CARACTERIZAÇÃO FISIO-AGRONÔMICA DO ARROZ DE TERRAS ALTAS INOCULADO COM MIX DE MICRORGANISMOS MULTIFUNCIONAIS

Palavras-chave: Oryza sativa L. Inoculação. Sustentabilidade. Promotores de crescimento.

Resumo

Microrganismos multifuncionais podem contribuir significativamente para melhorar o desempenho das plantas, sendo tecnologia inovadora quando se visa o desenvolvimento sustentável. Assim, objetivou-se determinar o efeito de microrganismos multifuncionais aplicados isolados ou em mix sobre o desempenho do arroz de terras altas. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Os 26 tratamentos consistiram das rizobactérias Bacillus sp. (BRM 32109, BRM 32110 e 1301), Azospirillum sp. (1381), Azospirillum brasilense (Ab-V5), Pseudomonas sp. (BRM 32112), Pseudomonas fluorescens (BRM 32111), Burkholderia pyrrocinia (BRM 32113), Serratia sp. (BRM 32114), e um gênero fúngico formando um pool de Trichoderma asperellum (T-06, T-09, T-12, e T-52), aplicados isoladamente ou em consórcio, mais o tratamento controle, sem aplicação de microrganismos. Os tratamentos mais efetivos foram os mixes de microrganismos 1301 + Ab-V5 e BRM 32114 + pool de Trichoderma asperellum, uma vez que proporcionaram aumento, em média, de 123% e 88% no número de panículas e de 206 e 167% na produtividade de grão do arroz de terras altas, respectivamente. Os consórcios 1301 + Ab-V5, BRM 32114 + pool de Trichoderma asperellum, BRM 32110 + BRM 32114, BRM 32110 + Ab-V5, 1301 + BRM 32110 e 1381 + pool de Trichoderma asperellum, também proporcionaram maior desempenho morfofisiológico nas plantas de arroz (taxa fotossintética, eficiência de carboxilação, número de perfilhos, biomassa seca de parte aérea e teor de nutrientes na parte aérea e raiz das plantas). Portanto, o uso de microrganismos multifuncionais no manejo do arroz de terras altas foi eficiente em sua capacidade de proporcionar maior desenvolvimento das plantas.

Referências

AVIS, T. J. et al. Multifaceted beneficial effects of rhizosphere microorganisms on plant health and productivity. Soil Biology and Biochemistry, 40: 1733-1740, 2008.

BANAYO, N. P. M. et al. Evaluation of Biofertilizers in Irrigated Rice: Effects on Grain Yield at Different Fertilizer Rates. Agriculture, 2: 73-86, 2012.

DEVKOTA, K. P. et al. Economic and environmental indicators of sustainable rice cultivation: A comparison across intensive irrigated rice cropping systems in six Asian countries. Ecological Indicators, 105: 199-214, 2019.

DONAGEMA, G. K. et al. Manual de métodos de análise de solo. 2 ed. Rio de Janeiro,

RJ: Embrapa Solos, 2011, 230 p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. BRS A501 CL: Cultivar de Arroz de Terras Altas Resistente a Herbicida. 1 ed. Santo Antônio de Goiás, GO: Embrapa Arroz e Feijão, 2018. 8 p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Dados de conjuntura da produção de arroz no Brasil (1986-2017). Disponível em:. <http://www.cnpaf.embrapa.br/socioeconomia/docs/arroz/dadosConjunturais_arroz_brasil.htm>. Acesso em: 08 out. 2019.

FAGERIA, N. K. A cultura do arroz no Brasil. 2. ed. Santo Antônio de Goiás, GO: Embrapa Arroz e Feijão, 2006. 387 p.

FILIPPI, M. C. C. et al. Leaf blast (Magnaporthe oryzae) suppression and growth promotion by rhizobacteria on aerobic rice in Brazil. Biological Control, 58: 160–166, 2011.

FRANÇA, S. K. S. et al. Biocontrol of sheath blight by Trichoderma asperellum in tropical lowland rice. Agronomy for Sustainable Development, 35: 317-324, 2015.

