PRODUÇÃO E QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE CULTIVARES DE FEIJÃO-CAUPI APÓS ADUBAÇÃO RESIDUAL COM LODO DE ESGOTO

Palavras-chave: Vigna unguiculata (L). Biossólido. Coliformes. Nutrição de plantas.

Resumo

O feijão-caupi é um cereal rico em proteínas que apresenta elevado potencial produtivo quando cultivado com irrigação e adubação orgânica, sendo possível substituir parte dos fertilizantes minerais pelo lodo de esgoto, com redução de custos e vantagens ambientais. Para avaliar essa substituição, desenvolveu-se um estudo da adubação residual com lodo de esgoto em feijoeiros cultivados no campo, no delineamento em blocos casualizados com quatro repetições, em esquema fatorial 2 x 5, correspondendo a dois tipos de adubação (efeito residual do lodo de esgoto ou fertilizantes minerais), e cinco cultivares de feijão-caupi (BRS Pajeú, BRS Xiquexique, BRS Marataoã, BRS Pujante e BRS Cauamé). A adubação residual foi caracterizada pela aplicação de lodo e fertilizantes minerais NPK no cultivo antecessor (abacaxizeiro) ao feijão-caupi. As parcelas foram cultivadas com 80.000 plantas ha-1 de feijão-caupi, sendo irrigadas com microaspersão. Foram caracterizados os componentes vegetativos, componentes de produção e a produtividade dos feijoeiros, além da qualidade microbiológica. A cultivar BRS Pujante apresentou maiores médias para os componentes vegetativos e reprodutivos implicando em maior produtividade de grãos, com 4.124 kg ha-1. O solo adubado com lodo de esgoto propiciou maior crescimento radicular e produtividade de feijão-caupi (3.854 kg ha-1), 19% superior àqueles que receberam somente adubação mineral residual. Esses resultados foram atribuídos ao maior teor de matéria orgânica no solo adubado com lodo, propiciando ambiente favorável para a mineralização de nutrientes e maior produção de grãos. Os grãos verdes e secos de feijão-caupi produzidos após a adubação com lodo de esgoto apresentam qualidade microbiológica semelhante àqueles obtidos no cultivo com adubação mineral.

Referências

AGROFIT 2016. Sistema de agrotóxicos fitossanitários. Disponível em: http://agrofit.agricultura.org.br/agrofit_cons/principal_agrofit_cons. Acesso em: 18 de ago. de 2016.

ALBUQUERQUE, H. C. et al. Residual effect of sewage sludge fertilization on sunflower yield and nutrition. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 19: 1005-1011, 2015.

ALVES, P. F. S. et al. Banana fertigation with treated sanitary wastewater: postharvest and microbiological quality. Semina: Ciências Agrárias, 38: 1229-1240, 2017.

ANDRADE JÚNIOR, A. S. et al. Cultivo do Feijão-caupi: solos e adubação. Versão Eletrônica. 2002. Disponível em: <https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br>. Acesso em: 20 de jan. 2017.

ANDRADE JÚNIOR, A. S. et al. Atividades Econômicas, Cultivos, Feijão Caupi: Doenças e Pragas. Sistema de Produção Feijão-Caupi, Embrapa Meio Norte. Versão Eletrônica. 2016. Disponível em: <https://www.agencia.cnptia.embrapa.br>. Acesso em: 20 de ago. 2019.

BLANCO, F. F. et al. Milho verde e feijão-caupi cultivados em consórcio sob diferentes lâminas de irrigação e doses de fósforo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 46: 524-530, 2011.

BRASIL - MINISTÉRIO DA SAÚDE, AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA–Resolução RDC nº. 12, de 2 de Janeiro de 2001. Aprova regulamento técnico sobre padrões microbiológicos para alimentos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 02 de janeiro 2001. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br_legisl/>. Acesso em: 10 de fev. 2017.

BRITO, L. T. L. et al. Produtividade da água de chuva em culturas de subsistência no semiárido pernambucano. Engenharia Agrícola, 32: 102-109, 2012.

CARDOSO, M. M. et al. Crescimento do abacaxizeiro ‘Vitória’ irrigado sob diferentes densidades populacionais, fontes e doses de nitrogênio. Revista Brasileira de Fruticultura, 35: 769-781, 2013.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Acompanhamento da safra brasileira de grãos. v. 5, n. 9, 2018.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE – CONAMA. Resolução nº 375 de 29 de agosto de 2006. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res06/res37506.pdf>. Acesso em: 21 set. 2019.

DONAGEMA, G .K. et al. Manual de métodos de análise de solo. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Embrapa Solos, 2011. 230 p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 4. ed. Brasília, DF: Embrapa, 2014. 376 p.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computerstatisticalanalysis system. Ciência e Agrotecnologia, 35: 1039-1042, 2011.

FRANCO, A. et al. Sewage sludge as nitrogen and phosphorus source for cane-plant and first ratoon crops. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 34: 553-561, 2010.

FREITAS, C. A. S. et al. Crescimento da cultura do girassol irrigado com diferentes tipos de água e adubação nitrogenada. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 16: 1031-1039, 2012.

