PATOGENICIDADE DE ESPÉCIES DE Macrophomina COLETADAS DE PLANTAS DANINHAS EM FEIJÃO-CAUPI

Palavras-chave: Boerhavia diffusa. Inoculação. Patógeno habitante do solo. Trianthema portulacastrum. Vigna unguiculata.

Resumo

A podridão de carvão causada por Macrophomina phaseolina é uma das principais doenças do feijão-caupi, causando perdas substanciais para os produtores. Na região semiárida do Brasil, o feijão-caupi é uma das alternativas utilizadas para rotação de culturas durante a entressafra do melão. Isso favorece a multiplicação de Macrophomina, uma vez que ambas as culturas são hospedeiras desse patógeno. O objetivo deste estudo foi verificar a patogenicidade em caupi de Macrophomina phaseolina e M. pseudophaseolina em caupi. Isolados de Macrophomina spp. obtidos das raízes de Trianthema portulacastrum e Boerhavia diffusa, espécies de plantas daninhas prevalentes em áreas de produção de melão no Nordeste brasileiro foram utilizadas neste estudo. O experimento foi realizado em casa de vegetação. Plantas de feijão-caupi 'Paulistinha' foram inoculados com 30 isolados de M. phaseolina, 30 isolados de M. pseudophaseolina e um isolado de referência de M. phaseolina obtido de raízes de feijão-caupi. Todos os isolados de Macrophomina foram patogênicos ao feijão-caupi, não havendo diferenças estatísticas entre as duas espécies de Macrophomina em relação à incidência e severidade da doença. Além disso, 65,2 e 100,0% dos isolados de M. phaseolina, e 56,2 e 92,8% dos isolados de M. pseudophaseolina, obtidos de T. portulacastrum e B. diffusa, respectivamente, foram tão severos ao feijão-caupi quanto o isolado de referência. Esses resultados enfatizam a necessidade de estabelecer práticas de manejo visando o controle de T. portucalastrum e B. diffusa nas áreas de produção de feijão-caupi, pois podem atuar como fontes de inóculo e sobrevivência para Macrophomina spp.

 

Referências

ABAWI, G. S.; PASTOR-CORRALES, M. A. Root rots of bean in Latin America and Africa: diagnosis, research methodologies and management strategies. Cali, CO: Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), 1990. 114 p. (CIAT publication, 35).

AGROFIT. Sistema de Agrotóxicos Fitossanitários. Disponível em: http://agrofit.agricultura.gov.br/agrofit_cons/principal_agrofit_cons.>. Acesso em: 10 out. 2019.

AMBRÓSIO, M. M. Q. et al. Screening a variable germplasm collection of Cucumis melo L. for seedling resistance to Macrophomina phaseolina. Euphytica, 206: 287-300, 2015.

ATHAYDE SOBRINHO, C. Principais doenças do feijão-caupi no Brasil. In: BASTOS, E. A. (Ed.). A cultura do feijão-caupi no Brasil. 1. ed. Teresina, PI: EMBRAPA, 2016. v. 1, cap. 3, p. 44-67.

ATHAYDE SOBRINHO, C.; VIANA, F. M. P.; SANTOS, A. A. Doenças fúngicas e bacterianas. In: FREIRE FILHO, F. R.; LIMA, J. A. A.; RIBEIRO, V. Q. (Eds.). Feijão-caupi: avanços tecnológicos. 1. ed. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2005. v. 1, cap. 12, p. 462-484.

BITANCOURT, A. A. Uma nova doença do feijão. O Biológico, 1: 41, 1935.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Acompanhamento da safra brasileira de grãos, v. 6, Safra 2018/19 - Oitavo levantamento. Disponível em: <https://www.conab.gov.br/info-agro/safras/graos>. Acesso em: 15 de out. 2019.

DAMASCENO-SILVA, K. J.; ROCHA, M. M.; MENEZES-JÚNIOR, J. A. Socioeconomia. In: BASTOS, E. A. (Ed.). A cultura do feijão-caupi no Brasil. 1. ed. Teresina, PI: EMBRAPA, 2016. v. 1, cap. 1, p. 6-12.

DHINGRA, O. D.; SINCLAIR, J. B. Biology and pathology of Macrophomina phaseolina. Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, 1978. 166 p.

FAOSTAT. FAO Statistical Databases, Food and Agriculture Organization of the United Nations. Disponível em: . Acesso em: 15 de out. 2019.

FARR, D. F.; ROSSMAN, A. Y. Fungal Databases, U.S. National Fungus Collections, ARS, USDA. Disponível em: <https://nt.ars-grin.gov/fungaldatabases>. Acesso em 10 de out. 2019.

