Vulnerabilidade de refugiados venezuelanos durante a pandemia: atuação de organizações da sociedade civil

PERFORMANCE OF CIVIL SOCIETY ORGANIZATIONS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21708/issn2526-9488.v6.n11.p102-120.2022

Resumo

RESUMO

Trata sobre o desenvolvimento de ações em prol de refugiados venezuelanos por organizações da sociedade civil durante a pandemia do coronavírus no Brasil. Visa identificar como a sociedade civil desenvolve ações para assegurar um núcleo de condições mínimas de sobrevivência a refugiados venezuelanos. Adotou-se o método de análise qualitativa e exploratória, na qual se utilizam fontes bibliográficas e documentais. A pesquisa se desenvolveu com a finalidade descrever a condição de vulnerabilidade pela qual o refugiado vivencia; em seguida, demostrou-se os impactos que a pandemia causou nos refugiados venezuelanos e a atuação estatal no desenvolvimento de políticas públicas; por fim, discutiu-se a atuação das organizações da sociedade civil na elaboração de estratégias para que os refugiados pudessem ter acesso à alimentação, moradia, apoio emocional e defesa de direitos. Conclui-se que a participação da sociedade civil na elaboração de ações foi fundamental para apoiar os refugiados venezuelanos durante a pandemia do coronavírus. Os refugiados compõem um grupo de pessoas vulneráveis e enfrentam grandes dificuldades no acesso à saúde e na efetivação de direitos; associado a essas condições o lockdown afetou diretamente a vida dessas pessoas que viram sua renda reduzir e tiveram dificuldades de acessar os serviços e benefícios públicos.

Palavras-chave: Refugiados venezuelanos; Organizações da sociedade civil; Pandemia do Coronavírus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Carlos de Araújo Oliveira, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Doutorando em Direitos Humanos pela Universidade Federal de Goiás. Mestre em Sociedade e Fronteiras pela Universidade Federal de Roraima. Especialista em Direito Constitucional pela Universidade Anhanguera. Graduado em Direito pela Universidade Estadual de Roraima. Desenvolve pesquisas nas áreas de Direitos Humanos, Direito Constitucional e Direito do Trabalho. Atua como técnico-administrativo na Universidade Federal de Roraima.

Publicado

2022-08-17