ABORDAGENS UNI E MULTIVARIADA NA CARACTERIZAÇÃO DE GENÓTIPOS DE FEIJÃO-FAVA

Palavras-chave: Phaseolus lunatus. Banco de germoplasma. Distância de Gower.

Resumo

Para estimativa da diversidade genética entre os genótipos de uma coleção de germoplasma tem-se utilizado análise conjunta de variáveis qualitativas e quantitativas. Objetivou-se promover a caracterização morfoagronômica e estimar a diversidade genética de genótipos de feijão-fava pertencentes ao Banco de Germoplasma de Phaseolus da UFPI por meio de abordagens uni e multivariada. O experimento foi conduzido em telado entre janeiro e setembro de 2016, utilizando-se delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições, sendo a parcela constituída por um vaso com uma planta . As características quantitativas foram submetidas à análise de variância e, posteriormente, utilizadas para estimar a comparação de médias. A análise conjunta das variáveis quantitativas e qualitativas foi estimada com base na distância de Gower. Posteriormente, foi realizado o agrupamento dos genótipos pelo método UPGMA, a partir do qual houve a formação de cinco grupos. Os genótipos de feijão-fava apresentaram ampla variabilidade genética com relação às características morfoagronômicas.

 

Referências

BARBOSA, G. J.; ARRIEL. N. H. C. Cadernos de Ciência & Tecnologia. 35: 387-403. 2018.

BIOVERSITY INTERNATIONAL. Guidelines for the development of crop descriptor lists. Bioversity Technical Bulletin Series. Rome: Bioversity International. 2007. 72 p.

CRUZ, C. D. Genes: software para análise de dados em estatística. experimentação e genética quantitativa. Acta Scientiarum Agronomy. 35: 271-276. 2013.

DALLASTRA, A. et al. Multivariate approach in the selection of superior soybean progeny which carry the RR gene1. Revista Ciência Agronômica. 45: 588-597. 2014.

FERRAZ, R. M.; et al. Caracterização morfoagronômica preliminar de acessos de pimentas cumari. Horticultura Brasileira. 34: 498-506. 2016.

FREIRE FILHO, F. R. et al. Adaptabilidade e estabilidade produtiva de feijão-caupi. Ciência Rural. 35: 24-30. 2005.

GUIMARÃES, W. N. et al. Caracterização morfológica e molecular de acessos de feijão-fava (Phaseolus lunatus L.). Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. 11: 37-45. 2007.

GOWER, J. C. A general coefficient of similarity and some of its properties. Biometrics. 27: 857-874. 1971.

NOBRE, D. A. C. et al. Qualidade física. fisiológica e morfologia externa de sementes de dez variedades de feijão-fava (Phaseolus lunatus L.). Revista Brasileira de Biociências. 10: 425-429. 2012.

MELLO, L. F. Divergência genética em subamostras de feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) por meio de marcadores agromorfológicos e microssatélites. 2011. 106 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento: Área de Concentração em Genética em Melhoramento) – Universidade Federal do Piauí. Teresina. 2011.

OLIVEIRA, A. E. S. et al. Desenvolvimento do feijão-fava (Phaseulus lunatus L.) sob déficit hídrico cultivado em ambiente protegido. Holos. 1: 143-151. 2014.

OLIVEIRA, F. N. et al. Caracterização botânica e agronômica de acessos de feijão-fava. Revista Caatinga. 24: 143-148. 2011.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: a language and environment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing. 2018.

ROCHA, M. C. et al. Uso do algoritmo de Gower na determinação da divergência genética entre acessos de tomateiro do grupo cereja. Acta Scientiarum Agronomy. 32: 423-431. 2010.

SANTOS, D. et al. Produtividade e morfologia de vagens e sementes de variedades de fava no Estado da Paraíba. Pesquisa Agropecuária Brasileira. 37: 1407-1412. 2002.

SANTOS, E. R. S. et al. Divergência entre genótipos de soja. cultivados em várzea irrigada. Revista Ceres. 58: 755-764. 2011.

SANTOS, E. R. et al. Genetic dissimilarity between soybean genotypes cultivated in lowland irrigated inter-cropping. Journal of Biotechnology and Biodiversity. 4: 222-231. 2013.

SCHMIT, R. et al. Application of multivariate techniques in the evaluation of pure lines of beans. Ciência Rural. 46: 1535-1541. 2016.

SCOTT, A. J.; KNOTT, M. A cluster analysis method for grouping means in the analysis of variance. Biometrics. 30: 507-512. 1974.

SILVA, P. S. L.; FREITAS, C. J. Rendimentos de grãos verdes de milho e caupi em cultivos puros e consorciados. Revista Ceres. 43: 28-38. 1996.

SOKAL, R. R.; ROHLF, F. J. The comparison of dendrograms by objective methods. Taxon. 11: 33-40. 1962.

SUDRÉ, C. P. et al. Divergência genética entre acessos de pimenta e pimentão utilizando técnicas multivariadas. Horticultura Brasileira. 23: 22-27. 2005.

Publicado
2020-05-22
Seção
Nota Técnica