ADUBAÇÃO VERDE COM RESÍDUOS DE LEGUMINOSAS ARBÓREAS PARA CULTIVO DO MILHO EM SOLO DEGRADADO

Palavras-chave: Zea mays L.. Matéria orgânica. Manejo do solo. Práticas de conservação.

Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito da adição de resíduos de partes de leguminosas arbóreas no crescimento e nutrição de plantas de milho (Zea mays L.), bem como nos atributos químicos de um solo degradado, 65 dias após a aplicação dos resíduos. O experimento foi realizado em vasos, em delineamento de blocos ao acaso, com dez tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos avaliados foram: T1 - Sem resíduo de leguminosas, T2 - Folhas de Mimosa caesalpiniifolia, T3 - Galhos de Mimosa caesalpiniifolia, T4 - Folhas + galhos de Mimosa caesalpiniifolia, T5 - Folhas de Mimosa hostilis, T6 - Galhos de Mimosa hostilis, T7 - Folhas + galhos de Mimosa hostilis, T8 - Folhas de Gliricidia sepium, T9 - Galhos de Gliricidia sepium e T10 - Folhas + galhos de Gliricidia sepium. Os vasos foram preenchidos com solo de área degradada e os resíduos adicionados na forma de massa verde após a semeadura do milho. Resíduos de leguminosas arbóreas influenciaram positivamente o crescimento de plantas de milho já aos 65 dias após a aplicação e favoreceram o acúmulo de nitrogênio, fósforo e potássio na parte aérea de plantas. Os adubos verdes utilizados melhoraram atributos químicos do solo logo aos 65 dias após a aplicação, com destaque para o N-nitrato (N-NO3-), N-amônio (N-NH4+), nitrogênio inorgânico total (N-NO3- + N-NH4+) e K, demonstrando que essas espécies são boas opções para recuperação de áreas degradadas no semiárido cearense.

Referências

ANDRADE NETO, R. C. et al. Crescimento e produtividade do sorgo forrageiro BR 601 sob adubação verde. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 14, n. 2, p. 124-130, 2010.

BAKKE, I. A. et al. Forage yield and quality of a dense thorny and thornless “jurema-preta” stand. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 3, p. 341-347, 2007.

BEEDY, T. L. et al. Impact of Gliricidia sepium intercropping on soil organic matter fractions in a maize-based cropping system. Agriculture, Ecosystems and Environment, Amsterdam, v. 138, n. 3-4, p. 139-146, 2010.

DINIZ, E. R. et al. Efeito de doses de adubo verde no crescimento e produção de brócolis orgânico. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 28, n. 2, p. 2819-2826, 2010.

DONAGEMA, G. K. et al. Manual de métodos de análises de solos. 2. ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2011. 230 p. (Documentos, 132).

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Mapa Exploratório-Reconhecimento de solos do município de Sobral-CE. Recife, 2006. Embrapa Solos UEP Recife. Escala 1:600.00. Disponível em: <http://www.uep.cnps.embrapa.br/solos/index.php?link=ce>. Acesso em: 10 set. 2017.

ERNANI, P. R.; ALMEIDA, J. A.; SANTOS, F. C. Potássio. In: NOVAIS, R. F. et al. (Eds.). Fertilidade do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. cap. 9, p. 551-594.

FARIA, C. M. B. et al. Atributos químicos de um argissolo e rendimento de melão mediante o uso de adubos verdes, calagem e adubação. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 31, n. 2, p. 299-307, 2007.

FERNANDES, V. L. B. Recomendações de adubação e calagem para o estado do Ceará. Fortaleza, CE: Imprensa Universitária, 1993. 247 p.

FERREIRA, D. F. Sisvar: A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011.

FERREIRA, R. L. C. et al. Deposição e acúmulo de matéria seca e nutrientes em serapilheira em um bosque de sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth). Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 1, p. 7-12, 2007.

FONTANÉTTI, A. et al. Adubação verde na produção orgânica de alface americana e repolho. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 24, n. 2, p. 146-150, 2006.

IWATA, B. F. et al. Sistemas agroflorestais e seus efeitos sobre os atributos químicos em Argissolo Vermelho-Amarelo do Cerrado piauiense. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 16, n. 7, p. 730-738, 2012.

MAIA, S. M. F. et al. Frações de nitrogênio em Luvissolo sob sistemas agroflorestais e convencional no semiárido cearense. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 32, n. 1, p. 381-392, 2008.

MARIN, A. M. P. et al. Efeito da Gliricidia sepium sobre nutrientes do solo, microclima e produtividade do milho em sistema agroflorestal no Agreste Paraibano. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 30, n. 3, p. 555-564, 2006.

MUNDUS, S. et al. Maize growth and soil nitrogen availability after fertilization with cattle manure and/or gliricidia in semiarid NE Brazil. Nutrient Cycling in Agroecosystems, Amsterdam, v. 82, n. 1, p. 61-73, 2008.

NASCIMENTO, T. J. et al. Efeito de leguminosas nas características químicas e matéria orgânica de um solo degradado. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 7, n. 3, p. 457-462, 2003.

PAULINO, G. M. et al. Desempenho da gliricídia no cultivo em aleias em pomar orgânico de mangueira e gravioleira. Revista Árvore, Viçosa, v. 35, n. 4, p. 781-789, 2011.

PEREIRA, N. S.; SOARES, I.; MIRANDA, F. R. Decomposition and nutrient release of leguminous green manure species in the Jaguaribe-Apodi region, Ceará, Brazil. Ciência Rural, Santa Maria, v. 46, n. 6, p. 970-975, 2016.

PRIMO, D. C. et al. Contribuição da adubação orgânica na absorção de nutrientes e na produtividade de milho no semiárido paraibano. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 7, n. 1, p. 81-88, 2012.

SAMPAIO, L. R. et al. Cultivo de abóbora, suplementada com biofertilizante, em aleias de leguminosas arbóreas. Horticultura brasileira, Brasília, v. 33, n. 1, p. 40-44, 2015.

SANTOS, A. F. et al. Efeito residual da adubação orgânica sobre a produtividade de milho em sistema agroflorestal. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 14, n. 12, p. 1267-1272, 2010.

SILVA, F. C. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. 2. ed. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2009. 627 p.

SILVA, I. R.; MENDONÇA, E. S. Matéria orgânica do solo. In: NOVAIS, R. F. et al. (Eds.). Fertilidade do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007, cap. 6, p. 275-374.

SOUZA, H. A. et al. Use of organic compost containing waste from small ruminants in corn production. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 40, n. 1, p. 1-16, 2016.

SOUZA, H. A. et al. Diagnóstico da fertilidade do solo em áreas de sequeiro de agricultores familiares em municípios do Sertão dos Inhamuns, Ceará. 1. ed. Sobral: Embrapa Caprinos e Ovinos, 2015. 9 p. (Comunicado Técnico, 145).

TESTA, V. M.; TEIXEIRA, L. A. J.; MIELNICZUK, J. Características químicas de um Podzolico Vermelho-Escuro afetadas por sistemas de culturas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 1, n. 16, p. 107-114, 1992.

Publicado
08-10-2018
Seção
Agronomia