DOSES DE GESSO E POTÁSSIO NO ESTADO NUTRICIONAL E PRODUÇÃO DE COUVE-FLOR

Palavras-chave: Brassica oleracea var. botrytis. Sulfato de cálcio di-hidratado. Cloreto de potássio. Nutrição de plantas.

Resumo

O gesso é utilizado na agricultura para o fornecimento de nutrientes ao sistema solo-planta, aumento da profundidade do sistema radicular das culturas e, também, para mitigar os efeitos do estresse hídrico nas plantas. No entanto, seu uso indiscriminado pode levar à redução do conteúdo de nutrientes catiônicos da superfície do solo, principalmente o potássio. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a viabilidade da utilização de gesso, associado à aplicação de potássio, no cultivo de couve-flor, cultivar Sharon. O experimento foi conduzido em esquema fatorial 5x5, sendo avaliadas cinco doses de K (0, 100, 180, 240 e 360 kg ha-1 de K2O) e cinco doses de gesso (0, 500, 1.000, 2.000 e 4.000 kg ha-1) no delineamento em blocos completos casualizados, com três repetições. Foram determinados os teores foliares de N, P, K, Ca, S, Mg, B, Cu, Fe, Mn e Zn e a massa comercial da cabeça, o diâmetro da cabeça, o diâmetro do pedúnculo e a altura da cabeça. A aplicação de 360 kg ha-1 de K2O resultou no aumento de 29,69% no teor foliar de K e 18,94% na massa comercial da cabeça, em relação à dose de 0 kg ha-1 de K2O. A aplicação da dose máxima de gesso, resultou na redução dos teores foliares de enxofre (14,71%) e manganês (25,11%) e, aumento dos teores foliares de cobre (16,97%). Com base nos resultados observados, conclui-se que para a cultura da couve-flor, as doses de gesso e K2O recomendadas são de, respectivamente, 4.000 e 360 kg ha-1.

 

Referências

BATAGLIA, O. C. et al. Métodos de análise química de plantas. Campinas, SP: IAC, 1983. 48 p.

BHERING, A. S. et al. Soil factors related to the severity of Clubroot in Rio de Janeiro, Brazil. Plant Disease, 101: 1345-1353, 2017.

BIANCO, M. S.; CECÍLIO FILHO, A. B.; CARVALHO, L. B. Nutritional status of the cauliflower cultivar ‘Verona’ grown with omission of out added macronutrients. Plos One, 10: 1-17, 2015.

CASTOLDI, R. et al. Crescimento, acúmulo de nutrientes e produtividade da cultura da couve-flor. Horticultura Brasileira, 27: 438-446, 2009.

CHARLO, H. C. O. et al. Changes in chemical soil and corn yield after application of gypsum and potassium doses. Bioscience Journal, 36: 810-826, 2020.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de métodos de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. 2. ed. Brasília, DF: Centro Nacional de Pesquisa de Solos, 2009. 627 p.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. Brasília, DF: Centro Nacional de Pesquisa de Solos, 2013. 353 p.

FONTES, P. C. R. Sugestões de adubação para hortaliças. In: RIBEIRO, A. C.; GUIMARÃES, P. T. G.; ALVARES, V. G. (Eds). Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais - 5ª Aproximação. Viçosa, MG: Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais, 1999. v. 1, cap. 18, p. 171-174.

GRANT, C. A.; MAHLI, S. S.; KARAMANOS, R. E. Sulfur management for rapeseed. Field Crops Research, 128: 119–128, 2012.

JAMES, G. et al. An Introduction to Statistical Learning: with applications in R. New York: Springer, 2013. 441 p.

JU, C. et al. Root and shoot traits for rice varieties with higher grain yield and higher nitrogen use efficiency at lower nitrogen rates application. Field Crops Research, 175: 47-55, 2015.

LI, Z. et al. Water stress rather than N addition mitigates impacts of elevated O3 on foliar chemical profiles in poplar saplings. Science of the Total Environment, 707: 1-9, 2020.

MARTINEZ, H. E. P.; CARVALHO, J. G.; SOUZA, R. B. Diagnose foliar. In: RIBEIRO, A. C.; GUIMARÃES, P. T. G.; ALVAREZ, V. V. H. (Eds.). Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais - 5ª Aproximação. Viçosa, MG: Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais, 1999. v. 1, cap. 17, p. 143-168.

MOREIRA, A. et al. Effect of sulfur source and rates on yield and yield components of soybean in subtropical soils. Journal of Plant Nutrition, 43: 2081-2091, 2020.

OLIVEIRA, R. M. et al. Production and water yield of cauliflower under irrigation depths and nitrogen doses. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 23: 561-565, 2019.

PENUELAS, J. et al. Increasing atmospheric CO2 concentrations correlate with declining nutritional status of European forests. Commun Biology, 3: 1-11, 2020.

R Development Core Team. R: A language and environment for statistical computing. Viena: R Foundation for Statistical Computing, 2014.

RAIJ, B. V. et al. Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo. 2. ed. Campinas, SP: IAC, 1997. 285 p. (Boletim Técnico, 100).

SANTOS, C. A. et al. Use of limestone and agricultural gypsum in cauliflower crop management and clubroot control in mountain farming. Acta Scientiarum Agronomy, 42: 2-11, 2020.

SILVA, A. L. P. et al. Potassium fertilization of cauliflower and broccoli in a potassium-rich soil. Ciencia e Investigación Agraria, 43: 151-157, 2016.

SHREE, S.; SINGH, V. K.; KUMAR, R. Effect of integrated nutrient management on yield and quality of cauliflower (Brassica oleracea var botrytis). The Bioscan, 9: 1053-1058, 2014.

SOBOLEWSKA, M. et al. Effect of habitat and foliar fertilization with K, Zn and Mn on winter wheat grain and baking qualities. Agronomy, 10: 1-21, 2020.

TIECHER, T. et al. Crop response to gypsum application to subtropical soils under no-till in Brazil: a systematic review. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 42: e0170025, 2018.

TRANI, P. E.; RAIJ, B. V. Hortaliças. In: RAIJ, B. V. et al. (Eds.). Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo. Campinas, SP: IAC, 1997. v. 1, cap. 18, p. 155-186. (Boletim técnico, 100).

VIÇOSI, K. A. et al. Foliar fertilization with boron on the growth, physiology, and yield of snap beans. Journal of Soil Science and Plant Nutrition, s/v: 157-164, 2020.

ZOCA, S. M.; PENN, C. J. An important tool with no instruction manual: A review of gypsum use in agriculture. Advances in Agronomy, 144: 1-44, 2017.

Publicado
2021-05-10
Seção
Agronomia