ATRIBUTOS FÍSICOS E FISIOLÓGICOS DE SEMENTES SALVAS DE FEIJÃO-CAUPI UTILIZADAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

Palavras-chave: Vigna unguiculata. Qualidade física. Semente certificada. Potencial fisiológico.

Resumo

Objetivou-se avaliar a qualidade física e fisiológica de sementes salvas de feijão-caupi (Vigna unguiculata L. Walp.) utilizadas no semiárido brasileiro e compará-las com as variedades de sementes certificadas. Foram testadas 37 amostras de sementes salvas oriundas de diferentes municípios do Rio Grande do Norte e duas variedades de sementes certificadas (BRS Guariba e BRS Pujante), provenientes do campo de produção da Embrapa Produtos e Mercado, Petrolina, PE. Para avaliação da qualidade física, as sementes foram submetidas aos testes de grau de umidade, peso hectolítrico, peso de mil sementes e pureza física. Na avaliação da qualidade fisiológica testou-se a germinação, primeira contagem de germinação, emergência em campo, índice de velocidade de emergência, matéria seca de parte aérea e envelhecimento acelerado. As sementes salvas de feijão-caupi apresentaram grandes diferenças, sugerindo tanto a influência da variabilidade genética como dos diferentes ambientes de cultivo. A utilização de sementes salvas de feijão-caupi pelos pequenos produtores das áreas semiáridas do nordeste do Brasil se constitui em prática inviável por se tratar de sementes de qualidades física e fisiológica inferiores às sementes de origem certificadas.

Referências

BERTINI, C. H. C. M. et al. Análise multivariada e índice de seleção na identificação de genótipos superiores de feijão-caupi. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 32, n. 4, p. 613-619, 2010.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução normativa nº 45, de 17 de setembro de 2013. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 set. 2013, Seção I, p. 14. Disponível em: <http://www.jusbrasil.com.br/diarios/59354731/dou-secao-1-20-09-2013-pg-13>. Acesso em: 21 de nov. de 2017.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Brasília, Mapa/ACS, 2009. 395 p.

CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. Sementes: ciência, tecnologia e produção. 5. ed. Jaboticabal, SP: Funep, 2012. 590 p.

COELHO, M. M. C. et al. Potencial fisiológico em sementes de cultivares de feijão crioulo (Phaseolus vulgaris L.). Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 32, n. 3, p. 97-105, 2010.

DUTRA, A. S. et al. Qualidade fisiológica de sementes de feijão caupi em quatro regiões do estado do Ceará. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 29, n. 1, p. 111-116, 2007.

DUTRA, A. S.; TEÓFILO, E. M. Envelhecimento acelerado para avaliar o vigor de sementes de feijão caupi. Revista Brasileira de Sementes, v. 29, n. 1, p. 193-197, 2007.

DUTRA, K. A. et al. Control of Callosobruchus maculatus (FABR.) (Coleoptera: Chrysomelidae: Bruchinae) in Vigna unguiculata (L.) WALP. with essential oils from four Citrus spp. plants. Journal of Stored Products Research, v. 68, s/n., p. 25-32, 2016.

HOFFMANN JÚNIOR, L. et al. Resposta de cultivares de feijão à alta temperatura do ar no período reprodutivo. Ciência Rural, v. 37, n. 6, p. 1543-1548, 2007.

HÖFS, A. et al. Emergência e crescimento de plântulas de arroz em resposta à qualidade fisiológica de sementes. Revista Brasileira de Sementes, v. 26, n. 1, p. 92-97, 2004.

KRZYZANOWSKI, F. C. et al. Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina, PR: ABRATES, 1999. 218 p.

LEITE, L. F. C. et al. Nodulação e produtividade de grãos do feijão-caupi em resposta ao molibdênio. Revista Ciência Agronômica, v. 40, n. 4, p. 492-497, 2009.

LOBO JÚNIOR, M. et al. Testes para avaliação da qualidade de sementes de feijão comum. Santo Antônio de Goiás-GO: Embrapa Arroz e Feijão, 2013. 4 p. (Circular Técnica, 90). Disponível em: <http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/970251/1/circulartecnica90.pdf>. Acesso em: 21 de nov. 2017.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination: aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigour. Crop Science, v. 2, n. 2, p. 176-177, 1962.

MARCARELLO, A. et al. Qualidade fisiológica de sementes de feijoeiro em função da aplicação foliar de cobalto e molibdênio. Global Science Technology, v. 5, n. 2, p. 121-132, 2012.

MARCOS-FILHO, J.; NOVEMBRE, A. D. L. C. Avaliação do potencial fisiológico de sementes de hortaliças. In: NASCIMENTO, W. M. (Ed.). Tecnologia de sementes de hortaliças. Brasília: Embrapa Hortaliças, 2009. p. 185-243.

MERTZ, L. M. et al. Qualidade fisiológica e sanitária de sementes de feijão-miúdo beneficiadas em mesa gravitacional. Revista Brasileira de Sementes, v. 29, n. 3, p. 1-8, 2007.

MONDO, V. H. V. et al. Vigor de sementes e desempenho de plantas de milho. Revista Brasileira de Sementes, v. 34, n. 1 p. 143-155, 2012.

NAKAGAWA, J. Testes de vigor baseados no desempenho de plântulas. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA-NETO, J. B. (Eds.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. cap. 1, p. 1-21.

NDEMA, N. E. et al. Effects of some physical and chemical characteristics of soil on productivity and yield of cowpea (Vigna unguiculata L. Walp.) in coastal region (Cameroon). African Journal of Environmental Science and Technology, v. 4, n. 3, p. 108-114, 2010.

OHLSON, O. D. C. et al. Teste de envelhecimento acelerado em sementes de trigo. Revista Brasileira de Sementes, v. 32, n. 4, p. 118-124, 2010.

OLIVEIRA NETO, M. C. et al. Propriedades físicas de sementes de feijão (Phaseolus vulgaris L.) variedade “Emgopa 201-Ouro”. Revista Agrotecnologia, v. 1, n. 1, p. 99-110, 2012.

PATERNIANI, E. et al. O valor dos recursos genéticos de milho para o Brasil: uma abordagem histórica da utilização do germoplasma. In: UDRY, C. W.; DUARTE, W. (Eds.). Uma história brasileira do milho: o valor dos recursos genéticos. Brasília: Paralelo 15, 2000. cap. 1, p. 11-41.

SANTOS, J. A. D. S. et al. Desempenho agronômico e divergência genética entre genótipos de feijão-caupi cultivados no ecótono Cerrado/Pantanal. Bragantia, v. 73, n. 4, p. 377-382, 2014.

SILVA, F. A. S.; AZEVEDO, C. A. V. Principal components analysis in the software Assistat Statistical Assistance. In: World Congress on Computers in Agriculture, 7, 2009, Reno. Proceedings… St. Joseph: ASABE, 2009. p. 1-5.

Publicado
27-03-2019
Seção
Agronomia