Mailson Furtado Viana: um ser tão cidade!

Resumo

Quando em outubro de 2018 a Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou a relação dos finalistas da sexagenária edição do Prêmio Jabuti, o noticiário, sobretudo as editorias especializadas em arte, cultura e literatura, dedicou-se em destacar os nomes de prata da literatura nacional que estrelavam a lista. Em maior parte, são autores publicados e distribuídos por grandes empresas do mercado editorial; são personalidades consagradas em feiras e em eventos literários; já ocupam espaços e capas na grande mídia. Aquele também fora um ano de mudanças na organização das categorias, que a partir de então passam a se dividir em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação. Revelados os finalistas, o nome do cearense Mailson Furtado Viana aparece na relação dos dez concorrentes pela categoria “Poesia”, um dos gêneros com possibilidades de arrematar a grande categoria de “Livro do Ano”, disputada entre as publicações dos eixos Ensaios e Literatura. Até então, ascender ao seleto grupo parecia motivar muito mais apenas ao próprio autor, que diz ter recebido a informação com muita surpresa, e, evidentemente, também aos moradores da pequena cidade de Varjota, que passam a ver um filho da terra em uma disputa de renome nacional.

Biografia do Autor

Higo da Silva Lima, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN); especialista em Estratégias de Comunicação e Mídias Sociais pela Faculdade Estácio (FATERN) e mestre em Cognição, Tecnologias e Instituições (PPgCTI-Ufersa). É jornalista da Assessoria de Comunicação (Assecom) da Ufersa. Tem experiência profissional em assessoria de comunicação e gestão de conteúdo jornalístico para web.

Publicado
2019-06-17
Como Citar
Lima, H. da S. (2019). Mailson Furtado Viana: um ser tão cidade!. Revista Informação Em Cultura, 1(1), p. 94-106. https://doi.org/10.21708/issn2674-6549.v1i1a8595.2019