FONTES, J. R. A.; GONÇALVES, J. R. P.; MORAIS, R. R. Tolerância do feijão-caupi ao herbicida oxadiazon. Pesquisa Agropecuária Tropical, 40: 110-115, 2010.

FREITAS, F. C. L. et al. Interferência de plantas daninhas na cultura do feijão-caupi. Planta Daninha, 27: 241-247, 2009.

GOMES-SILVA F. et al. Genetic diversity of isolates of Macrophomina phaseolina associated with cowpea from Brazil semi-arid region. Journal of Agricultural Science, 9: 112-116, 2017.

GUPTA, G. K.; SHARMA, S. K.; RAMTEKE, R. Biology, epidemiology and management of the pathogenic fungus Macrophomina phaseolina (Tassi) Goid. with special reference to charcoal rot of soybean (Glycine max (L.) Merrill). Journal of Phytopathology, 160: 167-180, 2012.

KAUR, S. et al. Emerging phytopathogen Macrophomina phaseolina: biology, economic importance and current diagnostic trends. Critical Reviews in Mycrobiology, 38: 136-151, 2012.

MACHADO, A. R. et al. Bayesian analyses of five gene regions reveal a new phylogenetic species of Macrophomina associated with charcoal rot on oilseed crops in Brazil. European Journal of Plant Pathology, 153: 89-100, 2019.

NASCIMENTO, P. G. M. L. et al. Levantamento Fitossociológico das comunidades infestantes em diferentes sistemas de plantio de milho em Mossoró-RN. Agropecuária Científica no Semi-Árido, 7: 1-9, 2011.

NDIAYE, M. et al. Is the recently described Macrophomina pseudophaseolina pathogenically different from Macrophomina phaseolina? African Journal of Microbiology Research, 9: 2232–2238, 2015.

NEGREIROS, A. M. P. et al. Identification and pathogenicity of Macrophomina species collected from weeds in melon fields in Northeastern Brazil. Journal of phytopathology, 167: 326-337, 2019b.

NEGREIROS, A. M. P. et al. Prevalent weeds collected from cucurbit fields in Northeastern Brazil reveal new species diversity in the genus Monosporascus. Annals of Applied Biology, 174: 349-363, 2019a.

NORONHA, M. A.; DAMASCENO-SILVA, K. J.; SILVA, S. R. Avaliação da Resistência de Genótipos de Feijão-caupi a Macrophomina phaseolina. Aracaju, SE: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2012. 4 p. (Comunicado Técnico 126).

RAMOS, H. M. M. et al. Estratégias ótimas de irrigação do feijão-caupi para produção de grãos verdes. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 47: 576–583, 2012.

REIS, E. M.; BOARETTO, C.; DANELLI, A. L. D. Macrophomina phaseolina: density and longevity of microsclerotia in soybean root tissues and free on the soil, and competitive saprophytic ability. Summa Phytopathologica, 40: 128-133, 2014.

RIOS, G. P. Doenças fúngicas e bacterianas do caupi. In: ARAÚJO, J. P. P.; WATT, E. E. (Eds). O caupi no Brasil. 1. ed. Brasília, DF: EMBRAPA/IITA, 1988. v. 1, cap. 19, p. 547-589.

ROCHA, M. M. et al. Controle genético do comprimento do pedúnculo em feijão-caupi. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 44: 270-75, 2009.

SALES JÚNIOR, R. et al. Ervas daninhas como hospedeiras alternativas de patógenos causadores do colapso do meloeiro. Revista Ciência Agronômica, 43: 195-198, 2012.

SALES JÚNIOR, R. et al. Weeds as potential hosts for fungal root pathogens of watermelon. Revista Caatinga, 32: 1-6, 2019.

SARR, M. P. et al. Genetic diversity in Macrophomina phaseolina, the causal agent of charcoal rot. Phytopathologia Mediterranea, 53: 250-268, 2014.

SILVA, F. A. Z.; AZEVEDO, C. A. V. The Assistat Software Version 7.7 and its use in the analysis of experimental data. African Journal Agricultural Research, 11: 3733-3740, 2016.

SILVA, M. G. O. et al. Manejo de plantas daninhas na cultura da melancia nos sistemas de plantio direto e convencional. Horticultura Brasileira, 31: 494-499, 2013.

ZHAO, L. et al. Macrophomina vaccinii sp. nov. causing blueberry stem blight in China. MycoKeys, 55: 1-14, 2019.

Publicado
2020-05-22
Seção
Agronomia