GARCÍA ORENES, F. et al. Effect of irrigation on the survival of total coliforms in three semiarid soils after amendment with sewage sludge. Waste Management, 27: 1815-1819, 2007.

IRRIPLUS. Sistema para Manejo de Irrigação, Versão 2.8: UFV/GESAI/CIENTEC – Viçosa, 2008.

JANG, J. et al. Environmental Escherichia coli: Ecology and Public Health Implications‐A Review. Journal of applied microbiology, 123: 570-581, 2017.

KUMAR, V.; CHOPRA, A. K. Accumulation and translocation of metals in soil and different parts of French bean (Phaseolus vulgaris L.) amended with sewage sludge. Bulletin of Environmental Contamination and Toxicology, 92: 103-108, 2014.

LATARE, A. M. et al. Direct and residual effect of sewage sludge on yield, heavy metals content and soil fertility under rice–wheat system. Ecological Engineering, 69: 17-24, 2014.

LOBO, T. F.; GRASSI FILHO, H.; KUMMER, A. C. B. Aplicações sucessivas de lodo de esgoto no girassol e efeito residual no trigo e triticale. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18: 881-886, 2014.

LOCATELLI, V. E. R. et al. Componentes de produção, produtividade e eficiência da irrigação do feijão-caupi no cerrado de Roraima. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18: 574-580, 2014.

MATOSO, A. O. et al. Desempenho agronômico de feijão‑caupi e milho semeados em faixas na safrinha. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 48: 722-730, 2013.

MONTEIRO, F. P. R. et al. Efeitos de herbicidas na biomassa e nodulação do feijão-caupi inoculado com rizóbio. Revista Caatinga, 25: 44-51, 2012.

MOTA, M. F. C. et al.Contamination of soil and pineapple fruits under fertilization with sewage sludge. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 22: 320-325, 2018.

OLIVEIRA, V. R. et al. Nutritional and microbiological quality of common beans (Phaseolus vulgaris L.) cooked with or without the use of soaking water. Ciência e Agrotecnologia, 32: 1912-1918, 2008.

PAMPANA, S. et al. Biosolids differently affect seed yield, nodule growth, nodule-specific activity, and symbiotic nitrogen fixation of field bean. Crop and Pasture Science, 68: 735-745, 2017.

PIRES, A. M. M. et al. Disponibilidade e mineralização do nitrogênio após aplicações sucessivas de lodo de esgoto no solo, estimadas por meio de incubação anaeróbica. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 50: 333-342, 2015.

SANTANA, S. R. A. et al. Divergência genética entre genótipos de feijão-caupi por caracteres morfoagronômicos. Revista Caatinga, 32: 841-850, 2019.

SANTOS, A. et al. Adaptability and stability of erect cowpea genotypes via REML/BLUP and GGE Biplot. Bragantia, 75: 299-306, 2016.

SANTOS, C. A. F. Cultivares de feijão-caupi para o Vale do São Francisco. Petrolina, PE: Embrapa Semiárido, 2011, 10 p. (Circular Técnica, 94).

SIEBIELEC, G.; SIEBIELEC, S.; LIPSKI, D. Long-term impact of sewage sludge, digestate and mineral fertilizers on plant yield and soil biological activity. Journal of Cleaner Production, 187: 372-379, 2018.

SILVA, A. C. et al. Diagnóstico da produção de feijão-caupi no nordeste brasileiro. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, 16: 1-5, 2018a.

SILVA, J. A. L.; NEVES, J. A. Componentes de produção e suas correlações em genótipos de feijão-caupi em cultivo de sequeiro e irrigado. Revista Ciência Agronômica, 42: 702-713, 2011.

SILVA, J. D. L. et al. Seleção simultânea para desenvolvimento de linhagens de feijão-caupi de porte ereto e do tipo fradinho. Revista Caatinga, 31: 72-79, 2018b.

SILVA, M. B. O. et al. Desempenho agronômico de genótipos de feijão-caupi. Revista de Ciências Agrárias, 41: 201-210, 2018c.

SILVA, N. et al. Manual de Métodos de Análise Microbiológica de Alimentos e Água. 4. ed. São Paulo, SP: ITAL, 2010. 624 p.

SOUZA, V. B. et al. Desempenho de linhagens elite de feijão-caupi em ambientes de Minas Gerais e Mato Grosso. Revista Caatinga, 31: 90-98, 2018.

SOUZA, M. et al. Abacaxizeiro. In: RIBEIRO, A .C.; GUIMARÃES, P. T. G.; ALVAREZ V., V. H. (Eds.). Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais: 5ª Aproximação. Viçosa, MG: CFSEMG, 1999. p. 194-194

VALADÃO, F. C. A. et al. Adubação fosfatada e compactação do solo: sistema radicular da soja e do milho e atributos físicos do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 39: 243-255, 2015.

TAGLIAFERRE, C. et al. Características agronômicas do feijão caupi inoculado em função de lâminas de irrigação e de níveis de nitrogênio. Revista Ceres, 60: 242-248, 2013.

ZARE, L; RONAGHI, A. Comparison of N mineralization rate and pattern in different manure-and sewage sludge-amended calcareous soil. Communications in Soil Science and Plant Analysis, 50: 559-569, 2019.

Publicado
2020-02-14
Seção
Agronomia