DISPONIBILIDADE DE ÁGUA EM PLANOSSOLO SOB SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUARIA-FLORESTA NO AGRESTE DA PARAIBA

Palavras-chave: Retenção. Água disponível. ILPF.

Resumo

Os sistemas integrados de produção agropecuária, envolvendo lavoura, pecuária e floresta (ILPF) são estratégias que promovem a qualidade do solo. Objetivou-se com esse trabalho avaliar a influência do sistema de integração Lavoura-Pecuária-Floresta na disponibilidade de água em um Planossolo na mesorregião do Agreste da Paraíba. O experimento foi conduzido na estação experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (EMEPA), em Alagoinha (PB). O solo é um Planossolo Háplico, horizonte A moderado.Em junho de 2015, foram implantados os seguintes consórcios: I. Gliricídia (Gliricidia sepium (Jacq.) Steud.) + Brachiaria decumbens; II. Sabiá (Mimosa caesalpiniifolia) + Brachiaria decumbens; III. Ipê amarelo (Tabebuia alba (chamiso) sandwith) + Brachiaria decumbens; IV. Milho (Zea mays L.) + Brachiaria decumbens; V. Brachiaria decumbens. Utilizou-se o delineamento de blocos casualizados (DBC), com cinco tratamentos. As variáveis analisadas foram: capacidade de campo - θCC, ponto de murcha permanente - θPMP, água disponível - θAD, granulometria, grau de floculação (GF), porosidade (total - α, macro - Ma e micro - Mi), condutividade hidráulica saturada - Kθ, resistência a penetração - Rp, índice de estabilidade de agregados - IEA. De acordo com os resultados observa-se que a disponibilidade de água na integração lavoura-pecuária-floresta implantada no agreste paraibano não apresentou variação significativa após um período de três anos. A integração, após o período de três anos, ainda não promoveu melhoria física significativa dos atributos do Planossolo em estudo.

Referências

AGUIAR NETTO, A. O. et al. Avaliação do conceito de capacidade de campo para um Latossolo Amarelo coeso do estado da Bahia. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 23, n. 3, p. 661-667, 1999.

ALMEIDA, K. S. S. A. et al. Models for moisture estimation in different horizons of a yellow Argisol using TDR. Semina: Ciências Agrárias, v. 38, n. 4, p. 1727-1736, 2017.

ASSIS, P. C. R. et al. Atributos físicos do solo em sistemas de integração Lavoura-Pecuária-Floresta. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 19, n. 4, p. 309-316, 2015.

BALBINO, L. C. et al. Evolução tecnológica e arranjo produtivo de sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta no Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 10, p. 1-12, 2011.

BARBOSA, J. S. et al. Atributos físico-hídricos de um Cambissolo Húmico sob sistema agroflorestal no planalto catarinense. Floresta e Ambiente, v. 24, n. 1, p. 1-9, 2017.

BORTOLONI, D. et al. Propriedades físicas do solo em sistema de integração Lavoura-Pecuária-Floresta em Cambissolo Húmico. Revista de Ciências Agroveterinárias, v. 15, n. 1, p. 60-67, 2016.

CARPENEDO, V.; MIELNICZUK, J. Estado de agregação e qualidade de agregados de Latossolos roxos, submetidos a diferentes sistemas de manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 14, n. 1, p. 99-105, 1990.

CONTE, O. et al. Evolução de atributos físicos do solo em sistemas de integração lavoura-pecuária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 10, p. 1301-1309, 2009.

COSTA, M. A. T. et al. Resistência do solo à penetração e produção de raízes e de forragem em diferentes níveis de intensificação do pastejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 36, n. 3, p. 993-1004, 2012.

DONAGEMA, G. K et al. Manual de métodos de análises de solo. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: EMBRAPA, 2011. 212 p.

FACCIN, F. C. et al. Frações granulométricas da matéria orgânica do solo em consórcio com milho safrinha e capim-marandu sob fontes de nitrogênio. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 51, n. 12, p. 2000-2009, 2016.

FERREIRA, D. F. Análises estatísticas por meio do SISVAR para Windows versão 4.0. In: REUNIÃO ANUAL DA REGIÃO BRASILEIRA DA SOCIEDADE INTERNACIONAL DE BIOMETRIA, 40., 2000, São Carlos. Anais... São Carlos: UFSC, 2000.

FIDALSKI, J. Qualidade física de Latossolo Vermelho em sistema de integração lavoura-pecuária após cultivo de soja e pastejo em braquiária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 50, n. 11, p. 1097-1104, 2015.

GASPARETTO, E. C. G. et al. Grau de floculação da argila de um Latossolo Vermelho utilizado com lavoura e mata nativa. Synergismus Scyentifica, v. 4, n. 1, p. 1-3, 2007.

HILLEL, D. Soil and water: Physical principles and process. 1. ed. New York: Academic Press. 1971. 304 p.

IMHOFF, S. et al. Physical quality indicators and mechanical behavior of agricultural soils of Argentina. PLoS ONE, v. 11, n. 4, p. 1-21, 2016.

KIEHL, E. J. Manual de edafologia: Relações solo-planta. 1. ed. São Paulo, SP: Agronômica Ceres, 1979. 262 p.