GODFRAY, H. C. J. et al. The Challenge of food Security. Science, 327: 812-818, 2012.

HERMAN, M. A. B.; NAULTB, B. A.; SMART, C. D. Effects of plant growth-promoting rhizobacteria on bell pepper production and green peach aphid infestations in New York. Crop Protection, 27: 996-1002, 2008.

KADO, C. J.; HESKETT, M. G. Selective media for isolation of Agrobacterium, Corynebacterium, Erwinia, Pseudomonas and Xanthomonas. Phytopathology, 60: 969-976, 1970.

KASSAMBARA, A. Factoextra: Extract and Visualize the Results of Multivariate Data

Analyses. Disponível em: <http://www.sthda.com>. Acesso em: 03 de mai 2020.

MALAVOLTA, E.; VITTI, G. C.; OLIVEIRA, S. A. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. 2. ed. Piracicaba, SP: Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato. 1997. 221 p.

MATOSO, E. S. et al. Influência do uso de um mix de bactérias diaztróficas na biometria e no conteúdo de clorofila de plantas de cana-de-açúcar. Brazilian Journal of Developenent, 6: 7261-7274, 2020.

MAURICIO FILHO, J. M.; SILVA, C. H. S.; SOUZA, J. E. B. Desempenho agronômico e produtividade da cultura da soja com a coinoculação de Bradyrhizobium e Azospirillum brasilense. Ipê Agronomic Journal, 2: 48-59, 2018.

MOREIRA, F. M. S; SIQUEIRA, J. O. Microbiologia e Bioquímica do Solo. 2. Ed. Lavras, MG: Editora UFLA, 2006. 729 p.

NASCENTE, A. S. et al. Biomass, gas exchange, and nutrient contents in upland rice plants affected by application forms of microorganism growth promoters. Environmental Science and Pollution Research, 24: 2956-2965, 2017a.

NASCENTE, A. S. et al. Effects of beneficial microorganisms on lowland rice development. Environmental Science and Pollution Research, 24: 25233-25242, 2017b.

NASCENTE, A. S. et al. N Fertilizer Dose-Dependent Efficiency of Serratia spp. for Improving Growth and Yield of Upland Rice (Oryza sativa L.). International Journal of Plant Production, 13: 2017-226, 2019.

OLIVEIRA, et al. Formas e tipos de coinoculação na cultura da soja no Cerrado. Revista de Ciências Agrárias, 42: 924-932, 2019.

SANTOS, H. G. et al. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 5. ed. Brasília, DF: Embrapa, 2018. 355 p.

SILVA, J. C. et al. Biocontrol of sheath blight on rice and growth promotion by Trichoderma isolates from the Amazon. Revista de Ciências Agrárias, 55: 243-250, 2012.

SILVA, M. A. et al. Photosynthetic capacity and water use efficiency in sugarcane genotypes subject to water deficit during early growth phase. Brazilian Archives of Biology and Technology, 56: 735-748, 2013.

SILVA, V. N. et al. Promoção de crescimento e indução de resistência à antracnose por Trichoderma spp. em pepineiro. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 46: 1609-1618, 2011.

SOUSA, I. M.; NASCENTE, A. S.; FILIPPI, M. C. C. Bactérias promotoras do crescimento radicular em plântulas de dois cultivares de arroz irrigado por inundação. Colloquium Agrariae, 15: 140-145, 2019.

SPERANDIO, E. M. et al. Evaluation of rhizobacteria in upland rice in Brazil: growth promotion and interaction of induced defense responses against leaf blast. Acta Physiologiae Plantarum, 39: 1-11, 2017.

YEDIDIA, I. et al. Effect of Trichoderma harzianum on microelement concentrations and increased growth of cucumber plants. Plant Soil, 235: 235–242, 2001.

YOSHIDA, S. Fundamentals of rice crop science. Los Baños, Laguna: IRRI, 1981, 269 p.

Publicado
2020-07-31
Seção
Agronomia