PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS PARA AVALIAÇÃO DO SISTEMA RADICULAR DO PASPALUM MILLEGRANA SCHRAD

Palavras-chave: Volume radicular. Bioengenharia de solos. Software Safira.

Resumo

A caracterização do sistema radicular de plantas é de grande importância para a compreensão da sua contribuição na resistência ao cisalhamento do solo, constituindo uma importante ferramenta para tomada de decisão em obras de bioengenharia dos solos. Esse trabalho teve como objetivo avaliar as características de crescimento e distribuição do sistema radicular do capim Paspalum millegrana Schrad em Neossolo Quartzarênico utilizando Processamento Digital de Imagens (PDI). A obtenção dos dados foi realizada por meio de abertura de trincheira para exposição do sistema radicular do capim Paspalum até 1,70 m de profundidade do solo. Para a coleta de informações quantitativas do sistema radicular, foram utilizados os métodos da trincheira e anel volumétrico. Para o processamento das imagens foram utilizados os softwares SAFIRA e o ArcMAP pertencente ao conjunto ArcGIS. O método da trincheira evidenciou que o capim Paspalum possui grande volume de raízes tanto nos primeiros 0,40m até a 1,30 m de profundidade do perfil do solo. Foi possível observar que o comprimento e o volume radicular do capim Paspalum alcançam profundidades além de 1,70 m de profundidade, importante para aumento da resistência do solo aos processos erosivos. O método da trincheira quando comparado com o método do anel volumétrico se mostrou mais eficiente para a compreensão do comportamento do sistema radicular do capim paspalum uma vez que permite uma avaliação da sua distribuição espacial com melhor detalhamento.

 

Referências

ARAUJO FILHO, R. N. de et al. Técnica de bioengenharia de solos no controle da erosão no baixo São Francisco sergipano. Magistra, 25: 242-250, 2013.

AQUINO, G. S. et al. Sistema radicular e produtividade de soqueiras de cana-de-açúcar sob diferentes quantidades de palhada. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 50: 1150-1159, 2015.

BARROS, J. C. S. M. et al. Avaliação da capacidade de enraizamento e desenvolvimento vegetativo de genótipos de videira para porta-enxerto. Scientia Agrícola, 53: 285-292, 1996.

BATISTA, C. Avaliação do cálculo de erosividade em escala regional com o auxílio de geoprocessamento na Serra de Baturité - CE. Revista de Geociências do Nordeste, 1: 22-36, 2015.

BISPO, D. F. A. et al. Soil, water, nutrients and soil organic matter losses by water erosion as a function of soil management in the Posses sub-watershed, Extrema, Minas Gerais, Brazil. Semina: Ciências Agrárias, 38: 1813-1824, 2017.

CARDUCCI, C. E. et al. Spatial distribution of coffee roots and pores of two Latosols under conservationist management. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18: 270–278, 2014.

DIÓGENES, L. C. et al. Resistência à penetração e atributos químicos em um latossolo do Piauí sob monocultivos e consórcio de gramíneas irrigados. IRRIGA, 1: 181–195, 2016.

FANTE JÚNIOR., L. et al. Distribuição do sistema radicular de uma cultura de aveia forrageira. Scientia Agrícola, 56: 1091–1100, 1999.

GÓMEZ, J.; GARCIA, D. M.; ROMANEL, C. Análise numérica 3D da estabilidade de taludes de grande altura em minas a céu aberto. Revista Interdisciplinar De Pesquisa Em Engenharia, 2: 1-15, 2017.

GONÇALVES, G. A.; MITISHITA, E. A. O Uso da Distância de Hausdorff como Medida de Similaridade em Sistemas Automáticos de Atualização Cartográfica. Boletim de Ciências Geodésicas, 22: 719-735, 2016.

HOLANDA, F. S. R. et al. Controle da erosão em margens de cursos d’água: das soluções empíricas à técnica da bioengenharia de solos. Ra’ega O Espaço Geográfico em Análise, 17: 93–101, 2009.

HOLANDA, F. S. R. et al. Crescimento inicial de espécies florestais na recomposição da mata ciliar em taludes submetidos à técnica da bioengenharia de solos. Ciencia Florestal, 20: 157–167, 2010.

HOLANDA, F. S. R.; ROCHA, I. P.; OLIVEIRA, V. S. Estabilização de taludes marginais com técnicas de bioengenharia de solos no Baixo São Francisco. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 12: 570-575, 2008.

ISMAEL, F. C. M. et al. Diagnóstico da erosão do solo na área do Campus da UFCG em Pombal - PB. Revista Verde, 8: 77-86, 2013.

JORGE, L. A. C.; CRESTANA, S. SIARCS 3.0: novo aplicativo para análise de imagens digitais aplicado a Ciência do Solo. CONGRESSO LATINO AMERICANO DE CIÊNCIA DO SOLO, 1., 1996, Águas de Lindoia. Anais... Águas de Lindoia: SBCS, 1996. p. 1-5.

JORGE, L. C.; RODRIGUES, A. O. Safira: sistema de análise de fibras e raízes. Embrapa Instrumentação-Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E), 2008.

JORGE, L. C.; SILVA, D. C. Safira: Manual de utilização. Embrapa Instrumentação-Livro científico (ALICE), 2010.

