sorgo, pode ser utilizado na alimentação de ovinos sem comprometer o ambiente ruminal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Nayhara de Lima, UFERSA
Zootecnia, Produção e Nutrição de ruminantes.
Publicado
2016-01-01
Seção
Original Articles / Artigos de Pesquisa

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor (es)