FERTILIZANTE BIOLÓGICO E PLANTAS DE COBERTURA NOS ATRIBUTOS DO SOLO E PRODUTIVIDADE DO MILHO

Palavras-chave: Fertilidade do solo. Qualidade microbiológica. Zea mays.

Resumo

O milho é uma importante cultura para a economia brasileira, porém, é produzido em sistema de monocultura, e por isso, torna-se necessário o uso de práticas conservacionistas de manejo do solo que favoreçam o desenvolvimento da cultura. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da adubação biológica e plantas de cobertura nas propriedades do solo e produtividade do milho. O experimento foi conduzido em um LATOSSOLO VERMELHO distrófico (Oxisols dystrofphic), nas safras 2015/16 e 2016/17 em Tangará da Serra – MT, Brasil. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial duplo com controle adicional: duas condições de adubação biológica, três condições de cobertura do solo e um controle (fragmento de mata). A semeadura do Pennisetum glaucum e da Crotalaria ochroleuca foi realizada em outubro de 2015 e 2016. A semeadura do milho ocorreu em dezembro de 2015 e 2016, seguida da aplicação de 150 l ha-1 de fertilizante biológico. O solo cultivado com milho apresentou maior qualidade química em relação ao solo do fragmento de mata, não obstante, obteve menor qualidade microbiológica. A adubação biológica e as plantas de cobertura incrementaram a fertilidade e a qualidade microbiológica do solo cultivado com milho. As plantas de cobertura incrementaram a produtividade do milho em ambas as safras. Com isso, a adubação biológica e a plantas de cobertura P. glaucum, and C. ochroleuca aumentaram a qualidade química e microbiológica do solo.

Referências

ABERA, T. et al. Effects of crop rotation and N-P fertilizer rate on grain yield and related characteristics of maize and soil fertility at Bako, Western Oromia, Ethiopia. East African Journal of Sciences, v. 3, n. 1. p. 70-79, 2009.

ALVES, T. S. et al. Biomassa e atividade microbiana de solo sob vegetação nativa e diferentes sistemas de manejos. Acta Scientiarum Agronomy, v. 33, n. 2, p. 341-347, 2011.

ANDERSON, T. H.; DOMSCH, K. H. The metabolic quotient for CO2 (qCO2) as a specific activity parameter to assess the effects of environmental conditions, such as pH, on the microbial biomass of forest soils. Soil Biology and Biochemistry, v. 25, n. 3, p. 393-395, 1993.

ANDREOTTI, M. et al. Produtividade do milho safrinha e modificações químicas de um Latossolo em sistema plantio direto em função de espécies de cobertura após calagem superficial. Acta Scientiarum Agronomy, v. 30, n. 1, p. 109-115, 2008.

ANDRIOLI, I. et al. Produção de milho em plantio direto com adubação nitrogenada e cobertura do solo na pré-safra. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 4, p. 1691-1698, 2008.

BELO, E. S. et al. Decomposição de diferentes resíduos orgânicos e efeito na atividade microbiana em um Latossolo Vermelho de Cerrado. Global Science and Technology, v. 5, n. 3, p. 107-116, 2012.

BEZERRA, L. L. et al. Avaliação da aplicação de biofertilizante na cultura do milho: crescimento e produção. Revista Verde, v. 3, n. 3, p. 131-139, 2008.

BHARDWAJ, A. K. et al. Ecological management of intensively cropped agro-ecosystems improves soil quality with sustained productivity. Agriculture, Ecosystems and Environment, v. 140, n. 3-4, p. 419–429, 2011.

BOER, C. A. et al. Ciclagem de nutrientes por plantas de cobertura na entressafra em um solo de cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 9, p. 1269-1276, 2007.

CAPUANI, S. et al. Atividade microbiana em solos, influenciada por resíduos de algodão e torta de mamona. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 16, n. 12, p. 1269-1274, 2012.

CARNEIRO, M. A. C. et al. Atributos físicos, químicos e biológicos de solo de cerrado sob diferentes sistemas de uso e manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 33, n. 1, p. 147-157, 2009.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos. Brasília – DF: CONAB, 2019.

DUARTE, I. B. et al. Plantas de cobertura e seus efeitos na biomassa microbiana do solo. Acta Iguazu, v. 3, n. 2, p. 150-165, 2014.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Manual de métodos de análise de solo. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Embrapa Solos, 2011. 230 p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. Brasília, DF: Embrapa informação tecnológica, 2013. 353 p.

HARGREAVES, P.R. et al. Evaluating soil microbial biomass carbon as an indicator of long-term environmental change. Soil Biology and Biochemistry, v. 35, n. 3, p. 401-407, 2003.