LEÃO, J. C.; SOUZA, P. H. Sistema inteligente de monitoramento de deslizamento de solos. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 7: 508-524, 2018.

LI, P. et al. A new method to analyse the soil movement during tillage operations using a novel digital image processing algorithm. Computers and Electronics in Agriculture, 156: 43–50, 2019.

MACHADO, L. et al. Contribuição do sistema radicular do capim-vetiver para estabilização do talude do Rio São Francisco. Semina: Ciências Agrárias, 36: 2453-2464, 2015.

MORRONE, O.; DENHAM, S. S.; ZULOAGA, F. O. Revisión Taxonómica del Género Paspalum Grupo Eriantha (Poaceae, Panicoideae, Paniceae). Annals of the Missouri Botanical Garden, 91: 225–246, 2004.

MYERS, L.; SIROIS, M. J. Spearman Correlation Coefficients, Differences between. In: Encyclopedia of Statistical Sciences. Atlanta, Geórgia, EUA: American Cancer Society, v. 1p. 1–2, 2006.

O’CALLAGHAN, F. E. et al. New live screening of plant-nematode interactions in the rhizosphere. Scientific Reports, 8: 1–17, 2018.

PEGOLO, F.; CASONATO, O. Studio sull’affidabilità interesaminatore della valutazione osservazionale delle discinesie scapolari. Scienza Riabilitativa, 16: 24-29, 2014.

PEREIRA, A. R. Como selecionar plantas para áreas degradadas e controle de erosão. Belo Horizonte, MG: Fapi, p. 70–72, 2006.

PERES, M. C. A. P.; RALISCH, R.; RIPOL, C. V. Avaliação do programa estadual “Mata Ciliar” no município de Pitangueiras, Paraná. Semina: Ciências Agrárias, 30: 563–574, 2009.

PIDATALA, V. R. et al. Identification of Biochemical Pathways Associated with Lead Tolerance and Detoxification in Chrysopogon zizanioides L. Nash (Vetiver) by Metabolic Profiling. Environmental Science & Technology, 50: 2530-2537, 2016.

PLOTZE, R. O.; BRUNO, O. M. Estudo e comparação de algoritmos de esqueletonização para imagens binárias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE COMPUTAÇÃO-CBCOMP, 4., 2004, Vale do Itajaí. Anais... Vale do Itajaí: UNIVALI: 2004. p. 59-64.

PUNAMIYA, P. et al. Symbiotic role of Glomus mosseae in phytoextraction of lead in vetiver grass [Chrysopogon zizanioides (L.)]. Journal of Hazardous Materials, 177: 465-474, 2010.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: A Language and Environment for Statistical Computing. Vienna, Austria: 2019.

REIS, P. A. et al. Paspalum minutispiculatum (Poaceae, Panicoideae): A new annual species from Central Brazil. Systematic botany, 40: 746–754, 2015.

SANA, R. S. et al. Variabilidade espacial de atributos físico-químicos do solo e seus efeitos na produtividade do algodoeiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18: 994-1002, 2014.

SANTANA, C. T. C. Comportamento de milho (Zea Mays L.) e propriedades físicas do solo, no sistema plantio direto, em resposta a aplicação de fertilizante organomineral. 2012. 49f. Dissertação (Mestrado em Agronomia: Área de Concentração em Agricultura) — Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatu, 2012.

SANTOS, J. S. et al. Fungos micorrízicos arbusculares e endofítios “Dark Septate” no desenvolvimento da biomassa do capim vetiver. Revista Caatinga, 31: 602–611, 2018.

SILVA, M. C. et al. Estudo de simulação na análise de dados funcionais: Spline x Fourier. Sigmae, 8: 214–220, 2019.

SOUZA, A. C. C.; SILVA, M. L. Geoprocessamento Aplicado ao Levantamento de Solos no Município de Inconfidentes-MG (GIS Applied to the Soil Survey in the City of Inconfidentes-MG). Revista Brasileira de Geografia Física, 9: 200-214, 2016.

STAVI, I.; GUSAROV, Y.; HALBAC-COTOARA-ZAMFIR, R. Collapse and failure of ancient agricultural stone terraces: On-site geomorphic processes, pedogenic mechanisms, and soil quality. Geoderma, 344: 144–152, 2019.

STONE, L. F. et al. Qualidade física de um Latossolo Vermelho ácrico sob sistemas silviagrícolas. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 19: 953-960, 2015.

STUMPF, L. et al. Condição física e desenvolvimento radicular de gramíneas em solo construído após mineração de carvão. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 51: 1078-1087, 2016.

TEIXEIRA, P. C. et al. Manual de Métodos de Análise de Solo. 3. ed. Brasília-DF: Embrapa Solos, 2017.

TOMLINSON, P. B. The structural biology of palms. Harvard University, Harvard Forest, Petersham, Massachusetts, USA.: CABI, 1990.

VASCONCELOS, A. C. M. et al. Avaliação do sistema radicular da cana-de-açúcar por diferentes métodos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 27: 849-858, 2003.

YAMAMOTO, J. K.; LANDIM, P. M. B. Geoestatística: conceitos e aplicações. São Paulo, SP: Oficina de Textos, 2015. 216 p.

Publicado
2020-02-14
Seção
Agronomia