DESEMPENHO AGRONÔMICO E QUALITATIVO DE CULTIVARES DE CEBOLA ADENSADAS EM FUNÇÃO DA ADUBAÇÃO POTÁSSICA

Palavras-chave: Allium cepa. Nutrição de plantas. Rendimento.

Resumo

O aumento na densidade de plantas aliado à utilização de híbridos no cultivo da cebola tem proporcionado ganhos significativos na produtividade desta cultura, com impacto direto na quantidade de macronutrientes absorvidos.  Objetivou-se avaliar a produtividade e qualidade de duas cultivares de cebola sob sistema adensado em função de doses de potássio fornecidas via fertirrigação em Mossoró/RN. Adotou-se o delineamento em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 7, com quatro repetições. Os tratamentos constituíram-se de duas cultivares (IPA 11 e Rio das Antas) e sete doses de potássio (0, 70, 140, 210, 280, 350 e 420 kg ha-1 de K2O), fornecidas via fertirrigação. As doses de potássio que proporcionaram as máximas produtividades total e comercial de bulbos foram de 215 e 216 kg ha-1 de K2O, respectivamente. Os sólidos solúveis e o percentual de bulbos das classes 2, 3 e 4 não foram influenciados pela adubação potássica. Houve redução do percentual de bulbos não comerciais com o aumento das doses de potássio. A dose de máxima eficiência econômica foi de 210,6 kg ha-1 de K2O, responsável por uma produtividade comercial de 61,8 t ha-1.

Referências

AFTAB, S. et al. Impact of potassium on the growth and yield contributing attributes of onion (Allium cepa L.). Asian Research Journal of Agriculture, v. 7, n. 3, p. 1-4, 2017.

ALLEN, R. G. et al. Crop evapotranspiration: guidelines for computing crop water requirements. 1 ed. Rome: FAO, 1998. 300 p. (Irrigation and drainage paper, 56).

BACKES, C. et al. Determination of growth and nutrient accumulation in Bella Vista onion. Revista Caatinga, v. 31, n. 1, p. 324-325, 2018.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Abastecimento e Reforma Agrária. Portaria n. 529 de 18 ago. 1995. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, Seção 1, p. 13513, set. 1995.

BULL, L. T. et al. Variações no balanço catiônico do solo induzidas pela adubação potássica e efeitos na cultura do alho vernalizado. Scientia agrícola, v. 55, n. 3, p. 456-464. 1998.

CAVALCANTE, F. J. A. Recomendações de adubação para o Estado de Pernambuco: 2ª aproximação. 3. ed. Recife, PE: IPA, 2008. 212 p.

CECÍLIO FILHO, A. B. et al. Produtividade e classificação de bulbos de cebola em função da fertilização nitrogenada e potássica, em semeadura direta. Científica, v. 38, n. 1/2, p. 14-22. 2010.

FAGERIA, V. D. Nutrient interactions in crop plants. Journal of Plant Nutrition, v. 24, n. 8, p. 1269-1290, 2001.

FARIA, M. V. et al. Desempenho agronômico e heterose de genótipos de cebola. Horticultura Brasileira, v. 30, n. 2, p. 220-225, 2012.

FERREIRA, D. F. Sisvar: A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011.

GALLINA, P. M. et al. Changes in the pyruvic acid contente correlates with phenotype traits in onion clones. Australina Journal of Crop Science, v. 6, n. 1, p. 36-40, 2012.

GRANGEIRO, L. C. et al. Características qualitativas de genótipos de cebola. Revista Ciência e Agrotecnologia, v. 32, n. 4, p. 1087-1091, 2008.

KAUR, A. et al. Response of onion to applied potassium at farmer’s scale field. International Journal of Current Microbiology and Applied Sciences, v. 6, n. 7, p. 2491-2496, 2017.

KIMURA, Y. et al. Cultivar and regional differences in the metabolite composition of onion (Allium cepa). Scientia Horticulturae, v. 168, n. 1, p. 1–8, 2014.

LUCENNA, R. R. M. et al. Crescimento e acúmulo de macronutrientes em melancia ‘Quetzale’ cultivada sob diferentes níveis de salinidade da água de irrigação. Revista Caatinga, v. 24, n. 1, p. 34-42, 2011.