INSAM, H.; DOMSCH, K. H. Relationship between soil organic carbon and microbial biomass on chronosequences of reclamation sites. Microbial Ecology, v. 15, n. 4, p. 177-188, 1988.

JAKELAITIS, A. et al. Qualidade da camada superficial de solo sob mata, pastagens e áreas cultivadas. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 38, n. 2, p. 118-127, 2008.

JENKINSON, D. S.; LADD, J. N. Microbial biomass in soil: measurement and turnover. In: PAUL, E. A.; LADD, J. N. (Eds.). Soil Biochemistry. New York: Marcel Dekker, 1981. v. 5, p. 415-471.

JENKINSON, D. S.; POWLSON, D. S. The effects of biocidal treatments on metabolism in soil - V: A method for measuring soil biomass. Soil Biology & Biochemistry, v. 8, n. 3, p. 209-213, 1976.

LIU, Z. at al. Soil quality assessment of yellow clayey paddy soils with different productivity. Biology and Fertility of Soils, v. 50, n. 3, p. 537-48, 2014.

MAHL, D. et al. Resistência do solo à penetração, cobertura vegetal e produtividade do milho em plantio direto escarificado. Acta Scientiarum Agronomy, v. 30, n. 5, p. 741-747, 2008.

MEDEIROS, M. B.; LOPES, J. S. Biofertilizantes líquidos e sustentabilidade agrícola. Bahia Agrícola, v. 7, n. 3, p. 24-26, 2006.

MENDES, I. C.; SOUSA, D. M. G.; JUNIOR, F. B. R. Bioindicadores de qualidade de solo: dos laboratórios de pesquisa para o campo. Cadernos de Ciência & Tecnologia, v. 32, n. 1-2, p. 191-209, 2015.

PERIN, A. et al. Acúmulo e liberação de P, K, Ca e Mg em crotalária e milheto solteiros e consorciados. Revista Ceres, v. 57, n. 2, p. 274-281, 2010.

SILVA, E. C. et al. Análise econômica da adubação nitrogenada no milho sob plantio direto em sucessão a plantas de cobertura em Latossolo Vermelho. Acta Scientiarum Agronomy, v. 29, n. 4, p. 445-452, 2007.

SILVA, F. A. S.; AZEVEDO, C. A. V. The Assistat Software Version 7.7 and its use in the analysis of experimental data. African Journal of Agricultural Research, v. 11, n. 39, p. 3733-3740, 2016.

SILVA, R. R. et al. Biomassa e atividade microbiana em solo sob diferentes sistemas de manejo na região fisiográfica Campos das Vertentes – MG. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 34, n. 5, p. 1585-1592, 2010.

SOUSA NETO, E. L. et al. Atributos físicos do solo e produtividade de milho em resposta a culturas de pré-safra. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, n. 2, p. 255-260, 2008.

SOUSA, D. M. G.; LOBATO, E. Cerrado: correção do solo e adubação. 2. ed. Brasília, DF: Embrapa Cerrados, 2004. 416 p.

TEIXEIRA, F. V.; COSTA, F. M. Caracterização de Recursos Genéticos de Milho. 1. ed. Brasília, DF: Embrapa Milho e Sorgo, 2010. 10 p

TOLLENAAR, M. Is low density a stress in maize. Maydica, v. 37, s/n., p. 305-311, 1992.

TORRES, J. L. R. et al. Produção de fitomassa por plantas de cobertura e mineralização de seus resíduos em plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, n. 3, p. 421-428, 2008.

VANCE, E. D.; BROOKES, P. C.; JENKINSON, D. S. An extraction method for mesuring soil microbial biomass-C. Soil Biology & Biochemistry, v. 19, n. 6, p. 703-707, 1987.

XU, Y. et al., Effects of long-term fertilization management practices on soil microbial carbon and microbial biomass in paddy soil at various stages of rice growth. Revista Brasileira de Ciêencia do Solo, v. 42, n. 01, p. 70-111, 2018.

ZERIHUN, A.; HAILE, D. The effect of organic and inorganic fertilizers on the yield of two contrasting soybean varieties and residual nutrient effects on a subsequent finger millet crop. Agronomy, v. 7, n. 42, p. 2-15, 2017.

ZHAO, Y. et al. The effects of two organic manures on soil properties and crop yields on a temperate calcareous soil under a wheat–maize cropping system. European Journal of Agronomy, v. 31, n. 1, p. 36-42, 2009.

Publicado
2019-08-27
Seção
Agronomia