KICHEL, A. N. et al. Recuperação de pastagens degradadas com uso de sistemas de integração e o potencial agropecuário no Mato Grosso do Sul. In: BUNGENSTAB, D. J. (Ed.). Sistemas de integração lavoura pecuária floresta: A produção sustentável. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2011. v. 2, cap. 1, p. 2-11.

KLEIN, C.; KLEIN, V. A. Estratégias para potencializar a retenção e disponibilidade de água no solo. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 19, n. 1, p. 21-29, 2015.

LOPES, R. A. P. et al. Propriedades físicas de Latossolo Vermelho distroférrico típico sob sistemas de manejo na sucessão soja-milho no período de três anos. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 29, sup., p. 721-727, 2007.

LOSS, A. et al. Agregação, Carbono e Nitrogênio em agregados do solo sob plantio direto com integração Lavoura-Pecuária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 10, p. 1269-1276, 2011.

LOSS, A. et al. Atributos físicos e químicos do solo em sistemas de consórcio e sucessão de lavoura, pastagem e silvipastoril em Santa Teresa, ES. Bioscience Journal, v. 30, n. 5, p. 1347-1357, 2014.

MAGALHÃES, W. A. et al. Curva de retenção de água do solo como indicador da qualidade física em sistema sintegrados de produção. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 35., 2015, Natal. Anais... Natal: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015. p. 1-4.

NASCIMENTO, J. T. et al. Efeito de leguminosas nos atributos físicos e carbono orgânico de um Luvissolo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 29, n. 5, p. 825-831, 2005.

PREVEDELLO, C. L. Física do solo com problemas resolvidos. 1. ed. Curitiba, PR: Salesward-discovery, 1996. 446 p.

RANGEL, J. H. A. et al. Integração Lavoura Pecuária Floresta na região Nordeste do Brasil. Ciência Veterinária Tropical, v. 19, n. 3, p. 75-84, 2016.

REICHERT, J. M. et al. Qualidade dos solos e sustentabilidade de sistemas agrícolas. Ciência e Ambiente, v. 27, n. 2, p. 29-48, 2003.

REINERT, D. J. Limites críticos de densidade do solo para crescimento de raízes de plantas de cobertura em Argissolo Vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 5, p. 1805-1816, 2008.

SANTOS, H. G. et al. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3. ed. rev. ampl. Brasília, DF: Embrapa, 2013a. 353 p.

SANTOS, J. L. et al. Caracterização física e química de um Planossolo localizado no semiárido Baiano. Agropecuária Científica no Semiárido, v. 9, n. 3, p. 13-17, 2013b.

SERRA, A. P. et al. Fundamentos técnicos para implantação de sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta com eucalipto. In: BUNGENSTAB, D. J. (Ed.). Sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta: a produção sustentável. 2 ed. Brasília, DF: Embrapa, 2012. cap. 5, p. 49-72.

SILVA, A. R. et al. Atributos físicos e disponibilidade de carbono do solo em sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) homogêneo e Santa Fé, no estado do Pará, Brasil. Agropecuária Técnica, v. 37, n. 1, p. 96-104, 2016.

SILVA, A. S. et al. Argila e matéria orgânica e seus efeitos na agregação em diferentes usos do solo. Ciência Rural, v. 44, n. 10, p. 1783-1789, 2014.

SILVA, É. A. et al. Qualidade física de um Latossolo estimada por estudos das curvas de retenção de água, indicadores de fácil determinação e “índice S”. Tecnologia & Ciência Agropecuária, v. 11, n. 4, p. 49-54, 2017b.

SILVA, I. F.; MIELNICZUK, J. Ação do sistema radicular de plantas na formação e estabilização de agregados. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 21, n. 2, p. 113-117, 1997.

SILVA, M. P. et al. Plantas de cobertura e qualidade química e física de Latossolo Vermelho distrófico sob plantio direto. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 12, n. 1, p. 60-67, 2017a.

SOUZA, E. D. et al. Estoques de Carbonoo rgânico e de Nitrogênio no solo em sistema de integração Lavoura-Pecuária em plantio direto, submetido a intensidades de pastejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 33, n. 6, p. 1829-1836, 2009.

SUZUKI, L. E. A. S. et al. Estimativa da susceptibilidade à compactação e do suporte de carga do solo com base em propriedades físicas de solos do rio grande do sul. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 3, p. 963-973, 2008.

TISDALL, J. M. et al. The stability of soil aggregates as affected by organic materials microbial activity and physical disruption. Australian Journal of Soil Research, v. 16, n. 1, p. 9-17, 1978.

TORMENA, C. A. et al. Densidade, Porosidade e resistência a penetração em Latossolo cultivado sob diferentes sistemas de preparo do solo. Scientia Agricola, v. 59, n. 4, p. 795-801, 2002.

VEZZANI, F. M.; MIELNICZUK, J. Agregação e estoque de Carbono em Argissolo submetido a diferentes práticas de manejo agrícola. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 35, n. 1, p. 213-223, 2011.

Publicado
2019-05-21
Seção
Engenharia Agrícola