MARROCOS, S. T. P. et al. Potassium fertilization for optmization of onion production. Revista Caatinga, v. 31, n. 2, p. 379-384, 2018.

MAATHUIS, J. M. F. Physiological functions of mineral macronutrients. Current Opinion in Plant Biology, v. 12, n. 3, p. 250–258, 2009.

MELO, C. O. et al. Alterações físicas e químicas em cebolas armazenadas sob refrigeração. Ciência Rural, v. 42, n. 11, p. 2078-2084, 2012.

MORAES, C. C. et al. Fenologia e acumulação de nutrientes por cebola de dias curto em semeadura direta. Revista de Ciências Agrárias, v. 39, n. 2, p. 281-290, 2016.

NABI, G. et al. Influence of different levels of potash on the quantity, quality and storage life of onion bulbs. Pakistan Journal of Botany, v. 42, n. 3, p. 2151-2163, 2010.

PAVLOVIC, N. et al. Mode of inheritance and ammi analysis of onion (Allium cepa L.) bulb traits. Genetika, v. 49, n. 2, p. 729-742, 2017.

POORNIMA, K. S. et al. Effect of potassium and sulphur on quality parameters of onion and chilli intercrops in a vertisol. Advance Research Journal of Crop Improvement, v. 6, n. 2, p. 166-169, 2015.

POORNIMA, K. S. et al. Effect of potassium and sulphur on yield e yield attributes of onion and chilli intercrops in a vertisol. Asian Journal of Soil Science, v. 11, n. 1, p. 58-61, 2016.

RÊGO, L. G. S. et al. Pedogenesis and soil classification of an experimental farm in Mossoró, state of Rio Grande do Norte, Brazil. Revista Caatinga, v. 29, n. 4, p. 1036-1042, 2016.

RESENDE, G. M.; COSTA, N. D. Épocas de plantio e doses de nitrogênio e potássio na produtividade e armazenamento da cebola. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, n. 2, p. 221-226, 2008.

RESENDE, G. M. et al. Rendimento e conservação pós-colheita de bulbos de cebola com doses de nitrogênio e potássio. Horticultura Brasileira, v. 27, n. 2, p. 139-143, 2009.

RESENDE, G. M. et al. Doses de nitrogênio na produtividade e classificação de bulbos de cultivares de cebola. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, v. 10, n. 3, p. 605-613. 2016.

SANTOS, J. P. et al. Performance of onion cultivars as a function of spacing between plants. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 22, n. 3, p. 212-217. 2018.

SAUD, S. et al. Effect of potash levels and row spacings on onion yield. Journal of Biology Agriculture Healthcare, v. 3, n. 16, p. 118-127. 2013.

SEKARA, A. et al. Interactions among genotype, environment and agronomic practices on production and quality of storage onion (Allium cepa L.) – A review. Horticultural Science, v. 44, n. 1, p. 21-42. 2017.

SHARMA, P. K. et al. Genetic variability, heritability and genetic advance in onion (Allium cepa var. Cepa L.), International Journal of Pure & Applied Bioscience, v. 5, n. 6, p. 740-743, 2017.

SINGH, P. et al. Genetic variability assessment in onion (Allium cepa L.) genotypes. International Journal of Chemical Studies, v. 5, n. 5, p. 145-149, 2017.

SYED, N. et al. Onion yield and yield componentes af function of the levels of nitrogen and potassium application. Pakistan Journal of Biological Sciences, v. 3, n. 12, p. 2069-2071, 2000.

TAIZ, L. et al. Fisiologia e desenvolvimento vegetal. 6. ed. Porto Alegre, RS: ARTMED, 2017. 888 p

TRANI, P. E. et al. Calagem e adubação da cebola (Allium cepa L.). Campinas: Instituto Agronômico. 2014. 35 p.

VIDIGAL, S. M. et al. Crescimento e absorção de nutrientes pela planta cebola cultivada no verão por semeadura direta e por transplantio de mudas. Bioscience Journal, v. 26, n. 1, p. 59-70, 2010.

Publicado
2019-11-19
Seção
Agronomia